Corria o ano de 1994…

Fotografia de grupo da turma 11o D em Bordeus

Ha 23 anos, mais precisamente na noite do meu aniversario, 19 de Março, eu e a minha turma do 11o ano iniciávamos a viagem das nossas vidas por essa Europa fora, rumo a Alemanha do Leste, durante 15 dias de autocarro! Sim, leram bem,de autocarro, a comer em Mcdonalds 😀 Resolvi escrever este post no decorrer dos últimos acontecimentos estúpidos dos alunos portugueses em Espanha… acreditem que por todos sítios por onde nos passamos nao houve razoes de queixa, e dizem as mas línguas que éramos considerados a pior turma da escola, diziam eles que nunca fizeram nada para terem uma oportunidade como a nossa, pois mexemos mundos e fundos para concretizar esta viagem, inclusive tivemos uma preciosa ajuda financeira da Salvador Caetano.

Vejam se descobrem a Tily? 😀 Sou a primeira a contar da direita 😛

Saimos da nossa santa terrinha precisamente a meia noite do dia do meu aniversario, chegamos de madrugada a Espanha, e de manhãzinha estávamos a passar o Santiago Barnabeu em Madrid, continuamos rumo aos Pirenéus, e chegamos a Bordeaux ja de noite onde pernoitamos, fomos jantar a uma feira popular. Na manha seguinte rumamos a Paris onde também ja chegamos ao final da tarde, e ja nao podemos visitar o Louvre por ja se encontrar encerrado, porque antes de entrar em Paris fomos ao Palácio de Versalhes, o mesmo ja estava fechado mas aproveitamos para tirar fotos nos jardins, lembro-me que estava mesmo muito frio. Acreditem, ver a Torre Eiffel pela primeira vez foi uma emoção muito grande. Jantamos no McDonald’s das Galerias do Centre Pompideu onde eu dei uma trinca num bigmac que me deixou tao enjoada que ainda hoje nao consigo comer o raio do hamburguer… (a estúpida da professora armou-se em parva comigo e disse que se eu nao comesse aquilo, ia para a cama de barriga vazia…gente triste, nao acham?). No dia seguinte fomos conhecer a cidade, subimos ate ao Sacre Coeur, passando pelas Galerias LaFayette e passamos por artistas de rua, uns estavam a fazer retratos outros mímica… ate a nossa “querida” professora Margarida, sim a mesma da cena do hambúrguer, quis pousar com um deles… vejam so a figurinha 😛 A noite o jantar foi pizza 🙂 para compensar dos hambúrgueres 😛 No dia seguinte rumamos ate a zona “proibida” do Moulin Rouge que fica bem próximo de um dos meus locais preferidos, o cemitério Pere La Chaise onde esta sepultado, o grande Jim Morrison (para quem nao leu a biografia dele, que irei falar aqui em breve, recomendo No One Here Gets Out Alive) entre outros. Depois do almoço, fomos dar uma voltinha pelo Sena de bateau-mouche, lembro-me que fazia mesmo muito vento, e de termos ficado muito admirados por termos visto um casalinho gay  a dar um beijinhos por baixo de umas das pontes… ao inicio ainda pensamos que era um rapaz e uma rapariga mas depois constatamos o óbvio 😀

Estatua da Liberdade

Curiosidade: Sabiam que esta e a verdadeira e original estátua da Liberdade? A de Nova Iorque foi oferecida pelos franceses aos EU após a 2a Guerra Mundial,como podem ver aqui.

Saímos da cidade ja de noite, contornando o Arco do Triunfo, com as lágrimas nos olhos ao dizer adeus a cidades das luzes.

