Category Archives: Divulgaçōes

Leviano

Um filme cheio de emoções e momentos estranhos mas cativante com uma mão cheia de excelentes actores e actrizes. Alba Batista, Anabela Teixeira, Diana Marquês Gomes, Mikaela Lupu, Ruben Rua, Jose Fidalgo, entre outros. Nomes bem conhecidos da nossa praça, cheios de talento.

Festas. Paixões. Meia Idade. Adolescência. Violação. Está dado o mote para o enredo da historia.

Sinopse:

Na entrevista mais esperada do ano, as irmãs Adelaide, Carolina e Júlia Paixão unem-se com a sua mãe Anita para recontar passo-a-passo, os acontecimentos que deram origem a um dos casos mais polémicos de sempre em Portugal.

Podem ver o filme aqui no RTP Play.

Já viram?

About Matilde Ferreira

Alerta!

Imagem retirada da internet

Nestas coisas da internet, todo o cuidado é pouco. No outro dia fui contactada por uma empresa com uma proposta tentadora para publicar textos pagos. Ate aqui tudo bem… se a empresa existisse! Valeu o bom senso do meu Rui que logo à partida achou tudo muito estranho.

“Nós temos uma excelente equipa de redatores que poderia criar um artigo informativo (sem publicidades) totalmente exclusivo para o seu site, que incluiria uma série de links relevantes, incluindo um para um dos nossos clientes.”

Aquele “sem publicidades” é muito descabido não acham? Ora se eu estou a publicar textos que não são meus, logo estou a publicita-los, certo? E com este argumento ficamos sem resposta por parte da dita empresa.

Deixo-vos o nome da empresa para o caso de puderem ser contactados e estarem prevenidos.

Alias acabei de constatar que o site foi suspenso… conveniente nao? http://contentring.com/cgi-sys/suspendedpage.cgi

Através de uma pesquisa mais detalhada o meu Rui verificou que este site pertencia a esta empresa de publicidade. Infelizmente estas empresas criam estes scams para sacar dados dos utilizadores.


About Matilde Ferreira

Crescer…

…nao é facil. Mas é bom. Faz-nos bem. Por incrível que pareça, ao contrario da maioria nao tive pressa de crescer. Tive sim os meus medos, os meus receios, mas faz parte. E consegui ultrapassa-los. E é das coisas que mais orgulho tenho no meu percurso. Ninguém dava nada de mim. Talvez por eu aparentar ser aquela menina de aspecto frágil. Aprendi a acreditar em mim. Por gostar tanto de ser criança aproveitei todos os momentos. Quando cheguei à idade adulta enfrentei uma Depressão por ter querido viver muita coisa ao mesmo tempo… nao foi fácil mas consegui dar a volta, e aprendi a gostar de mim.

Para tudo é preciso dar tempo ao tempo.

E é mesmo isso que estou a fazer com o meu filho. Deixa-lo ser criança. Porque passa tão rapido. Quero que ele aproveite bem. Quero que ele tenha uma infância como a minha. Explorar. Observar. Ler. Escrever. Pintar.

Imagem retirada da internet

E voces, tiveram ou têm pressa de crescer? 🙂

About Matilde Ferreira

Curtas da Disney| Float (Voa)

“Porque não és normal?” perguntou o pai ao filho 🙁

Um filme com uma mensagem muito forte que nos deixa a pensar tanto.

Este filme fez-me pensar num amiguinho do Louis que está no espectro do autismo e que adora o Louis. O Louis também gosta muito dele e tem feito tudo para defender o amigo dos outros coleguinhas.

Porque todas as crianças têm o seu tempo, por isso acho que devemos deixa-las viver o seu tempo porque so se é criança uma vez na vida. Desculpem a redundância…

Este filme tocou-me bastante como mãe pelas razoes obvias.

Ja viram? 🙂

About Matilde Ferreira

O Magico de Auschwitz e O Manuscrito de Birkenau

Vivemos numa era em que as pessoas não sabem interpretar o que os outros dizem. Polemicas à parte eu tinha de ler estes livros e tirar as minhas conclusões. E mais uma vez não me arrependi de o ter feito.

Li o primeiro no Kindle, ja não vivo sem ele e por incrível que pareça leio mais rápido nele… a culpa é da pdi. O segundo li no formato papel, presente de Natal dos meus manos. Sabem aquelas leituras que nao conseguimos parar? Já há muito tempo que não tinha essa sensação. Arrepiei-me, chorei, fiquei revoltada… Quase que me revi em Auschwitz-Birkenau. A família de Herbert Levin, o magico Nivelli era composta por 3 pessoas, o casal e o seu filho pequeno, tal como a minha… personagens verdadeiras destes livros. Jose Rodrigues dos Santos baseou-se no diário de Levin, escrito por ele mesmo durante a sua estadia no campo de concentração, para escrever estes dois livros. Levin viu a sua família morrer em Auschwitz, numa das câmaras de gás, tendo conseguido escapar do campo de concentração Birkenau algum tempo depois., tendo vindo a falecer no ano do meu nascimento, 1977.

Segundo o Sr. Levin, os judeus ja sabiam para o que iam quando eram enviados para Auschwitz, ao chegarem la tinham duas realidades, ou a morte nas câmaras de gás e de seguida os corpos eram levados, por outros judeus para os crematórios, ou eram encaminhados para os campos de trabalho onde viviam em condições desumanas… resignados à sua “sorte” à espera de também eles serem encaminhados para a morte certa. 🙁 Eu não quero imaginar tamanho sofrimento e isto só me faz ter nojo e repudio dos nazis. Como é que alguém pode maltratar assim outros seres humanos? Ninguém é mais ou menos do que ninguém. Na minha ideia estamos todos aos mesmo nível e devemos viver todos da mesma maneira. Na minha cabeça não ha espaço para raças superiores.

Pensei muito em Anne Frank. O que teria acontecido se ela nao tivesse escondido o seu diário e o tivesse levado consigo para Auschwitz? Os nazis ficavam com todos os pertencentes dos judeus aquando da sua chegada aos campos de concentração. Jamais teríamos conhecido a historia de Anne… foi o pai de Anne, o único sobrevivente da família que publicou o Diario da filha.

Precisamos de mais livros sobre o Holocausto, sobre Auschwitz. Para calar aqueles que dizem que estes acontecimentos nunca existiram… 🙁

Sabem o que mais me deixa frustrada? Saber que existem pessoas capazes de deturpar as situações e se compararem aos judeus do Holocaustos como os anti-confinamento e anti-vacinas. Como é possível serem tão imbecis para fazerem semelhante comparação? Que falta de noção e bom senso… 🙁

Deixo-vos com o filme animado sobre a Vida de Anne Frank.

Jamais deixem esquecer a Historia!

About Matilde Ferreira