Category Archives: Portugal

25 de Abril Sempre!

46 Anos de Liberdade!

Para hoje só quero dizer isto! Que a voz dos nossos heróis jamais se cale! Que o sentimento da Liberdade jamais seja esquecido! Lembrem-se Sempre! Não deixem que ninguém vos faça esquecer este acontecimento tão importante das nossas vidas!

Grândola Vila morena
Terra da fraternidade

O povo é quem mais ordena
Dentro de ti ó CidadeEm cada esquina um amigo
Em cada rosto a igualdade
O povo é quem mais ordena
Dentro de ti ó CidadeDentro de ti ó Cidade, oh, oh, oh
Juro em ter a companheira
A sombra de uma azinheira
Que já não sabia a idade

Deixo-vos com a Historia contada aos mais pequenos através da musica, haverá melhor forma de ensinar? É assim que eu quero transmitir a mensagem ao meu filhote 🙂

“Esta é a história De uma grande vitória

Sei que és novo mas vou tentar explicar

A vida era de pedra Tão dura como a guerra

Que na rua não se podia falar

Eram tantas as palavras

Entoadas com guitarras

Que nas rádios não se podiam cantar

As prisões eram o castigo

De um país que andava ferido

Sem saber que já não dava para aguentar

Esta é a história

Que um dia tb vais contar

Esta é a história

Que um dia tambem vais contar

Cansados da ditadura

Da uma vida de amargura

A tropa decidiu avançar

Mas os carros de combate

Que partiam para o ataque

Só tinham muito amor para disparar

E então fez-se outra guerra

Lá para o meio da Primavera

Só com flores para ninguém se magoar

Esta é a história

Que um dia tambem vais contar

Esta é a história de um povo

Que lutou sem sangrar

E a dura ditadura

Que já estava tão madura

Caiu logo sem ninguém para a amparar

E o povo que andava triste

Então gritou de mão em riste

Somos livres ninguém nos pode parar

E a festa veio pra rua

Prolongou-se até que a lua

Pudesse com o povo celebrar

Esta é a história

Que um dia tb vais contar E

sta é a história de um povo

Que lutou sem sangrar

Esta é a história

Que um dia tambem vais contar

Esta é a história de um povo

Que lutou a cantar

E se algum dia alguém te perguntar

Como era vida naquele tempo e lugar

Podes dizer que era como ter asas e não poder voar

Podes dizer que era como ter asas e não poder voar…

About Matilde Ferreira

E a vencedora foi…

Elisa com Medo de Sentir 🙂

No passado sábado realizou a grande final do Festival da RTP da Canção 2020. Não ganhou a minha preferida que revelei aqui mas fiquei contente na mesma pois ganhou uma das minhas preferidas. E sinto que Portugal está muito bem representado no Festival da Eurovisão deste ano em Roterdão.

Adorei a Gala, gostei muito da homenagem que fizeram à RTP pelos seus 65 anos. Voltei atras no tempo e soube mesmo bem.

Qual é a saída
Eu acho que já não sei amar
E se o amor me convida
Agora não consigo aceitar
Parece que é rotina
A minha solidão teima em voltarEu não era assim
Mas agora tenho medo de sentir
Pergunta ao tempo, ele sabe tudo sobre mim
Pergunta ao tempo, ele sabe tudo sobre mim
(Pergunta ao tempo, ele sabe tudo sobre)Se me dás a tua mão
Eu não sei como vou reagir
Se falas de coração
Parece que estou outra vez a ouvir
Mais uma ilusão
Que não tarda muito em partirEu não era assim
Mas agora tenho medo de sentir
Pergunta ao tempo, ele sabe tudo sobre mim
Pergunta ao tempo, ele sabe tudo sobre mim
O que ele guarda, diz tudo o que eu sinto por tiEu já tentei mudar
Mas a vida levou
O melhor que eu tinha em mim
E se um dia eu voltar
Esperarás por mim?Eu não era assim
Mas agora tenho medo de sentir
Pergunta ao tempo, ele sabe tudo sobre mim
Pergunta ao tempo, ele sabe tudo sobre mim
O que ele guarda, diz tudo o que eu sinto por ti
(Pergunta ao tempo, ele sabe tudo sobre mim)
Oh, oh