Seguimos viagem, rumo a Belgica onde vivemos momentos muito divertidos no hotel onde ficamos, quer dizer os meus colegas viveram pois estava tao cansada da viagem que adormeci mal cai a cama. Em Bruxelas ficamos encantados com a Grand-Place e nao descansamos enquanto nao descobrimos o menino a fazer xixi 😀 A noite fomos visitar a nossa antiga professora de Historia, Maria dos Anjos que estava a viver com o marido, que era deputado no parlamento europeu, na cidade… como eles viviam num condomínio fechado, lembro-me perfeitamente dela nos pedir para nao fazermos barulho… e claro que nos obedecemos mas e muito difícil uma turma de 30 alunos conseguir ser discreta 😛

Rumamos a cidade de Colonia, primeira estadia da Alemanha! E adivinhem onde comemos mal chegamos? Acertaram, no McDonald’s 😀 Por incrível que pareça  comi um hambúrguer de bacalhau delicioso 🙂  Eu adorei Colónia, so tive de pena de estar muita coisa em obras mas ficou a vontade imensa de querer regressar a esta bela cidade alema 🙂 Lembro-me que foi la que comprei o perfume original com o mesmo nome da cidade, kolnisch wasser 4711,  para a minha madrinha, pois ela tinha-me pedido muito, e aproveitei comprei uma miniatura para mim.

De Colónia rumamos a cidade que nos iria acolher durante 4 dias, demoramos um dia a atravessar a Alemanha de uma ponta a outra, e chegamos a Werdau ja de noite onde fomos muito bem recebidos. Foram 4 dias muito intensos e cheios de aventuras; o pai da minha alema era engenheiro civil e tinha acabado de chegar de Nova Iorque nessa mesma noite. Falava um ingles fluentissimo. A mae da minha alema arranhava no ingles, dizia ela que era com ajuda dos filmes sem legendas e sem dobragens ( na Alemanha e como em França, e tudo dobrado e nao ha legendas), notei que a queda do muro ainda estava muito recente, apesar de terem ja terem passado 5 anos, esta parte da Alemanha foi a que mais sofreu com a divisao… os nossos jantares eram muito simples, sandes de pao escuro e fruta mas acreditem que nao passei fome enquanto la estive. Eles sabiam dar o valor. Tenho pena de ter perdido o contacto com eles. No meu ultimo dia, encheram-me de presentes e deram-me um urso de peluche muito fofo para o meu irmão mais novo. Deixaram-me mesmo de coração cheio. Ah nestes 4 dias visitamos Dresden, uma cidade quase na fronteira com a Polónia por onde passaram muitos judeus para Auschwitz. Ah nestes 4 dias tambem a nossa alimentação melhorou bastante uma vez que nao vimos fast food 😛 Ah e verdade, informação extremamente importantíssima, foi na na escola dos nossos amigos alemães que aqui a Tily deu uma passa num cigarro pela primeirissima vez! Hehe 🙂

Retomando a viagem, desta feita de regresso, rumamos ao sul da Alemanha, com destino a capital da Baviera, Munique, nao fomos ao centro, com muita pena nossa pois segundo as professoras o tempo ja estava apertado… desculpas! Fomos a aldeia olimpica nos arredores onde visitamos a sede da BMW, cujo concessionário português era o nosso padrinho da viagem, Salvador Caetano. Nos adoramos, parecia que estávamos num filme de ficção cientifica, tudo muito branquinho e cheio de tecnologia… ah e grandes maquinas! Ah nos entretantos ainda aproveitamos para dar uma voltinha rapida nas imediações onde foram “desviados” uns cachecóis de vários clubes europeus 😛 (e nao, eu nao tive lata para trazer nenhum, com muita pena dos meus manos).

Atravessamos a Suiça durante a noite, em direcção a uma das minha cidades preferidas, Lyon (voltei la em 2008 desta feita em trabalho sendo a minha primeira viagem de aviao… um dia conto-vos tudo) Em Lyon voltamos ao fast food… e nao vao acreditar mas as senhoras professoras deixaram-nos a nossa mercê e foram jantar a um sitio caro, ja viram a responsabilidade? E podia ter dado para o torto se nao fossem os rapazes… um grupo de argelianos tentaram encurralar-nos a porta do mac mas os rapazes fizeram-lhes frente e felizmente deixaram-nos ir a nossa vida. Nao vao acreditar mas vi mais da cidade quando fui sozinha do que da primeira vez.

