Category Archives: Passeios

Happy Child| A special day

Este fim de semana esteve muito calor, por isso resolvemos ir ate à praia de Hastings aproveitar o bom e tempo e comemorarmos o nosso aniversario de casamento. O nosso Lu adorou. Sentiu-se como “peixe na agua”. Correu, saltou, pulou, brincou, fez amizades. Foi mesmo bom de se ver. Haja energia! É uma criança feliz.

E o melhor aconteceu no fim, quando fomos comer um gelado ao Pier e o Lu correu para uma bebe que estava sentada a tentar gatinhar, e ele na sua inocência foi tentar ajuda-la. Não uma nem duas, mas muitas vezes. 🙂 Ficamos orgulhosos por ver que o nosso filhote ja tem um espirito humanitário nato. Continua assim, meu querido. E a familia da menina foi muito querida para com o Lu. Jogaram à bola com ele, num verdadeiro espirito de convívio. E sabem que mais? Um pormenor importante, eram muçulmanos. Verdadeiros exemplos do espirito comunitário 🙂 Mais uma vez não devemos julgar na generalidade.

Fiquem com os momentos deliciosos do nosso pequenote que esta a 2 semanas de fazer 3 aninhos 🙂

E o vosso fim de semana como foi? 🙂

About Matilde Ferreira

Turista na minha cidade

Em Maio de 2012 fiz de guia para uma colega francesa da empresa em que trabalhava na altura.

Imagem da minha autoria – Tabuleiro inferior da Ponte Dom Luis I

Depois do almoço num dos restaurantes na zona ribeirinha de Gaia, começamos pelas caves Burmester. Por incrível que pareça foi a segunda vez que entrei numas caves, a primeira tinha sido em 1994 nas caves da Taylors. Depois de percorrermos as caves, fizemos uma prova de vinhos, que nos soube mesmo bem.

Imagem da minha autoria – Caves Burmester
Imagem da minha autoria – Caves Burmester

No final da visita guiada ainda tivemos direito a uma prova de vinhos. Recomendo!

Imagem da minha autoria – prova de vinhos nas Caves Burmester

Atravessamos o tabuleiro inferior da Ponte Dom Luis I em direção à Ribeira. Subimos ate ao Museu do Mercado Ferreira Borges, mas como não tínhamos muito tempo decidimos subir a Rua Mouzinho da Silveira, ate à lindíssima Estação de S.Bento, onde nos perdemos a contemplar os seus maravilhosos azulejos e arquitectura. De seguida, subimos a Torre dos Clérigos, tendo sido a primeira vez que o fiz, acreditam? Custou mas valeu a pena. A vista la de cima é maravilhosa e indescritível.

Imagem da minha autoria – vista da cidade do Porto, do lado de Gaia

As imagens falam por si 🙂

Imagem da minha autoria – Serra do Pilar vista da Ribeira do Porto

A minha colega, que ja tinha estado na nossa cidade, continuava deslumbrada com esta vista 🙂

E ficou ainda mais quando entrou na nossa estação, que ela julgava que nao estava em funcionamento.

Imagem da minha autoria – Estação de S. Bento
Imagem da minha autoria – estação de S.Bento
Imagem da minha autoria – Estação de S.Bento

A subida da Torre… 🙂

Imagem da minha autoria – subida da Torre dos Clérigos
Imagem da minha autoria – jogo de sombras

Ao chegar la em cima, esperava-nos uma recompensa maravilhosa, uma vista de cortar a respiração 🙂 Dá vontade de tirar fotos a tudo, para não perder nenhum registo 🙂

Imagem da minha autoria – Jardim da Cordoaria
Imagem da minha autoria
Imagem da minha autoria – vista da cidade do cimo da Torre
Imagem da minha autoria – Universidade do Porto frente ao Jardim da Cordoaria

De cortar a respiração 🙂

Imagem da minha autoria – vista do Douro ate ao mar
Imagem da minha autoria – a cidade e o rio

Depois de descermos a Torre, fomos ate à Livraria Lello onde tivemos uma terrível experiencia, com o homem aos berros connosco para nao tirarmos fotografias… coisa que nem sequer estávamos a fazer. Acreditam que nunca mais pus la os pés? Fiquei extremamente envergonhada e ofendida, mais pelo facto da impressão transmitida à minha colega francesa… 🙁

Mas nem tudo foi mau, atravessamos a cidade para ir lançar ao mitico Cafe Majestic e assim usufruirmos da nossa recompensa por termos subido a Torre. Estava um dia muito quente e soube mesmo bem deliciar-nos com um gelado triplo 😀