E vocês, gostaram desta escolha do publico? Sim, porque o júri fez-nos sofrer ate ao final ao escolher Filipe Sambado com Gérbera Amarela do Sul

About Matilde Ferreira

Festival da Canção 2020

Esta é a minha canção preferida do Festival da Canção deste ano. Para mim ja ganhou e a melhor representação portuguesa para o Festival da Eurovisão. Barbara Tinoco. Fixem este nome. Pela primeira vez em muitos anos, ja não via tanta variedade musica num Festival da Canção da RTP. E em boa hora.

Sobre esta musica, gostei de tudo, desde a sonoridade, à voz da cantora ate à letra que diz tanto e tem tanto para contar.

Não nunca vai dar não é para ser acabou entre nós meu amor
eu tentei dizer fiz-te entender que estava perto do fim
dá-me os meus EPs os LPs dá-me tudo o que te emprestei
o livro de Vinicius de Moraes e “O Retrato de Dorian Gray”

e se algum amigo quiser saber do que aconteceu
diz-lhe que a culpada não fui eu

eu que te mostrei a Lua com Georges Méliès
eu que te mostrei a vida longe da TV
e tu ris-te de mim como Jean-Baptiste “Molière”

eu que te fiz questionar com Marcel Duchamp
dançamos com Django Reinhardt até de manhã
e tu nem de Piaf conseguiste ficar fã

sim posso voltar mas pra buscar a minha coleção de BD
os meus cartões postais os meus bonsais e a ração do Barber

e se alguém perguntar porque desapareci
diz que não estou mais para anormais e que fugi de ti

eu que me entreguei, e nem é habitual
eu que me esforcei até mudei o visual

digo agora adeus a esse olhar tão banal

eu que nunca fui muito de rezar
mas mesmo assim subi pra cima do altar
não sou mais pitéu, não, nem o teu troféu

casal eu e tu, nem no passe-partout (x3)

No proximo dia 7 eu vou estar a torcer pela Barbara e voces? 🙂

About Matilde Ferreira

Portugal virou o Faroeste?…

Noutro dia em menos de 5 minutos recebi esta e e esta noticias do JN. Assustador! Onde pára o respeito pelas pessoas que cuidam de nos e nos protegem? Sim, falo tanto dos profissionais de saude como dos policias. Sem querer tenho de dar razao à Dra. Suzana Garcia. É assim tão difícil perceber que estas pessoas existem para o nosso bem? É assim tão difícil porem-se o lugar delas? É assim que faço no meu dia-a-dia, tento colocar-me sempre no lugar das pessoas com as quais me cruzo, sejam as educadoras da creche do meu filho ou a caixa do supermercado. Não custa assim tanto, pois não? E o mundo precisa tanto, não concordam?…

https://tviplayer.iol.pt/programa/voce-na-tv/53c6b3153004dc006243b077/video/5e146fc90cf2071930689e1e

Imagem retirada do Google

About Matilde Ferreira

RePost: As minhas duas cidades

Escrevi este post ha mais de 4 anos, em Maio de 2014 mas o sentimento é o mesmo. Porto e Londres, as minhas duas cidades. O meu coração está dividido entre as duas. É uma sentimento que não se explica mas é tão bom. As minhas duas cidades têm mais em comum do que o se possa pensar. A bruma da nevoeiro que as deixa tao belas quanto nostálgicas. O simbolismo dos seus monumentos. A beleza das suas ruas. Cada recanto cheio de historia. As suas luzes que ficam ainda mais magicas nesta altura do ano.

Estas duas cidades que me dizem tanto, uma viu-me nascer e a outra acolheu-me para viver.

São os meus lugares do coração, as minhas casas, sei que tanto Londres como o Porto me vao acolher sempre que eu quiser e precisar 🙂

About Matilde Ferreira