Tag Archives: Reflexōes

O Poder da Internet…

influencers. Hoje em dia as pessoas têm na internet uma ferramenta, uma arma muito forte. Para o bem e para o mal. E muitas das vezes as pessoas não fazem por mal quando estão a sugerir alguma coisa só porque gostam (eu contra mim falo, pois as vezes dou por mim inconscientemente a sugerir algo sem saber se as pessoas vão gostar). Eu gosto de partilhar coisas que gosto sem querer influenciar ninguém, pois sei que todos temos gostos diferentes ou não fossemos todos isso mesmo… diferentes. A minha mãe sempre me disse para não ser “maria vai com as outras” ou então, perguntava-me sempre se os outros se fossem atirar ao mar, eu também queria ir?

Mas o que é demais é exagero, e eu começo a ficar cansada de tanta gente a influenciar sobre o que comer, o que vestir, onde ir, o que fazer… parece que estão a impor a vida delas aos outros. Eu gosto de viver a minha/ nossa vida sem dar satisfações a ninguém. Gosto de ser feliz à minha/ nossa maneira. 🙂

Agora aqui em Inglaterra o governo criou a maxima com o hashtag #eatouthelpout como forma de ajudar a restauração (sabem muito, estes governantes), coisa que nos sempre o fizemos em pleno lockdown através de take-away, não precisamos agora de modas, so porque toda a gente está a fazer… e o que eu acho mais incrível, é terem criado esta campanha com o virus ainda à solta por aí… tudo em prole da economia. 🙁 Não estou contra, o mundo tem de continuar mas acho que devíamos ser mais cautelosos porque o virus ainda não desapareceu. É que parece que as pessoas de um momento para o outro ja foram vacinadas, sem ainda existir vacina… 🙁

Hoje em dia as pessoas expõe tudo nas redes sociais, um exemplo disso, noutro dia uma rapariga que eu sigo aqui da cidade vizinha postou nos stories do instagram que numa manha de sábado, estava toda orgulhosa porque tinha tomado banho e mudado as roupas da cama, coisas essas que acho naturalíssimas de se fazer sem sentir necessidade de partilhar com o resto do mundo… Só sou eu que acho isso uma futilidade e uma forma de chamar a atenção?… 🙁

Pergunto-me, se nao existissem redes sociais o que seria da vida destas pessoas? Como exerceriam o poder de influenciar os outros?

About Matilde Ferreira

Just Be Aware

A proposito da polemica à volta dos ultimo tweets da escritora J.K. Rowling, lembrei-me que tinha este post nos rascunhos.

Antes de tomar uma decisão que pode mudar a nossa vida por completo, devemos ter a certeza do que realmente queremos, e se caso tivermos duvidas pois somos humanos, devemos procurar aconselhamento, quanto mais não seja profissional.

É perfeitamente normal termos duvidas existenciais no final da adolescência e inicio da idade adulta, também eu tive as minhas, acreditem. Eu tive a sorte de ter uma mae muito presente. Precisei de errar para mudar. E fiz-lo por mim. Mudar fez-me bem à alma, deixei de me sentir o patinho feio, foi preciso cair no fundo para me dar valor. Saí da Depressão, fui ao cabeleireiro, pintei o cabelo de ruivo, senti-me mais leve. Chama-se a isso crescer e ganhar maturidade. Quando temos de tomar estas decisoes importantes devemos ter a mente fria e a alma leve. Devemos pensar que são decisōes para a vida toda.

Vejam este exemplo partilhado pela BBC: Uma rapariga de 23 anos processou o NHS (Serviço Nacional de Saude inglês) porque diz que não foi bem aconselhada na altura em que decidiu mudar de sexo e agora não se sente bem com a decisão que tomou…

Estão a ver como devemos pensar muito antes de tomarmos este tipo de decisoes que podem mudar as nossas vidas para sempre? Se calhar a JK tem alguma razão no que disse, se calhar utilizou mal as palavras o que a levou a ser mal-interpretada… eu as vezes também sofro muito disto hehe 😀

Às vezes dava tudo para não ter deixado de ser criança… era tudo muito mais simples e descomplicado 🙂

E a propósito da JK, ela lançou um novo livro para crianças que esta disponível online em varias línguas, inclusive português do Brasil. Está também a decorrer uma competição para os miúdos fazerem desenhos inspirados na historia, e esta a ser muito bonito ver o perfil do Twitter da escritora, com a hashtag #TheIckabog cheio de maravilhosos e talentosos desenhos. 🙂

O livro chama-se The Ickabog e está disponível para leitura online aqui.

About Matilde Ferreira

Pensamento para a vida toda…

Tudo tem o seu tempo e nada acontece por acaso.

Aconteceu comigo. Varias vezes. Encontrei o Amor da minha vida por acaso depois de muitas desilusões, depois de dizer que não queria mais ninguém na minha vida. Mas também sempre disse que se tivesse de ser, seria, sem pressas e sem stresses. E assim foi. Esperamos um Verão inteiro para nos conhecermos. E assim aconteceu. Sem pressas e sem stresses.

Sempre tive o sonho de ser mãe. Quis a Vida que isso acontecesse tardiamente depois de muito luta e sacrifícios. Mas acreditei. Acreditei tanto mas tanto que aconteceu. Sempre com o pensamento leve e positivo. Não poderia ser de outra maneira.

Basta acreditar muito para os nossos sonhos se tornarem realidade, e lutar muito por eles. Porque nada cai do céu.

Imagem da minha autoria

E voces, acreditam nesta frase? 🙂

E continuem a sonhar muito 😉

About Matilde Ferreira

Sobre os limites de escrever…

Não, este não é um post de censura, muito pelo contrario mas é que vivemos numa era em que eu, na minha humilde opinião, acho que deviam parar para pensar quando vão escrever! Digo eu que nao sei nada mas já vi muita coisa, vão por mim, acreditem… é que escrever é uma coisa tão boa, tão maravilhosa, quando escrevo sinto-me mesmo bem, parece que respiro melhor pois é como se tivesse tirado um peso de cima da minha alma.

Parem para pensar antes de falar ou escrever, não custa assim tanto, vao ver. A internet e uma coisa tao bom, não a estraguem, por favor. 

About Matilde Ferreira

Aprender ate morrer…

Com o tempo tenho aprendido, por muito difícil que o seja, a ignorar quem não traz nada de novo a minha vida. O silencio muitas das vezes é a melhor resposta. Acreditem que faz muito sentido. Não preciso de pessoas mesquinhas que não trazem nada de novo a minha vida e só sabem lamentar-se e quererem saber da minha vida. A minha mãe sempre me disse: “quem tudo quer saber não tem nada que se lhe diga”. E incrível que essas pessoas normalmente gostam de saber, mas  pouco falam delas.

Cada vez confio mais no meu instinto. Só que ainda apanho surpresas. Acho que faz parte. O que eu não posso nem devo deixar e que a negatividade de certas pessoas perturbe a minha paz interior. Isso nem pensar! Desde que a minha consciência esteja tranquila, não devo satisfações a ninguém. Quem não entendeu a primeira, azarito. Não posso nem tenho paciência para pessoas sem noção. Tenho 40 anos e um filho para criar!

About Matilde Ferreira