No dia seguinte rumamos a toda a velocidade para Espanha, atravessamos os Pirenéus sob uma tempestade de neve, acreditem, metia medo, mas tudo foi possível graças aos estes dois senhores, os nossos queridos motoristas, que eram mesmo muito divertidos. Fomos a Andorra, apesar da nossa vontade ser Barcelona, mas as nossas queridas professoras tinham outras ideias em mente que so soubemos vimos a policia da alfandega a mandar parar o autocarro com caes, valeu-nos o sangue frio de alguns colegas nossos que conversaram com os policias que se foram embora logo de seguida ao verem que éramos so um grupo de alunos inocentes. mas ainda bem que eles nao revistaram o autocarro pois se nao tinham encontrado as comprinhas que as nossas professoras tinham feito na cidade.

Atravessamos mais uma vez Espanha a todo o gas e chegamos a Portugal com um dia de antecedência e a minha mae tina a minha espera um delicioso bacalhau com natas que eu lhe tinha pedido no dia anterior ao telefone.

O nosso autocarro a entrada do cemiterio Pere-LaChaise, a nossa “casa” durante 15 dias

A viagem foi inesquecível mas o regresso a casa foi do melhor 🙂

Em Maio foi a vez dos alemães irem visitar-nos, ao contrario de nos, eles foram de avião, foi uma semana cheia de aventuras, com muitas festas, passeios pela cidade do Porto, visitamos as caves da Taylor’s, mostramos-lhes os nossos monumentos, as chaves da Igreja de S. Francisco na Ribeira, foram divididas, uma foi parar ao fundo do rio, outra foi para casa de uma colega nossa e a terceira foi para a Alemanha, e o nosso Douro, claro! 🙂 houve quem fumasse uns charros na “cozinha” dos chassos a cair de podre das camionetas da antiga Auto-Viação de Grijo 😀

Na hora da despedida…

Esta foto foi tirada pelos alemães quando se preparavam para regressar a Alemanha…

Aeroporto Francisco Sa Carneiro em 1994

Desde ja peço desculpas por ter poucas fotos, alias estas nem sao minhas mas sim de antigos colegas meus que publicaram num grupo do facebook sobre a viagem. Naquele tempo as maquinas digitais ainda eram um raridade, salvo erro. Eu levei maquina de rolo e andava sempre a contar quantas fotos ainda tinha disponíveis para tirar. Infelizmente as minhas fotografias foram destruídas pelas minhas primas mais novas… 🙁 Como veem a minha rica família e cheia de ovelhas negras… mas nao vale a pena falar de coisas tristes como veem a minha memoria esta bem recheada de recordações.

Ainda nao sai da Europa mas ate agora estes foram os locais onde ja estive, e voces ja viajaram muito? 😉 Viajar faz bem a alma 🙂


 

 

 

 

 

About Matilde Ferreira

Vamos fazer as malas? ;)

3 foi a conta que Deus fez 😀 3 malas, uma para cada um, para 3 semanas em Portugal em casa de familiares 🙂 Tudo organizado nestes sacos de vácuo, basta usar um aspirador e voila, o ar sai todo e os sacos ficam bem comprimidos 🙂

Para mim a minha roupa resumiu-se a isto:

2 pares de calcas, 2 leggings, 1 saia, 2 vestidos, 2 jumpers, 2 camisolas de gola, 1 casaco de malha comprido, pijama, 1 par de abrinas, roupa interior, necessaire com os basicos, casaco vestido e botas calcadas 😛 Como veem e facil organizar os looks mentalmente 😛 Next!