Imagem da minha autoria – terror do Majestic
Imagem da minha autoria – fachada do Café
Imagem da minha autoria – a nossa recompensa 🙂

Com muita pena minha faltaram os Jardins do Palácio de Cristal, Serralves, Castelo do Queijo, Rotunda das Boavista e uma viagem de teleférico, ou de elétrico ou no funicular dos Guindais, mas uma tarde só não deu para mais 🙂

O que mais gostam na cidade do Porto? 🙂

About Matilde Ferreira

A special place

Imagem da minha autoria – Ponte Pulteney – Rio Avon
Imagem da minha autoria _ Bath Abbey

No primeiro fim de semana de Maio, que foi prolongado, decidimos ir conhecer um lugar muito especial aqui da ilha. Chegamos la, foi como se estivéssemos na nossa Amarante, que tanto nos diz. 🙂 Ja andávamos à algum tempo para ir a Bath a terra dos famosos banhos romanos. Ficamos encantados, e fizemos a promessa de voltar.

A cidade é um encanto, desde a sua catedral, ate ao rio com uma paisagem de cortar a respiração. Por todo o lado se ouvia artistas de rua a espalhar a sua musica.

Imagem da minha autoria – artistas de rua
Imagem da minha autoria – artista de rua
Imagem da minha autoria – Bath Abbey

Da próxima vez temos mesmo de ir ao museu da famosa escritora Jane Austen.

Imagem da minha autoria – Museu de Jane Austen

Conseguem adivinhar qual dos dois manequins é humano?
Imagem da minha autoria

Pelo caminho ainda encontramos por uma bonita fonte, chamada Hand Fountain, meio escondida, numa das ruelas da cidade, e deparam-nos com as “mãos” de pessoas famosas, entre as quais as de Joan Collins

Imagem da minha autoria – Hand Fountain
Imagem da minha autoria – Hand Fountain

E não podíamos vir embora sem trazer o presente perfeito desta cidade, uma caixa dos famosos chocolates Charlotte Brunswick

Imagem da minha autoria – estatua de Charlotte Brunswick em frente à loja de chocolates com o mesmo nome
Imagem da minha autoria

Uma curiosidade, esta loja fica em frente a uma praça com uma arvore lindissinha chamada Sycamore Tree na conhecida Three Abbey Green.

Imagem da minha autoria

Sabiam que existe um cafe no interior desta ponte? 🙂

Imagem da minha autoria – Pulteney Bridge

E sem querer ainda nos cruzamos com uma das equipas de rugby deste jogo 🙂

Imagem da minha autoria – jogo de rugby

E aquele momento… em que não lês os sinais de que para entrar neste jardim tens de pagar mas mesmo assim perguntas ao senhor se podes tirar esta fotografia? 😀 😛 Ai, Tily, como tu andas 😀

Imagem da minha autoria – Parade Gardens
Imagem da minha autoria – Parade Gardens

A cidade tem tanto para ver e descobrir que ficamos com vontade de voltar outra vez.

Ja tinham ouvido falar desta cidade “romana” aqui em Inglaterra? 🙂

About Matilde Ferreira

Narrow Boats

Imagem da minha autoria – Narrow Boats estacionados no Regent’s Canal em Paddington
Imagem da minha autoria – Narrow Boats estacionados no Grand Union Canal

Aqui na ilha é muito frequente vermos estes barcos a passar. Eu chamo-lhes caravanas-na-agua. Sabiam que há pessoas a viver nestes barcos, como se fosse uma casa? 🙂

Bom fim de semana, gente linda e boa 🙂

About Matilde Ferreira

Fomos à praia das pedrinhas…

Imagem da minha autoria – Mar do Norte

…e gostamos tanto. Brighton superou as minhas expectativas. E o Lu adorou a praia. Porque tinha pedrinhas. A fazer lembrar as praias do norte de Portugal, que também têm pedrinhas junto ao mar. Foi mesmo muito bom sentir o cheiro da maresia e o som do mar. Agora percebo porque é a minha escritora preferida, Dorothy Koomson, escolheu esta cidade para morar. 🙂

Imagem da minha autoria – Praia de Brighton
Imagem da minha autoria
Imagem da minha autoria

Brighton é uma cidade tao rica e cheia de coisas para mostrar que nos faz ter vontade de voltar. 🙂

About Matilde Ferreira