Category Archives: Divagaçōes

Boa semana!

Para hoje deixo-vos esta imagem com esta frase para que a vossa semana seja inspiradora. 🙂

Se há coisa que a vida me ensinou foi a lidar com as contrariedades de anos como este, 2020. Nada dura para sempre, muito menos os maus momentos, pode demorar mas nos conseguimos sempre dar a volta e nada, mesmo nada nos vai fazer afundar. 🙂

Lembrem-se sempre, que a Natureza é a melhor professora da vida: depois da tempestade temos sempre o arco-íris, basta acreditarmos 🙂

Sejam a âncora das vossas vidas 🙂

Estamos juntos?

About Matilde Ferreira

Playlist do meu ano: 1977

Para hoje trago-vos a playlist do meu ano, 1977. Porque a musica faz parte da minha vida desde sempre, para alem de me ajudar a concentrar, também me relaxa bastante.

1.Nobody Does It Better – Carly Simon – uma musica que me lembra tempos de namoro. 🙂 Fez parte da banda sonora do filme 007, The Spy Who Love Me, com o meu espião secreto preferido, e o da minha mãe, Roger Moore.

2. Little Lies – Fleetwood Mac – Das minhas musicas preferidas desta banda, simplesmente relaxante 🙂

3. Dreams- Fleetwood Mac – deixem-se levar e sonhem muito 🙂

4. We Will Rock You – Queen – que grande malha 🙂 palavras para quê? Esta musica é um hino ao rock.

5. We Are The Champions – Queen – musica do ano dos campeōes 🙂 Apesar desta musica ter sido dedicada à comunidade LGBT, sempre que a ouço, lembro-me do meu clube, F.C. do Porto.

6. Easy – Commodores – musica calma, que me relaxa 🙂

7.Give a Little Bit – Supertramp – sempre gostei muito de Supertramp, desde pequenina quando dançava ao som das musicas que os meu primos mais velhos ouviam 🙂

8. Rocket Man – Elton John – uma musica que dedico ao nosso pequeno Louis, porque ele adora foguetōes 🙂

9. You’re So Vain – Carly Simon – esta musica foi-me apresentada pelo meu primo, que tambem me deu a conhecer uma das minhas bandas preferidas, os U2. Esta era a musica preferida dele, e ainda hoje eu a associo a ele.

10. Don’t Go Breaking My Heart – Elton John & Kiki Dee – o Louis adora esta musica, fartamo-nos de dançar ao som dela 🙂

11. God Save the Queen – Sex Pistols – uma musica que me faz lembrar o país onde vivo 🙂

12. How Deep is Your Heart – Bee Gees – que nostalgia, esta musica apesar de ser muito bonita traz-me recordações tristes mas é sinal que essas vivencias me fizeram aprender, crescer e amadurecer.

13. I’ve Got Love on my Mind – Natalie Cole – Adoro 🙂 palavras para quê, mais uma voz maravilhosa que me relaxa tanto 🙂

14. The Name of the Game – ABBA – da banda preferida da minha mãe, finalizo em jeito de homenagem para ela 🙂

Deixo-vos também com as minhas musicas preferidas de um ano que me diz muito, o ano do meu irmão mais novo, 1992, porque são as musicas que marcaram a minha adolescência 🙂

Espero que tenham gostado destas seleções. Têm alguma preferida? 🙂

About Matilde Ferreira

Tem juízo, Tininha…

Também eu já fui chamada de puta pelas minhas vizinhas, e sem motivo mas elas nao tinham nada a ver com isso, e não me orgulho disso, porque apesar dos pesares tenho respeito pelas prostitutas como tenho por qualquer outra profissão, sabes que não sabemos o que as levou a optar por essa vida, nem as devemos julgar por essa decisão… Ninguém está acima de ninguém Tininha, nem mesmo tu…

Diz que neste livro fala sobre o bullying que sentiu aquando da passagem da SIC para a TVI mas esta é esta comparação que ela está a fazer com esta capa do livro que é um autentico bullying às prostitutas… 🙁

É preciso muito para se chegar aos calcanhares de Gabriel Garcia Marquez ou Miguel Esteves Cardoso. Memórias das minhas putas tristes e Como é linda a puta da vida, dois livros que quero muito ler. Já o teu dispenso, assim como dispensei o primeiro. És da minha idade, tens o meu segundo nome e tal como tu ja vivi muito nesta vida, acredita mas nunca precisei de subir na vida às custas de perder a minha dignidade. Sempre ponderei muito bem todas as decisōes que tomei. Não me deslumbro com futilidades… Ao longo da minha vida aprendi que quanto mais se soube maior é a queda por isso devemos ser discretos, humildes e modestos sem ambições desmedidas. Bem sei que a minha opinião não vai de encontro à maioria, mas vai de acordo com a minha consciência. Acreditem que ja me diverti bastante com a Cristina e com o Goucha mas tudo o que é demasiado enjoa… e eu fartei-me. Foram uma companhia nos meus tempos de desempregada mas abri os olhos para a realidade.

