Category Archives: Desabafo

O Poder da Pressão…

Esta resposta vai para quem me pressionou durante anos a fio para ter filhos, e depois ainda me perguntou porque é que eu não trabalhava, quando eu tive de parar por razōes de saúde! Eu sempre disse que tudo acontece no momento certo. Mas se não me tivessem pressionado tanto, talvez as coisas tivessem acontecido de uma forma natural…

Acho que se as pessoas pensassem mais antes de falar e se pusessem mais no lugar dos outros se calhar não teriam estas atitudes, digo eu… 🙁

As pessoas não imaginam o quanto a pressão que fazem faz mal 🙁 e que nos marcam para sempre… infelizmente 🙁

E vocês, o que acham desta pressão? Ja a sentiram na pele?

About Matilde Ferreira

Das coisas que não consigo comer…

Caracóis e percebes! Brrrr calafrios a percorrerem-me a espinha. Não percebo como ha pessoas que não conseguem comer sushi, mas caracóis ja é na boa… mas é claro que respeito, não me peçam é para comer coisas que me metem nojo 🙁 É daquelas coisas que nem que me pagassem o grande premio do Euromilhões eu comia… pois nada vale todo o dinheiro do mundo. Não consigo, faz-me confusão. Desculpem la qualquer coisinha hehe 😀

Das coisas mais irritantes é chegar ao Verão e ver os meus feeds do Facebook e Instagram inundados com imagens de caracóis nas mesas de esplanadas… como se não houvesse nada para comer 😛 Como por exemplo tremoços 😀

Imagem da minha autoria

Digam-me que eu não estou sozinha nisto, por favor? 😀

About Matilde Ferreira

Triste e revoltada.

Mais uma morte.Desta vez no nosso cantinho à beira-mar plantado. Não foi nos EUA. Foi em Portugal. Não consigo perceber o que leva alguém a matar a sangue frio uma pessoa que estava em paz a passear o seu animal de estimação. Não consigo! Sinto-me impotente por continuar a existir racismo. E pior, continuarem a existir pessoas que lhe dão voz…:(

Espero muito sinceramente que este ser desumano apodreça na prisão nos últimos dias que lhe restam, se ainda houver um pingo de justiça! Se tal não acontecer, revoltem-se! Façam como fizeram nos EUA com o George Floyd!

View this post on Instagram

Como? A sério, como? Deixa-me genuinamente intrigado como o conseguem fazer. O Bruno Candé foi assassinado com 4 tiros por ser negro. O Bruno Candé foi morto pela cor da sua pele e deixa 3 filhos de 3, 5 e 6 anos. E ainda assim, há milhares de comentários a desvalorizar a violência racista, milhares de pessoas brancas cujo patético orgulho é tão grande que não conseguem assumir que Portugal é estruturalmente racista. É racista quando faz sons de macaco ao Marega, é racista quando impede ou dificulta as pessoas racializadas de alugar casa, ter acesso ao ensino, aceder a determinadas oportunidades de trabalho. É racista quando alguns programas da manhã continuam a ter comentadores como a Suzana Garcia que chama "escumalha" aos negros. É racista quando um deputado manda uma deputada negra para a terra dela. É racista a cada piada racista que partilham nos grupos de whatsapp. É racista quando a polícia diz sobre o caso que parece ser um "crime passional". Mas que paixão foda-se? É racista de cada vez que os políticos desvalorizam o racismo. É racista sempre que dizem que temos de ser moderados e tentar ver o outro lado. É racista de cada vez que alguém diz que o racismo em Portugal não é sistémico. E tudo isso, e muito mais, é o que legitima a violência racista, é o que alimenta o ódio. Tudo isto foi o que matou o Bruno Candé, foi o que fez com que das últimas coisas que tenha ouvido em vida foi "preto, volta para a tua terra". A sério, como é que conseguem?

A post shared by Diogo Faro (@diogofaroidiota) on

About Matilde Ferreira

Meia Idade.

Mais de 4 décadas de vida. Duas delas no fim de século XX e as outras duas no inicio do novo milênio. Vi e vivi tanta coisa. Aprendi muito e continuo a aprender. De coração cheio.

