Tag Archives: pandemia

Acreditar na Ciencia

Noticias que nos dao razōes para acreditar. Noticias que nos deixam de coração cheio. Hospital de Sao Joao detecta anticorpos em 95% dos profissionais vacinados. Noticias como estas dao-me razōes para continuar a acreditar. E a agradecer à ciência. Sim, porque depois disto passar eu sou das pessoas que vai continuar a precisar da Ciência. Como já precisei. Tenho um filho graças à ciência. E sou grata por isso todos os dias.

Enquanto escrevo este post acabo de me voluntariar para ajudar no centro de vacinação daqui da zona. Porque quero poder contribuir para a sociedade, e retribuir tudo o que a ciência tem feito por mim, neste momento difícil.

Para quem ja teve 2 pneumonias como eu sabe bem que este virus não é para brincadeiras nem é uma simples gripezinha como andam por aí a dizer… Gente que diz isso não tem o mínimo respeito pelo trabalho dos profissionais de saude nem tem o mínimo respeito pelo proximo.

E quem disse tudo foi Nuno Markl, num entrevista ao Blitz: “Parede que acreditar na ciência é uma coisa e esquerda. Estamos a voltar para as cavernas…”

Imagem retirada do Google – fila de ambulâncias com doentes infectados com covid-19 à porta do Hospital Santa Maria em Lisboa

E depois continuamos a ter este gênero de pessoas que a Joana Marques comenta aqui:

A estas pessoas negacionistas da restauração faço apenas uma pergunta: Quando andaram a desviar impostos ao Estado, não se queixaram pois não?… 🙁

Volto a dizer venha a vacina que ja se faz parte tarde. Quem quiser toma, quem nao quiser, paciência 😉

About Matilde Ferreira

Quando isto tudo passar…

…eu vou continuar a lutar. Mas será que as pessoas se vão lembrar de dar o valor ao que passaram durante esta pandemia?…

Para hoje quero apenas fazer-vos pedido, protejam-se, fiquem em casa se puderem. Pensem nos outros. Pensem que este virus não é uma simples gripe. Pensem que se se protegerem e se resguardarem, esta pandemia não vai durar para sempre e vocês vão puder voltar as vossas vidas normais o mais rápido e depressa possível. Acreditem! Ja falta pouco. Ja existem vacinas por isso é so uma questão de tempo. Pensem no meu filhote de 4 anos que quer ir para a escola conviver com a professora e com os amiguinhos e não pode, por mais que ele goste de estar em casa, ele prefere aprender na escola e não em frente a um monitor de um computador.

Pensem que disto vamos poder voltar a passear, a andar de avião. Eu mal posso esperar para voltar a Paris, ou ao meu Porto, ou ir de ferias ate a um sitio onde nunca estive antes. E ir ver o mar 🙂

Vão por mim que ja vivi alguma coisa e tenho alguma bagagem, as tempestades não duram para sempre e temos sempre o arco-íris no fim delas 🙂

Juntos nós vamos conseguir, acreditem!

Ja disse que quando acabar este confinamento/ lockdown quer ir ver o mar? Mal posso esperar para levarmos o Louis a ver o mar, ele adora 🙂

PS: Agora que olho para calendário, constato que faltam 2 meses para eu fazer 44 anos… espero não passar outro aniversario em confinamento.

About Matilde Ferreira

O melhor da pandemia…

Sim, nem tudo é mau nesta pandemia, pelo menos para mim que deteto a confusão das multidões. Ha 7 anos quase sufocamos no meio da multidão do Carnival de Notting Hill como falei aqui.

Se ha coisa que dá paz é entrar numa carruagem de metro ou comboio ou num autocarro vazio. Chamem-me anti-social, não quero saber…sinto-me bem assim.

Nao tenho saudades de ruas aglomeradas de gentes.

Talvez isto sirva para as pessoas finalmente darem valor às memórias. Sem exageros. Tenho muito boas memórias do Sao Joao no Porto. Fomos por 3 anos consecutivos ver o fogo da Passagem de Ano no Aliados. Ca em Londres sempre dissemos que preferimos ficar em casa. Das melhores decisoes que tomamos.

Prefiro andar pelas ruas vazias da cidade do que em aglomerados. Sempre fugi das enchentes dos shoppings. Basta meia hora la dentro para me sentir com falta de ar…

Não me considero anti-social mas preservo bastante o meu espaço e a minha paz de espirito. 🙂

E voces?

About Matilde Ferreira

Abraços em tempo de Pandemia…

Como dizer a uma criança que não pode dar abraços aos seus amigos? O Louis adora abraçar e dar-nos beijinhos e segundo o melhor amigo parece que ele tem feito o mesmo na escola. 🙂

Imagino o quanto deve custar a uma professora dizer a um aluno que não pode dar abraços nem beijinhos aos coleguinhas… apesar de aqui no Reino Unido não ser muito usual a demonstração de afectos como é em Portugal, mesmo assim acredito que não seja fácil de tudo…

Acho que não existe muito a fazer quando uma criança apenas quer expressar os seus sentimentos mais puros… Por muito que se diga que não se pode, ano que era pior se ele não fosse uma criança carinhosa, afinal de contas um carinho cai sempre bem como diz Caetano Veloso. 🙂

Noticias como esta deixam-me feliz porque mesmo em tempos de pandemia é possível dar afectos. Seja no Canada como mostra o video abaixo, ou em Sao Paulo, Brasil como falam na noticia.

E voces, o qua acham disto? O que diriam ao Louis nesta situação? 🙂

About Matilde Ferreira

Profissão do Ano 2020

Estafeta. Profissional de Entregas. Juntamente com os profissionais de saude e o pessoal dos supermercados e estabelecimentos de bens essenciais, os profissionais das entregas foram essenciais para que não nos faltassem nada, ou melhor a base da nossa subsistência, os alimentos.

Ja repararam o quanto estas profissões são importantes e ao mesmo tempo são tao mal remuneradas? É triste não é? Eu tenho muito respeito por estas pessoas. Passam horas enfiados no transito, no caso dos estafetas de moto, ou dos carteiros, andam à chuva ou ao frio…

O mais incrível é que estas pessoas continuam a ganhar o mesmo mas num ano os ganhos do patrão da Amazon, Jeff Bezos, passaram de $6.800.000.000 para $183.800.000.000… revoltante , não acham? 🙁

Imagem retirada do Instagram

Estas pessoas não precisam de palmas mas se sim de serem reconhecidas financeiramente.

O mundo precisa de mais exemplos destes.

Deixo-vos com este video em que o delivery driver da Amazon tem uma reação fora de serie ao ver que os residentes desta casa lhe deixaram snacks e bebidas para lhe oferecer 🙂

About Matilde Ferreira