Category Archives: Sentimentos

Self Love :)

Imagem retirada do Google

Demorei mas consegui. Aprendi a amar-me depois dos meus 20 anos, depois de uma depressão profunda que me deixou sem querer sair de casa durante quase um ano. Ja vos contei aqui e aqui a minha historia.

Vivemos numa geração muito debilitada de amor próprio e isso deixa-me triste. 🙁 Pois não dizer aos quatro ventos que se gosta de si próprio tal como é so para agradar aos outros, têm de acreditar em si mesmo, de verdade. É muito complicado… infelizmente estas duvidas acontecem na idade em que deixamos de ser crianças e passamos a ser adultos. Crescer não é fácil de todo mas faz parte. E tem de partir de dentro de nós.

Conhecem o anuncio do leite Matinal? Ha 20 anos passava muito na tv e aquela mensagem entrou de tal forma na minha cabeça que nunca mais saiu, de tanto que a ouvi em loop. 🙂

Eu costumo trocar a ordem das palavras e dizer: Se eu não gostar de mim, quem gostará?

Imagem retirada da internet

Se vocês precisam de acreditar em alguma coisa… comecem por vocês mesmos 🙂

Concordam? 😉

About Matilde Ferreira

Tempo de… :)

Vocês sabem o quanto eu adoro escrever aqui mas cheguei a uma altura que preciso de me deixar levar pela maré. Escrever sem prazos nem obrigações. Não é por falta de motivação na escrita, tenho sempre tanto para escrever, é mesmo por falta de tempo e por agora querer concentrar-me na minha loja.

Quero aproveitar também o Verão para relaxar e desanuviar as ideias. 🙂

Imagem retirada do Facebook

Vou continuar a manter contacto convosco através dos vossos cantinhos e das vossas redes sociais, na medida das possibilidades. 🙂

E voces, tambem estejam a vontade para me visitar no meu instagram, twitter e facebook 🙂

Ah e em breve vamos ter novidades com direito a passatempo e giveaway para comemorarmos os 300 likes da pagina da loja Tily’s Things 🙂 Fiquem atentos 😉

About Matilde Ferreira

Uma serie impropria para…

… coração de mãe.

Estes miúdos, que hoje são homens feitos, são da minha geração. Enquanto eu vivi uma adolescência tranquila la na minha santa terrinha, a eles foi-lhes roubada essa fase da vida deles.

Vi esta serie com o meu coração em sobressalto. Imaginei-me no lugar daqueles miúdos, cujos sonhos foram roubados, e das suas famílias. das suas mães. É certo que todos eles tinham famílias disfuncionais, mas também foi a elas que foram buscar forças para não desistirem e continuarem a acreditar. Que coragem!

O mais incrível é que o verdadeiro violador foi parar à mesma prisão de um dos rapazes… por sinal o mais velho e o mais ingênuo, mais velho mas ainda sem ter 16 anos, idade maxima para ir para um prisão de adultos.

E cheguei à conclusão que a condenação deles só pode ter sido encomendada por gente muito poderosa que hoje governa o país…

O que mais admiro nestes rapazes é que não enveredaram por caminhos maus e hoje são homens de familia, responsáveis e contribuem de forma honesta para a sociedade.

About Matilde Ferreira

Boa vizinhança :)

Gentileza atrai gentileza. E quando isto acontece fico de coração cheio. Tenho pena que hoje em dia isto seja tao raro, mas eu vou fazendo por cumprir a minha parte. 🙂

No passado dia, 4 de Junho, o meu Rui ao sair de casa de manha para ir trabalhar, tinha um presente, à porta, das nossas pequenas vizinhas do fundo corredor. Ja não é a primeira vez. Quando elas vieram para ca morar eu ofereci-lhes 2 caça-sonhos em retribuição de uma oferta de boas vindas que elas nos deram. Ah ja sei, foi uma carta a pedirem-nos desculpas pelo barulho causado na hora de irem dormir. ( Nos não ouvimos barulho nenhum hehe).

Esta ultima oferta simboliza o Eid Mubarak, o fim do Ramadão, uma vez que elas são muçulmanas. No início do Ramadão elas também ofereceram comida de acordo com a tradição.

Estão a ver que nem tudo é mau nas religiões 🙂

Eu acabei por retribuir e fazer-lhes 2 porta-chaves com os nomes delas, e ainda lhes ofereci regueira doce.

