Category Archives: Memories

O Meu Pai

O meu pai era um homem simples e humilde, com os seus defeitos como qualquer ser humano. das melhores recordações que tenho é do meu pai gravar-me a cantar as musicas das Doce, O Sobe sobe balão sobe da Manuela Bravo, Eu vi um sapo entre outros êxitos da minha infância. 🙂

O meu pai não tinha muito mas sempre fez tudo para não deixar faltar nada à sua familia. Eu adorava ir com ele ao Hospital São João, no 78, sempre que ele ia dar sangue, e no fim as enfermeiras davam-me sempre um lanchinho, um pacote de bolachas maria e um sumo ou leite achocolatado 🙂 Sabia pela vida 🙂

O meu pai trabalhou a vida toda para não faltar nada à sua familia, e chegou à idade da reforma o trabalho deu-lhe um cancro na bexiga fruto dos anos em que andou a inalar vapores dos vernizes que usava devido à sua profissão como polidor de moveis, sem qualquer tipo de proteção. 🙁 Antes de ser operado o meu pais, que nunca teve medo de hospitais, estava com receio e eu disse-lhe ao telefone, daqui de Londres, que ia tudo correr bem, sempre com o meu optimismo natural. E correu, a operação foi um sucesso, conseguiram remover o cancro sem causar danos, pois este ainda estava na fase inicial mas o pior veio depois… o meu pai não resistiu a uma infecção hospitalar e acabou por não resistir… deixaram-no morrer sozinho e o pior, mandaram-no para a morgue sem insistirem em avisar os familiares 🙁 O Meu Pai nao merecia ser tratado assim depois de tanto ter contribuído para o o SNS com 40 de dador de sangue.

O meu pai faleceu ha quase 7 anos, 1 ano antes do nascimento do neto, Louis. Demos-lhe este nome em homenagem ao vô Luis que será sempre a estrelinha que guia o neto. E sabem o que mais? É isso que conforta o meu coração 🙂

About Matilde Ferreira

O Nosso Cantinho Secreto…

na hora do school run.

A minha mãe costumava dizer: “não tenho medo dos mortos, mas sim dos vivos“. E eu sou como ela.

Enquanto estamos à espera que a escola abra, o Louis adora percorrer todos os recantos desta igreja que fica mesmo ao lado da escola. Aqui sentimo-nos em paz. E sabe mesmo bem começar o dia assim 🙂

O mais incrível é que quando era miúda tinha de passar o cemitério da minha terra a correr, ao anoitecer, porque os meus queridos colegas da catequese e da escola gostavam muito de me meter medo com historias de “gente que levava bofetadas” e ficavam com a cara marcada por passarem à em cemiterios… brincadeiras muito parvas que afectam a nossa saúde mental. Hoje em dia passo bem em frente a cemitérios, mas evito de noite apesar de ja nao ter problemas nenhuns com isso. Alias eu gostava muito de ajudar a minha mãe a limpar os jazigos de familia, se bem que passava a maior parte do tempo a correr o cemitério todo 🙂 Outra coisa que nunca gostei foi de estar “paralisada” no cemitério no dia 1 de Novembro, a levar com o cheiro nauseabundo das velas a arderem… Acho que é uma tortura. Nem a minha mãe gostava, coitada. A melhor parte do dia, era chego a casa e comer castanhas assadas.

O melhor destes momentos são as gargalhadas que o Louis dá e faz bem à alma vê-lo assim 🙂

Qual é vosso sentimento sobre cemitérios?

About Matilde Ferreira

Os Livros da minha Infância e Adolescência

Aprendi a ler com os livros da Anita, andava sempre com eles debaixo do braço a fazer de conta que era a professora dos meus bonecos. Mais tarde li a coleção de Uma Aventura toda num só Verão. A coleção era da minha melhor amiga na altura. E eu devorava os livros com uma tremenda satisfação. Eu envolvia-me tanto nas historias que era como se eu também fizesse parte delas. 🙂 Haverá coisa melhor? E aprendi tanto com eles. Cheguei até a escrever para as autoras Ana Maria Magalhães e Isabel Alçada. 🙂

Como disse com os livros da Anita aprendi a ler e com os livros de Uma Aventura viajei por todos os sítios onde se passavam as aventuras dos cinco amigos. 🙂

Enquanto isso aqui o Louis começou a ler com a ajuda dos livros da Julia Donaldson, a celebre escritora do nosso amigo Grufalo, e tenho a certeza que mais tarde, ele vai se deixar encantar pelos livros de Harry Potter, e eu ja disse que vou ler com ele 🙂

Quais foram os primeiros livros que se lembram de ler? Quais os vossos preferidos?

About Matilde Ferreira

As Nossas Ferias

Férias! Finalmente! Estávamos mesmo a precisar 🙂 E nada melhor do que voltar a acampar para ser perfeito 🙂 Foi a primeira vez do Louis e ele adorou 🙂 Parece que nasceu para isso mesmo. Correu tão bem o seu baptismo no meio da Natureza. Fartou-se de fazer amizades e conversar com toda a gente. 🙂

Ele agora, volta e meia, esta sempre a dizer: let’s go camping 🙂

Foi tao fixe, como podem ver pelas fotos. A nossa tenda ficou na parte nascente do parque, junto à zona verde. Tínhamos camas de rede, o Louis adorou balançar-se nelas. Também tínhamos um pavilhão de actividades indoor onde vamos ao final do dia para descarregar energias. Mais uma vez o Louis divertiu-se muito a fazer amizades. Batia palmas aos meninos que estavam a jogar à bola e eu matei saudades de jogar o meu desporto preferido, basquetebol. Foi mesmo altamente.