Para o marido igual, 2 ou 3 pares de calcas, meia duzia de tshirts, 3 sweats/ pullovers, uns sapatos, roupa interior, necessaire com os basicos, casaco vestido e botas calcadas 😛 😉

Para o bubba, ate acho que levei roupa a mais , porque a avo e prevenida, por isso dos 12 bodies que levei, poucos usou hehe 😀 Coloquei toalha de banho que tambem nao foi necessaria pois a vo tinha duas 🙂 As roupinhas dele fiz questao de fazer o mesmo que fiz na mala da maternidade dele, coloquei por conjuntos em sacos transparentes com zip (daqueles de guardar comida no congelador); Se nao estou em erro julgo que levei 7 conjuntos de roupinha + a roupinha de Natal :), um necessaire com os seus produtos de higiene mais meia dúzia de fraldas, como íamos para Portugal ficamos em casa de família, temos sempre a possibilidade de comprar o que falta durante a estadia 🙂

O saco do bebe foi connosco na cabine assim como as nossas mochilas 🙂

Espero que este post vos tenha sido util 😉

About Matilde Ferreira

E o fim de semana passou… :) ♥

…e que bom que foi, com muita conversa, numa roda de amigos e muito muito chazinho do bom e visitas de família vindas de terras alemãs, e tão bom ver pessoas queridas que ja nao vemos ha quase 20 anos… meu Deus, como o tempo passa! E deixa-nos a pensar tanto… Os anos passam tao rapido e as circunstancias da vida afastam-nos de quem mais gostamos, muitas das vezes sem querer.

img_20161001_182126

Super Happy Baby!

Pois e, o bebe Louis este fim de semana esteve sempre rodeado de pessoas, e isso fez-lhe tao bem, pois sorriu tanto mas tanto que os papas ficaram de coracao cheio, e tao bem ver o nosso bebe bem e feliz 🙂

No sábado fomos almoçar ao cafe aqui em frente com os nosso vizinhos de cima, portugueses açorianos e um casa também português portuense que vive na vila vizinha, e depois passamos a tarde em casa dos vizinhos de cima, em amena cavaqueira com muito chazinho a mistura, como falei acima, chazinho esse do bom, adorei o cha de ananas e coco,  (depois digo-vos a marca assim que a minha vizinha me disser, pois com a conversa esqueci-me de tomar nota… shame on me) e assim estivemos ate a hora do Louis papar, ah pois porque ele agora e que manda e decide 😀

E no domingo, tivemos as tais visitas familiares vindas da Deutschland 🙂 Sim, finalmente ao fim destes anos todos estive com a minha priminha Andreia 🙂 E ela trouxe uma amiga muito fixe, chamada Christina, incrível, eu e a Andreia também somos Cristinas de segundo nome, coincidências giras 🙂 Esta minha priminha emigrou com os pais para a Alemanha, com apenas 5 aninhos, ela e o meu mao mais novo, na altura com 2 aninhos apenas, eram os melhores amigos, andavam sempre um atras do outro, tenho tantas saudades desses tempos que nao voltam mais… e incrivel que nenhum nem outro se lembra desses momentos… a nossa mente e mesmo marota 😛 primos

img_20161003_142022

Prendinhas em forma de roupinha que os papas da prima enviaram para o Lu, que lindo que vou ficar 🙂 primeiro fato de treino do bebe vindo directamente da Alemanha, com muito amor e carinho ♥

 

O meu querido Rui mais uma vez foi incansável, enquanto eu tratava do Lu, ele fez o almoco, uma deliciosa Shepherd’s Pie, que um prato tipicamente britânico muito parecido com o nosso empadão, e ainda fez uma deliciosa tarte de lima, que eu nao me canso de gabar 🙂 Tudo isto no dia em comemoramos 11 anos de relacionamento 🙂 limepie

Depois disso, fomos dar um belo passeio a Windsor onde passeamos e elas tiraram bastantes fotos 🙂 nao admira que a tia Belinha adore passar la a maior parte do tempo, e para nos e bem proximo, pois fica apenas a meia hora de carro 🙂

windsorprimas

E assim se passou um fantastico fim de semana 😉 E o vosso como foi? 🙂

Boa semana!

fb_img_1475493655814

 

About Matilde Ferreira

Die Dam!