Quanto mais aprendo mais vontade tenho de o fazer. Quando era miúda imaginava como seria a vida depois do ano 2000. Ficava excitada e assustada ao mesmo tempo. Esperava que a humanidade evoluísse em todos os aspectos. E hoje fico triste e frustrada por ver qua a humanidade parece que em vez de ter avançado, parece que regrediu nas mentalidades… parece que esta pandemia veio provar que as a humanidade banaliza a morte 🙁 Parece que de repente ja ninguém tem medo de morrer, parece que ja ninguém tem nada a perder. 🙁 Parece que está tudo a pensar que têm 7 vidas como os gatos. A humanidade está cada vez mais egoísta e umbiguista sem qualquer respeito pelos outros.

Mas eu continuo a pensar que vale a pena. A vida vale muito mais, é o nosso bem mais precioso.

Imagem retirada do Google
That’s great, it starts with an earthquake
Birds and snakes, and aeroplanes
And Lenny Bruce is not afraid
Eye of a hurricane, listen to yourself churn
World serves its own needs
Don’t mis-serve your own needs
Speed it up a notch, speed, grunt, no, strength
The ladder starts to clatter
With a fear of height, down, height
Wire in a fire, represent the seven games
And a government for hire and a combat site
Left her, wasn’t coming in a hurry
With the Furies breathing down your neck
Team by team, reporters baffled, trumped, tethered, cropped
Look at that low plane, fine, then
Uh oh, overflow, population, common group
But it’ll do, save yourself, serve yourself
World serves its own needs, listen to your heart bleed
Tell me with the Rapture and the reverent in the right, right
You vitriolic, patriotic, slam fight, bright light
Feeling pretty psyched
It’s the end of the world as we know it
It’s the end of the world as we know it
It’s the end of the world as we know it and I feel fine
Six o’clock, T.V. hour, don’t get caught in foreign tower
Slash and burn, return, listen to yourself churn
Lock him in uniform, book burning, bloodletting
Every motive escalate, automotive incinerate
Light a candle, light a motive, step down, step down
Watch your heel crush, crush, uh oh
This means no fear, cavalier, renegade and steering clear
A tournament, a tournament, a tournament of lies
Offer me solutions, offer me alternatives and I decline
It’s the end of the world as we know it (I had some time alone)
It’s the end of the world as we know it (I had some time alone)
It’s the end of the world as we know it and I feel fine (time I had some time alone)
I feel fine (I feel fine)
It’s the end of the world as we know it (time I had some time alone)
It’s the end of the world as we know it (time I had some time alone)
It’s the end of the world as we know it and I feel fine (time I had some time alone)
The other night I drifted nice continental drift divide
Mountains sit in a line, Leonard Bernstein
Leonid Brezhnev, Lenny Bruce and Lester Bangs
Birthday party, cheesecake, jellybean, boom
You symbiotic, patriotic, slam but neck, right, right
It’s the end of the world as we know it (time I had some time alone)
It’s the end of the world as we know it (time I had some time alone)
It’s the end of the world as we know it and I feel fine (time I had some time alone)
It’s the end of the world as we know it
It’s the end of the world as we know it
It’s the end of the world as we know it and I feel fine (time I had some time alone)
It’s the end of the world as we know it (time I had some time alone)
It’s the end of the world as we know it (time I had some time alone)
It’s the end of the world as we know it and I feel fine (time I had some time alone)
It’s the end of the world as we know it (time I had some time alone)
It’s the end of the world as we know it (time I had some time alone)
It’s the end of the world as we know it and I feel fine (time I had some time alone)

About Matilde Ferreira

Conselho Actual.

Sim, o Tom Hanks tem toda a razão e eu estou com ele. Não percebo como é tao difícil para certas pessoas lavar as mãos e usar mascara. A primeira faz parte dos nossos cuidados básicos de higiene e a segunda, bem a segunda é por uma questão de respeito para com os outros. É para o bem da nossa saude e dos outros. Ao recusarmos usar mascara, estamos a ser egoístas, e nada inteligentes.

Imagem retirada do Instagram

Se todos colaborarem, será muito mais fácil combater o virus e acabar com este estado de pandemia, não concordam?

About Matilde Ferreira