Eu ja sou uma pessoa, que por natureza, que adoro dar, então se me oferecerem alguma coisa eu fico sempre com a sensação de que tenho de retribuir. 🙂

Imagem da minha autoria – o postal e o papel de embrulho, foram feitos com desenhos das meninas, o presente foi um lenço branco, um hijab que eu adorei pois para mim simboliza a paz 🙂

Por mais pessoas assim e vivíamos todos muito melhor 🙂

About Matilde Ferreira

Turista na minha cidade

Em Maio de 2012 fiz de guia para uma colega francesa da empresa em que trabalhava na altura.

Imagem da minha autoria – Tabuleiro inferior da Ponte Dom Luis I

Depois do almoço num dos restaurantes na zona ribeirinha de Gaia, começamos pelas caves Burmester. Por incrível que pareça foi a segunda vez que entrei numas caves, a primeira tinha sido em 1994 nas caves da Taylors. Depois de percorrermos as caves, fizemos uma prova de vinhos, que nos soube mesmo bem.

Imagem da minha autoria – Caves Burmester
Imagem da minha autoria – Caves Burmester

No final da visita guiada ainda tivemos direito a uma prova de vinhos. Recomendo!

Imagem da minha autoria – prova de vinhos nas Caves Burmester

Atravessamos o tabuleiro inferior da Ponte Dom Luis I em direção à Ribeira. Subimos ate ao Museu do Mercado Ferreira Borges, mas como não tínhamos muito tempo decidimos subir a Rua Mouzinho da Silveira, ate à lindíssima Estação de S.Bento, onde nos perdemos a contemplar os seus maravilhosos azulejos e arquitectura. De seguida, subimos a Torre dos Clérigos, tendo sido a primeira vez que o fiz, acreditam? Custou mas valeu a pena. A vista la de cima é maravilhosa e indescritível.

Imagem da minha autoria – vista da cidade do Porto, do lado de Gaia

As imagens falam por si 🙂

Imagem da minha autoria – Serra do Pilar vista da Ribeira do Porto

A minha colega, que ja tinha estado na nossa cidade, continuava deslumbrada com esta vista 🙂

E ficou ainda mais quando entrou na nossa estação, que ela julgava que nao estava em funcionamento.

Imagem da minha autoria – Estação de S. Bento
Imagem da minha autoria – estação de S.Bento
Imagem da minha autoria – Estação de S.Bento

A subida da Torre… 🙂

Imagem da minha autoria – subida da Torre dos Clérigos
Imagem da minha autoria – jogo de sombras

Ao chegar la em cima, esperava-nos uma recompensa maravilhosa, uma vista de cortar a respiração 🙂 Dá vontade de tirar fotos a tudo, para não perder nenhum registo 🙂

Imagem da minha autoria – Jardim da Cordoaria
Imagem da minha autoria
Imagem da minha autoria – vista da cidade do cimo da Torre
Imagem da minha autoria – Universidade do Porto frente ao Jardim da Cordoaria

De cortar a respiração 🙂

Imagem da minha autoria – vista do Douro ate ao mar
Imagem da minha autoria – a cidade e o rio

Depois de descermos a Torre, fomos ate à Livraria Lello onde tivemos uma terrível experiencia, com o homem aos berros connosco para nao tirarmos fotografias… coisa que nem sequer estávamos a fazer. Acreditam que nunca mais pus la os pés? Fiquei extremamente envergonhada e ofendida, mais pelo facto da impressão transmitida à minha colega francesa… 🙁

Mas nem tudo foi mau, atravessamos a cidade para ir lançar ao mitico Cafe Majestic e assim usufruirmos da nossa recompensa por termos subido a Torre. Estava um dia muito quente e soube mesmo bem deliciar-nos com um gelado triplo 😀

Imagem da minha autoria – terror do Majestic
Imagem da minha autoria – fachada do Café
Imagem da minha autoria – a nossa recompensa 🙂

Com muita pena minha faltaram os Jardins do Palácio de Cristal, Serralves, Castelo do Queijo, Rotunda das Boavista e uma viagem de teleférico, ou de elétrico ou no funicular dos Guindais, mas uma tarde só não deu para mais 🙂

O que mais gostam na cidade do Porto? 🙂

About Matilde Ferreira