DSCF4581

Fonte proxima do nosso hotel… 🙂

Fomos ali a Amsterdam e ja voltamos 🙂 🙂 🙂 (nos passados dias 12, 1 e 14 de Outubro)

Depois da peripécia de termos perdido uma coisa tao grande como um avião… Sim, apesar do aviao da British Airways estar 5 minutos adiantado, o Sr Comandante nao nos quis abrir a porta… valeu-nos o sangue frio, nervoso, do meu querido Rui que nao desistiu de nos arranjar novo voo 🙂 Estas viagens sem estas aventuras nao tinham piada nenhuma, certo? 😛 Tudo por causa das idas ao hospital hehe Ou seja, a partida saimos do hospital e a chegada fomos direitinho para ele… Voamos de taxi, quase! Tudo por uma boa causa que falarei mais a frente no blog 🙂

12141733_10153650529037365_3402656638075336231_n

An handsome guy on the streets of Amsterdam… 🙂

Pode-se dizer que superou as minhas expectativas, adorei passear pelas ruas da cidade dos canais, a Veneza do Norte 🙂

Conhecida como a cidade da tolerância, e fiquei a perceber porque, pois isso vive-se muito nas ruas, toda a gente se respeita, a policia poucos motivos tem para interverir, da para entender a velha maxima do holandeses: vivem como se nao houvesse amanha! 🙂

Sim, fomos com pouco tempo, dois dias de puro relaxe, mas ficamos com a promessa de voltar com mais tempo ate porque quero muito visitar a casa de Anne Frank 🙂

12118847_10153657635747365_107825333869078953_n

em frente a uma igreja na Red Light District… ajoelhou, vai ter de rezar!

DSCF4782

A zona… Red Light District com a beleza de um dos muitos canais!

Adorei visitar o museu de Amsterdam onde respiramos toda a historia da cidade. Fartamo-nos de de andar pelas fantasticas ruas que iam sempre dar aos canais, e nao podiamos deixar de ir a famosa Red Light District onde as meninas ja faziam poses para cativar os clientes 😉 😛

12079668_10153657681092365_1246955912091193221_n

Postcards from Amsterdam!

Acreditem que nao achei nada demais nem nada de especial… digo mais ate achamos um pouco deprimente ve-las ali fechadas, mas sempre e melhor estarem ali do que andarem a deambular pelas ruas.

Do que mais gostei foi do cheirinho a erva que se fazia sentir pelas ruas, palavras para que, sempre e mais agradável que o cheiro a tabaco 😀 😛

12096349_10153657628567365_4260150780255222536_n

Fila para a Casa Museu de Anne Frank…

Como não conseguimos ir a casa da Anne Frank…

Esta era a fila para a Casa-Museu dela, aproveitamos para passear muito pela cidade 🙂

O primeiro passo foi esta igreja mesmo ao lado da Casa da Anne, Zuiderkerk, a southern church, uma igreja protestante lindíssima, que eu prezei pela sua simplicidade 🙂 Foi a primeira igreja da cidade feita especificamente para serviços protestantes.DSCF4648 DSCF4642

 

DSCF4657

No interior uma replica da da magnifica torre da Igreja 🙂

DSCF4654

Adorei esta árvore de metal para colocar as velas, simplesmente linda!