E estou sem palavras por ter sido o Valter Hugo Mãe a ter escrito o prefacio do livro, de certeza que a Tininha não o está a confundir com o Pedro Chagas de Freitas?… Porque ate agora ainda não vi o VHM pronunciar-se sobre o assunto…

Deixo-vos com o pensamento da Miss Piggy porque esta sim, é mais sincera 😀

Imagem retirada do Google

About Matilde Ferreira

Imagem da Semana

A imagem da semana que vos trago é de um casal que morreu de COVID. De mãos dadas para sempre. Porque o Amor é para sempre. Contra tudo e contra todos. Uma imagem forte que despensa conversas. Contra factos não ha argumentos. Porque o mundo está cheio de falsas certezas, vale a pena reflectir com imagens como esta…

Tenham uma boa semana e protejam-se 🙂

About Matilde Ferreira

O meu maior sonho…

… é que as doenças femininas deixem de serem tratadas como um bicho de sete cabeças por parte dos médicos e da sociedade. Eu falo por experiencia ao longo dos anos a minha doença agravou-se porque os médicos confundiam os sintomas, diziam que eram cólicas e davam-me clisters… Gostava que esses sintomas fossem bem interpretados para que assim as doenças não se agravem para algo pior… Sim, porque no meu caso os cistos nos ovários podem levar a cancro com o passar da idade (este é meu maior receio desde que a doença me foi diagnosticada aos 18 anos… ainda não tinha internet nem computador para poder pesquisar sobre a doença. O que me valeu foi a informação da minha medica de família na altura e os panfletos que ela me disponibilizou… corria o ano de 1996, pesquisei muito sim, mas em livros.) . Diabetes Tipo II e problemas de coração, crises de rins, pernas e tornozelos inchados que levam a tromboses… são também umas das causas da doença/ síndrome.

E esta pandemia não está a ajudar em nada, porque eu sei que os médicos estão demasiado ocupados a combater este vírus terrível… que ainda não tive a oportunidade de fazer os meus exames anuais de rotina.

Identifico-me tanto com esta rapariga norte-americana, Shelby Eckard, conhecida como PCOS Support Girl que sigo no Facebook, Twitter e Instagram.

Quantas vezes nós nos colocamos em segundo lugar ora porque dissemos ao medico que os exames ficam para a próxima consulta, ora porque temos louça para lavar, ora porque temos de ir levar o filho à escola, ora porque temos de os entreter… e o nosso corpo vai dando sinais mas não fazemos por não ligar.Revi-me tanto com este texto da PCOS Support Girl.

Imagem retirada do Facebook – Texto do Instagram aqui

Ela é democrata e apesar de estar fortemente combalida por causa da doença, esteve quase 4 horas na fila para votar… sujeita a ser insultada e agredida pelos apoiantes radicais do Trump. 🙁 E mesmo assim ela não desistiu, mesmo depois de ter passado os últimos dias no hospital. Sim, porque ela sabe que o seu voto conta para as coisas mudarem, principalmente se forem para ajudar a saude dela.

Gostava de acordar um dia e não ter mais estes sintomas, acordar varias vezes a meio da noite com a barriga a rebentar a pensar que não vou aguentar e que não vou passar dessa noite… 🙁

Gostava muito que os médicos deixassem de dizer que a cura para a PCOS está em perder peso, eu era muito magra quando fui diagnosticada esta síndrome e foi a pílula receitada pelos médicos que me fez engordar…

O que me vai dando forças para seguir em frente são a minha família, os meus dois amores e estes podcasts sobre a PCOS onde a Shelby participa com outra rapariga, a Jeni da minha idade, que também sofre da doença, e ja teve dois cancros… Estas conversas vão me mostrando que eu não estou sozinha nesta luta. 🙂

About Matilde Ferreira