BUDE

Descobrimos esta cidade no ano passado onde se situava o nosso Lodge, como vos contei aqui. E este ano descobrimos ainda mais o seu encanto. Tem uma praia linda com uma vista espectacular, mas toda ela é mesmo muito bonita, como podem ver pelas fotografias.

TINTAGEL

A praia do castelo do Rei Artur, que infelizmente nao podemos visitar pois os bilhetes estavam esgotados. Mas fomos ate à praia onde aproveitei para molhar os pés e que bem que me soube pois a agua estava deliciosa. Com muita pena minha o Louis deixou de gostar de praia… quer dizer ainda brinca na areia mas ja nao é a mesma coisa de quando era bebé, como brincou aqui nos Açores. E detesta ir à agua para grande tristeza minha… espero que para o ano corra melhor. Eu também tive essa fase quando era mais ou menos da idade dele mas depois passou-me, ou nao vivesse eu perto do mar. Se calhar é o que o Louis precisa, de ir viver para perto do mar. Sou uma eterna Menina do Mar como disse aqui citando a enorme Sophia.

BOSCASTLE

Voltamos ao sitio onde fomos felizes como falamos aqui . Este sitio tem uma magia natural que atrai toda a gente. 🙂 Depois de almoçarmos num pub da zona levamos o Louis a comer o seu gelado preferido, e não que ele se lembrou exatamente do sitio certo 🙂

Esta combinação de azul e verde é maravilhosa e deixa-nos com vontade de ficar aqui para sempre, de tão zen e relaxante que é 🙂

Sao estes momentos que tornam a Vida mais preciosa, são estas memórias que nos fazem felizes e nos enchem o coração. E o melhor é poder registar estas partilhas aqui convosco no meu Cantinho.Porque isto é mesmo o melhor da Vida 🙂

Deixem-se levar com esta vista maravilhosa e inspiradora 🙂 O mar é mesmo a melhor terapia 🙂

E voces, também gostam de acampar? 😉

PS: Deixei a surpresa final destas ferias e as refeições que fizemos para outros dois posts a sairem muito em breve, por isso fiquem a aguardar 🙂

About Matilde Ferreira

Uma Aventura no Museu da Ciencia

Ops, fizemos outra vez e partimos rumo à aventura. 🙂 O Louis foi pela primeira ao Museu da Ciência e adorou, e não podia ser de outra forma pois ele adora tudo o que seja relacionado com o Espaço, o nosso planeta Terra, astronautas, comboios e computadores, claro 🙂 Escusado será dizer que estava nas suas quintas 🙂 Ele adora tudo o que sejam maquinas e botões 😀

Ja por aqui falei que os museus ca em Londres são maioritariamente gratuitos, por isso não percebo porque toda a gente vai a correr para o Madame Tusseaud quando vêm ca mas cada um sabe de si. Neste momento os museus gratuitos como Science Museum, National History, British Museum e o Victoria & Albert só estão a aceitar marcações online por causa da pandemia e neste caso pedem um donativo irrisório a partir de 5£, o que nos achamos muito bem porque os museus precisam de ser sustentados e de manutenção.

Para chegar à zona dos museus, situada em South Kensington, na Exhibition Road, bem proximo do famoso Harrods, podem apanhar a linha verde do Underground, a District Line em Ealing Broadway ou Paddington Station, sim a mesma que deu nome ao ursinho ternurento. Por ser domingo nos tivemos azar, porque esta linha estava em manutenções e tivemos de apanhar o autocarro 23, bem junto à estação de Paddington com direção ao Royal Albert Hall que é dos edifícios mais lindos da cidade. Acabamos por ter um passeio diferente com uma vista espectacular sobre a cidade londrina.

Royal Albert Hall

Deixo-vos com as fotografias que falam por si 🙂 Aprendemos tanto nos museus 🙂

Estes comboios foram nos mostrados por um senhor guia voluntario do museu muito simpático 🙂

O Louis também adorou a parte dos brinquedos e utensílios antigos 🙂 Muito old school o nosso menino 🙂

Outra das zonas que o nosso Louis adorou foi a dos aviões 🙂

E claro, que nao podíamos esquecer a zona da historia dos computadores e das comunicações para delírio do nosso pequenote 🙂

Uma das coisas que o Louis gostou bastante foram os jogos interactivos existentes no segundo piso do museu 🙂

E por ultimo, deixo-vos com a lindíssima exposição sobre os relojoeiros de Londres. Eu adoro relógios e vocês?

No fim fomos trincar alguma coisa no bar do museu e o Louis aproveitou para se deliciar com um gelado 😀

À espera do autocarro de volta a casa… O Louis pergunta se gostaram da nossa visita ao museu? 🙂

Gostaram da nossa ida ao museu? Qual foi a vossa parte preferida? 🙂 Fiquem atentos pois em breve vamos contar outras aventuras nossas 🙂 Estas ferias estão a ser cheias de emoções 😀

E vocês, costumam ir a museus? 🙂

About Matilde Ferreira