12079728_10153657690472365_1694182383339700215_n

Olha o big foot dos Monty Python 😀

12105814_10153657620852365_3859807878204834825_n

E mesmo ao pe da igreja, a estátua da Anne 🙂 Adoro esta foto 🙂

A caminho do almoço passeamos pelos vários canais, vimos muitas bicicletas e casas tortas 😀 DSCF4647

Casas junto a Casa-Museu de Anne Frank 🙂

12096084_10153657621587365_6556498580767281521_n

a death bicycle…

12107822_10153657623167365_5172163461961506186_n

Por ai, vendo os canais 😛

10353088_10153657621487365_3777617647824460083_n

a lot of bicycles… i want to ride my bicycle 🙂

12115744_10153650571737365_1974976517000348861_n

Paisagens lindas… era capaz d me mudar para ca 🙂

E as coisas que se encontram pelas ruas da cidade holandesa?… Brrrr scary!

DSCF4658

E encontramos amigos distantes… DSCF4604

IMG_20151013_120610

Entradas do almoco 😀

IMG_20151013_115410 (1)

Pormenores do tecto do restaurante Argentino San Thomas 🙂

O nosso almoço foi num restaurante argentino, chamado Argentinos San Thomas que recomendamos por ser excelente tanto na boa comida como no bom atendimento, e fica mesmo muito bem localizado no centro da cidade, o mais engraçado foi que já na noite anterior fomos as tapas a uma tasca excelente chamada Pata Negra! Nunca pensei que os dutchs gostassem tanto de comida latina 🙂

DSCF4705

 

Seguiu-se uma longa caminhada pelas ruas da cidade ate ao Amsterdam Museum 🙂

DSCF4714

entrada do museu

DSCF4715

Look there’s the handsome guy again 🙂

Eu adorei este museu, e pequeno mas conta a historia da cidade passando por todas as etapas…

Desde as invasoes napoleonicas ate as invasoes da 2a GG, meu Deus, como este pais ja sofreu!

Sabiam que… a partir de 1942, os Judeus deixaram de poder viajar nos transportes publicos? A linha 8, “o electrico dos Judeus” e anulada e utilizada apenas para deportacoes. Desde a guerra que a cidade de Amsterdam nunca mais teve um electrico 8 em funcionamento.

DSCF4729

12072829_10153657689382365_5515336162272103325_n

memorial de Anne Frank no museu de Amsterdam

E porque este e mesmo o pais da tolerância, grandes coisas aconteceram ca, como o primeiro casamento gay, corria o ano de 1989,  e a despenalização de todas as drogas, fazendo juz a velha máxima de que o fruto proibido e mesmo o mais apetecido 😛 😉 E eu nao podia estar mais de acordo com isto 🙂

DSCF4730

pixlr (1)

 

 

 

 

pixlr_20151107161205889

Cocaina, heroina, cannabis,… all together!

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Nao seria tao bom se o mundo inteiro conseguisse viver na base da tolerância e seguisse o exemplo do povo holandês?… Que talvez por viverem como se nao houvesse amanha, sejam tao felizes e liberais 😉

Houve ainda tempo para pedalar um bocadinho 😀

DSCF4773

No museu ainda podemos ver a exposição de grafittis New York meets The Dam que esta a decorrer ate 24 de Janeiro de 2016, vale a pena ver 🙂

DSCF4747

Terminamos a tarde sentados numa das muitas esplanadas com vista para um dos muitos canais, a saborear um cha quentinho com um muffin de cannabis… cof cof cof 😀

12108225_10153657620062365_3635393021923968536_n

DSCF4791

E que bem que soube 🙂 😉

Acreditam que nessa noite não jantei, vencida pelo cansaço, aterrei na cama do hotel 😛 😀

Basta verem a minha carinha na manha seguinte ja no aeroporto 🙂

12088262_10153652346697365_7375610658276095715_n

1095663701044796512_21586062

E vocês ja foram ou gostavam de ir a Holanda?

Espero que vocês tenham gostado da nossa pequena aventura na terras das tulipas 🙂

Deixem as vossas opiniões na caixa dos comentários, e muito importante para mim 😉12106831_10153654919287365_6841859128567314085_n

 

About Matilde Ferreira