D.I.E.T.A.

Este post da Teresa deixou-me a pensar, pois tal como ela também eu tenho um ovario deficitário devido à minha doença, como ja tenho falado por aqui. Eu tenho um ovário doente, o direito, enquanto o esquerdo está muito subido foi por essa razão que tive de fazer tratamentos de fertilidade, uma vez que por vias naturais era muito difícil mesmo… Também sofri muito co pílulas. Hoje não tomo nenhuma, tenho aparelho e aguardo que o meu organismos se adapte a ele… Às vezes tenho vontade de tirar o sistema reprodutor mas nem todas somos Angelinas Jolie… Se o temos é para regularizar as nossas hormonal e a nossa saude mental feminina. Cabe-nos a nos saber ouvir e controlar o nosso organismo. Eu consegui, como uma alimentação equilibrada e exercício fisico moderado.

D- deve

I- incluir

E- equilibradamente

T- todos os 

A- alimentos

Fiquem com este programa que ando a ver no Youtube que me levou a constatar o que ja penso ha muito tempo: o meio termo e o equilíbrio são definitivamente a melhor escolha.

Sabiam que nos EUA ja se fazem caixões XXXL e ja ha pessoas a morrerem aos 45 anos por complicações ligadas à obesidade? Aqui no Reino Unido estão a ir pelo mesmo caminho… A situação é muito preocupante. 🙁

E voces, fazem uma alimentação equilibrada ou nem por isso?

 

About Matilde Ferreira

Uma pergunta…

…no passado sábado, dia 1 de Dezembro, lembrou-se o Dia Mundial contra a SIDA, e na rádio fizeram esta pergunta: eram capazes de abraçar uma pessoa com o vírus da SIDA ou um seropositivo? A minha reposta imediata foi: SIM! Como se eu tivesse voltado atras no tempo, aos anos de 1991, ano da morte de Freddie Mercury, e 1992, ano da estreia do filme Philadelphia… Custa-me a acreditar que nossos dias ainda existam pessoa incapazes de o fazer 🙁

Freddie Mercury faleceu a 24 de Novembro de 1991, um dia depois do aniversario da minha madrinha que era uma fã incondicional dele. 🙁 E uma semana depois, a 1 de Dezembro “lembra-se” o dia da luta contra a SIDA… ele ha coincidências.

Imagem da minha autoria

Deixo-vos com um pequeno extracto do livro The Life, Death and Legacy of Freddie Mercury – Somebody To Love onde podem ler pormenores dos últimos dias do cantor e também como o vírus apareceu no inicio do século passado… 🙁

Novembro de 1991. Londres, 10 de domingo. O clima na capital é tipicamente sombrio. (…) Incapaz de andar sem assistência e com a visão começando a falhar, ele é cuidadosamente levado pelos degraus da aeronave. (…) Pouco mais de uma hora depois, o carro o deixa em sua mansão Kensington, os portões eletrônicos de segurança o fecham para o mundo lá fora.
E o mundo para ele. (…)
(…) Ele passa seu tempo em seu quarto. (…)
(…) Mas os visitantes são menos agora. (…) O gotejamento à direita da cama – ali para permitir transfusões de sangue – trai a doença que agora habita esta casa. (…)
O homem que mora aqui seria irreconhecível agora para a maioria de nós, mas quase todos nós conhecemos sua identidade. (…) E ele é um prisioneiro dentro das paredes de sua casa. (…)
(…) Razão principal, sendo que ele tem AIDS. A esperança de uma cura, uma meia crença em tratamentos que poderiam prolongar a vida, foi para ele. Os médicos especialistas recuaram – eles não têm mais nada a oferecer. (…)
(…) Não há espaço reservado para a esperança, (…) Seu sistema imunológico está tão comprometido que torna o corpo efetivamente desamparado contra a ameaça de infecção. (…)
(…) As drogas que ele tomou nos últimos três anos, um coquetel experimental e, finalmente, letal, pouco fizeram para adiar o inevitável. (…)
(…) A esperança de um milagre não aconteceu. (…) Assim terminou a sua vida. E como sua morte começou.

 

Acerca do virus da SIDA…

 

Tudo tem um começo.
Nosso começo é no Congo Belga, no coração da África. O ano é 1908 e o país está tentando se reconstruir após o regime brutal do rei Leopoldo II. (…)
(…) O nosso caçador vive nas profundezas da selva congolesa como parte do pequeno grupo étnico Banthu (…) Os dentes do chimpanzé afundam na sua mão esquerda (…) Ele examina a mão ferida. (…)
(…) Desconhecido, o chimpanzé que ele caçou e matou está portando um vírus. (…) O vírus imediatamente começa a se replicar de forma agressiva. (…)
(…) Depois de três dias no rio, nosso caçador chega a Leopoldville. (…) As carcaças que ele transportou, incluindo o chimpazee que o mordeu, são cortadas para serem vendidas, cozidas ou fumadas. (…)
(…) Neste ou em visitas subseqüentes, o caçador passará o vírus para iniciar sua velocidade em toda a humanidade. A transmissão do vírus do chimpanzé para o caçador foi provavelmente a única vez em que essa única linhagem do HIV atravessou a fronteira da espécie, do chimpanzé ao humano, e depois se estabeleceu com sucesso para se tornar a pandemia que ainda enfrentamos hoje. (…)

 

Tinham conhecimento desta historia?

O que fariam nesta situação?

