Desafio Gratidão| Semana 32: O Perfume

Ja por aqui tenho falado bastante sobre o perfume da minha vida, por muito anos que passem, eu so consigo usar o LightBlue de D&G e agradeço de coração cheio por o meu homem me conhecer tao bem. Dizem que namorados nao devem oferecer perfumes pois correm o risco de a relação nao durar muito…parece que somos excepção  à regra, ou então não somos supersticiosos hehe.

Gosto dos perfumes da Natureza, do cheiro das flores, do cheiro da terra molhada, do cheiro do mar, do cheiro do meu bebe.

Gosto de acordar com o cheiro a terra molhada depois de uma noite de chuva. Gosto de sentir essa frescura no ar.

Imagem da minha autoria

Podem  acompanhar este desafio da Gratidão criado pela Liliana Silva do blog Silver Wing aqui .

Quais sao os vossos perfumes/ cheiros preferidos? 🙂

About Matilde Ferreira

Mudar… por Cris Loureiro

Alô, alô! Sou a Cris e hoje regresso ao Cantinho da Tily. Se quiserem ver o que a Matilde tem a dizer sobre Londres deem um pulinho ao meu blog, ela está por lá.

A forma como cada um encara a mudança é muito pessoal, há quem tenha medo, há quem a ache excitante, há quem a evite a todo o custo, há quem a encare com naturalidade, há quem nunca a ponha sequer em causa, há quem esteja sempre a pensar nela… No meu caso eu não nego, não vou dizer que não tenho algum receio em mudar e não pondere e seja cautelosa em especial porque já não sou só eu, elas, as minhas filhas, têm um enorme peso em qualquer resolução e são elas que me levam muitas vezes a não arriscar.

Desde a idade adulto que encaro a mudança de forma bastante positiva, na minha perspetiva se decido mudar é porque não estou bem como estou e portanto irei contra uma insatisfação qualquer pelo que a ideia de mudança por si só gera esperança, contentamento e positividade. Mudei de Lisboa para o Porto e fui mais feliz, mudei do Porto para Londres para ser mais feliz e neste mudar realizei um grande sonho, por esse sonho mudei-me para Rochester e por outro sonho irei voltar a mudar mas ainda não é hora porque desta vez não sou apenas eu, sou eu (ele) e elas.

Mas mudar nem sempre envolve mudar de casa, de país ou cidade. Mudar de emprego é igualmente uma mudança que normalmente nos deixa ansiosos e receosos. Para mim mudar o meu ramo de atividade, mentalizar-me dessa mudança e render-me a ela foi um processo lento que me levou a onde estou hoje mas foi uma mudança que não envolveu apenas a parte prática de deixar de fazer uma coisa para fazer outra. Neste caso foi uma mudança interior acima de tudo e uma aceitação disso mesmo. Pensar que iria colocar um curso de cinco anos, muitos euros, desgaste, stress e muito, muito sacrifício de lado não foi tarefa fácil, foi uma grande luta interior. Aqui valeu-me a minha capacidade de análise, de entender o que era verdadeiramente importante para mim e de aceitar que nós próprios mudamos e o que um dia foi importante para nós, também pode mudar. As minhas prioridades passaram a ser outras e eu acabei por mudar para aquilo que ia mais de encontro à minha realidade atual onde o tempo e disponibilidade para a minha família assumiam o topo das prioridades.

Mudar é sempre um desafio mas a mudança traz crescimento e se a colocamos em perspetiva significa que algo não está a funcionar plenamente pelo que a mudança tem apenas de ser encarada com esperança e otimismo. Boas mudanças!

Foto da Cris Loureiro

Muito muito obrigada, querida Cris, por esta interação tão boa entre os nossos blogues 🙂

Espero que gostem tanto quanto eu estou a gostar desta troca de posts 🙂

About Matilde Ferreira

Desafio 1+3| Uma Regra

Que seria do nosso mundo sem regras? Por mais duras que elas sejam, ela existem para serem usadas e respeitadas. Elas existem para que tudo funcione melhor. Por isso não entendo como é possível viver constantemente à margem das regras, das leis. Tal como a Carolina cá em casa também temos a regra de não irmos para a cama chateados. Ja para nao falar nas rotinas do Lu que funcionam como regras básicas. E o que é certo é que ele ja nao passa sem elas. Horas da papa e da naninha são sagradas para ele, ah e claro a hora do banho que ele adora. Por isso as regras são tão importantes para o nosso bem-estar e bom equilíbrio.

Se infringires as regras mais tarde ou mais cedo, vais sofrer as consequências dos teus actos.

Ate a propria Rainha de Inglaterra que está isenta de algumas regras não o faz, alias não a estou a imaginar a fazer estas coisas, e sabem porquê? Porque tem boa índole e boa-educação.

E voces, sao pessoas de regras? 😉

About Matilde Ferreira

Implicancias de quem nao tem nada para fazer…

Foi o drama, o horror… então não é que o BricoMarche da Covilha teve a ideia de fazer uma campanha para o dia da criança em que ofereciam um pacote de pipocas e… um peixinho. Vejam la a revolta que isto causou, caros leitores. Um grupo de vegetarianos e vegans passaram a tarde toda de ontem com comentários menos próprios no post do supermercado, que acabou por ter de retirar o post… mas sera que esta gente para alem de nao ter vida, tem uma necessidade de se afirmar por tudo e por nada?

Para alem deste comentário que vi no instagram, fiquem com os comentários no review da pagina de facebook da loja

Eu fiquei com vontade de ter um peixinho. Sempre tive, deixamos de ter quando a nossa gata maria foi la para casa e como ela andava sempre no armário alto da sala onde se encontrava o aquário, o ultimo peixinho acabou por sucumbir literalmente nas garras da bichana, é a lei da Natureza hehe 🙂

Deixo apenas uma pergunta: sera que estas pessoas cheias de moralismo, nao serão aquelas que vão a correr comprar animais para oferecer aos filhos e depois os abandonam quando estes se fartam deles? Balha-me a santa ignorância dos valores invertidos…

E ja agora tem não quiser, não é obrigado a aderir a campanha… deixa-te de manias, humanidade, deixa-te de manias 😛

Agora vou ali comer umas pipocas 😉

 

About Matilde Ferreira

Paddington 2

Confesso que estava ansiosa por ver este filme. Eu adoro Londres, e este filme é o “roteiro visual” perfeito desta cidade. Para alem de ter o ursinho mais fofo de todos os tempos, o Paddington Bear 🙂

Para quem nao sabe existe mesmo uma estatua deste ursinho na estação de Paddington aqui bem perto de nos. Tenho mesmo de ir com o Lu la para tirar-lhe uma foto junto ao Paddington.

Recomendo, um filme sobre familia para a familia 🙂

Paddington conta com a maravilhosa Sally Hawkins e Hugh Grant nos principais papeis. Palavras para quê? Com estes dois é sucesso garantido.

Após ser adoptado pela família Brown, Paddington torna-se  muito popular em Windsor Gardens. É o aniversario de 100 anos da tia Lucy e ele precisa da ajuda de todos na procura do presente perfeito. Ele encontra um livro único na loja de antiguidades, mas o livro é roubado. Paddington e sua família, então, fazem de tudo para descobrir o ladrão e recuperar o livro que guarda um grande segredo.

Se ainda nao viram, recomendo que o façam numa tarde de domingo em família 🙂

About Matilde Ferreira