Nota: Ainda não vi o filme Bohemian Rhapsody pois estou a espera que saia na Apple TV para o ver com o mini Freddie ca de casa que ja é viciado nas musicas da banda e nos trailers do filme. Depois contar com o nosso review 😉

About Matilde Ferreira

Assunto do dia…

Kathryn Mayorga foi aconselhada, pelo seu advogado, a aceitar o dinheiro na altura pois a influencia do jogador na altura ja era bastante grande… e o que levou a  reabertura  do processo de investigação passados 8 anos depois foi uma entrevista com o jornal alemão DER SPIEGEL

O que mais me revolta nesta historia de Cristiano Ronaldo e de Kathryn Mayorga, para alem da situação em si, é a quantidade de mulheres a julga-la. Como é que é possível tanta falta de bom senso? Ja pararam para se colocar no lugar dela? Ja pararam para pensar que ela estava iludida no calor da diversão? E o mais grave é que o Cristiano ao pagar e a pedir desculpas ja esta a assumir o que fez. Por isso so lhe resta a condenação. Mas em que mundo vivemos em que pouca gente consegue ver o obvio? A rapariga devia ter feito o mesmo que eu fiz ao meu ex quando ele também se enganou. Dei-lhe um  murro no meio das pernas que ele ate guinchou! Sabem porque me ponho no lugar dela? Porque a única coisa que me arrependo na vida é de não ter denunciado o meu padrinho e o meu ex-chefe por assedio sexual. No caso do meu padrinho eu tinha 13 anos e ele so nao me violou porque eu tive uma mãe atenta. No caso do meu ex-chefe acreditem que tive muito sangue frio para nao deixar as coisas se descontrolarem. Eu dava-lhe cada empurrão que ele ate andava de lado. Sempre com o meu Rui no meu pensamento. Foi isso que me deu forcas. E so nao o denunciei porque na altura o emprego me fazia falta e era a minha palavra contra a dele…

Parem para pensar um bocadinho comigo: que idade tinha a rapariga na altura do sucedido? Este testemunho conta tudo. Ela era uma miúda no começo da sua vida que trabalhava numa discoteca para pagar os estudos como fazem muitas raparigas da idade dela, bem ou mal, quem somos nos para a julgar. E porque demorou tanto tempo para divulgar o que aconteceu, perguntam vocês? Porque amadureceu. Cresceu. Está cansada. Esgotada. Sabem o que isso é? O dinheiro acabou porque possivelmente o gastou em tratamentos psiquiátricos e psicológicos para apagar o que lhe aconteceu. E como ela acreditem que devem existir mais. Ja para nao falar nas mães dos filhos dele feitos através de inseminação artificial… Sim, Cristiano, o dinheiro compra tudo mas nao compra moral e dignidade. E a consciência desta mulher falou mais alto.

Deixo-vos com estas analises sobre o assunto:

Ja chega! Agora deixem a justiça tratar do assunto!

About Matilde Ferreira

Implicancias de quem nao tem nada para fazer…

Foi o drama, o horror… então não é que o BricoMarche da Covilha teve a ideia de fazer uma campanha para o dia da criança em que ofereciam um pacote de pipocas e… um peixinho. Vejam la a revolta que isto causou, caros leitores. Um grupo de vegetarianos e vegans passaram a tarde toda de ontem com comentários menos próprios no post do supermercado, que acabou por ter de retirar o post… mas sera que esta gente para alem de nao ter vida, tem uma necessidade de se afirmar por tudo e por nada?

Para alem deste comentário que vi no instagram, fiquem com os comentários no review da pagina de facebook da loja

Eu fiquei com vontade de ter um peixinho. Sempre tive, deixamos de ter quando a nossa gata maria foi la para casa e como ela andava sempre no armário alto da sala onde se encontrava o aquário, o ultimo peixinho acabou por sucumbir literalmente nas garras da bichana, é a lei da Natureza hehe 🙂

Deixo apenas uma pergunta: sera que estas pessoas cheias de moralismo, nao serão aquelas que vão a correr comprar animais para oferecer aos filhos e depois os abandonam quando estes se fartam deles? Balha-me a santa ignorância dos valores invertidos…

E ja agora tem não quiser, não é obrigado a aderir a campanha… deixa-te de manias, humanidade, deixa-te de manias 😛

Agora vou ali comer umas pipocas 😉

 

About Matilde Ferreira

Uma musica… que me relaxa!

Estou triste e revoltada… sei que falei cedo demais, mas estava confiante. Como é possível em pleno século XXI a mentalidade portuguesa ser tão retrograda, mesquinha e invejosa?

Falo de Diogo Piçarra e da sua participação no Festival da Canção. Ou melhor da sua desistência. Acreditem, agora pensando melhor, eu no lugar dele fazia o mesmo. Ele não precisa de foguetes (festivais), apenas participou pelo seu grande amor à musica. Tenho pena da pessoa ressabiada que se deu ao trabalho de procurar uma musica de 1979, ainda por cima de uma igreja, para dizer que o Diogo tinha feito plagio… a serio que não percebo qual foi a ideia. Fico frustrada por saber que existe gente assim…

E mais uma vez o Diogo mostrou aqui que é uma pessoa genuína e igual a si mesmo. Com isto so subiu ainda mais na minha consideração.

Mas depois ouço a musica e sinto-me muito melhor, mais relaxada e por isso vou ouvir esta musica as vezes que me apetecer pois para mim mesmo sem la estar ja ganhou o Eurovisão.

De costas para o mar
A tua miragem
Não há amor que dure
E tristeza que passe
Tu olhas para tudo
E não vês nada
Só o teu futuro
Na ponta da arma
Podem fazer muros
Mas não tapam a alma
Tu olhas para tudo
E não vês nada

Eu sou nada
Mas eu consigo tudo
E mesmo no escuro
Irei sempre as claras

Tu olhas para tudo
E não vês nada

E voces, nao acham estranho que uma musica que tenha conseguido 24 pontos, 12 do publico e 12 do júri, tenha sido afastada desta maneira?…

 

About Matilde Ferreira