Category Archives: Divagaçōes

Row Row your Boat

Um passeio diferente. Fomos ver os narrow boats parados no Regent Canal em Paddington. Sabiam que existem pessoas que fazem destes barcos as suas casas? Eu adorava andar num deles e o também pois durante o passeio nao parou de tentar entrar em todos eles 😀

Row, row, row your boat
Gently down the stream
Merrily merrily, merrily, merrily
Life is but a dreamRow, row, row your boat
Gently down the stream
Merrily merrily, merrily, merrily
Life is but a dreamRow, row, row your boat
Gently down the stream
Merrily merrily, merrily, merrily
Life is but a dreamRow, row, row your boat
Gently down the stream
Merrily merrily, merrily, merrily
Life is but a dream

Ja por aqui falei sobre estes barcos muito comuns ca na ilha. E hoje trago-vos mais fotografias deles estacionados no Regent Canal em Paddington.

Gostam de andar de barco? 🙂

About Matilde Ferreira

Para hoje…

…ouve a tua vozinha interior. Vai tudo correr bem, vai tudo correr bem. Tem fé ❤️ Acredita. Repete. ❤️ Vai tudo correr bem. Hoje vai ser um bom dia. Respira fundo e segue o teu caminho, menina bonita. 🙂 Inspira. Expira. Devagar. Vai tudo correr bem 🙂 Olha para o céu e diz baixinho, quase como num sopro: Vai tudo correr bem 😉

Imagem da minha autoria

About Matilde Ferreira

I can sing a Rainbow

Sempre que vejo um arco-íris peço um desejo. 🙂 Antes do Louis nascer fartei-me de o fazer, é um dos motivos pelos quais o chamo de bebé arco-íris.

Esta é uma das musicas que as crianças aprendem na creche e na pré-escola aqui no Reino Unido. O Louis está sempre a canta-la enquanto brinca entretido ca em casa. É musica para os meus ouvidos 🙂 Um verdadeiro encanto 🙂

Red and yellow and pink and green
Purple and orange and blue
I can sing a rainbow
Sing a rainbow
Sing a rainbow tooListen with your eyes
Listen with your ears
And sing everything you see
I can sing a rainbow
Sing a rainbow
Sing along with meRed and yellow and pink and green
Purple and orange and blue
I can sing a rainbow
Sing a rainbow
Sing a rainbow too

Que nunca vos faltem arco-íris na vossa vida 🙂

About Matilde Ferreira

Crescer…

…nao é facil. Mas é bom. Faz-nos bem. Por incrível que pareça, ao contrario da maioria nao tive pressa de crescer. Tive sim os meus medos, os meus receios, mas faz parte. E consegui ultrapassa-los. E é das coisas que mais orgulho tenho no meu percurso. Ninguém dava nada de mim. Talvez por eu aparentar ser aquela menina de aspecto frágil. Aprendi a acreditar em mim. Por gostar tanto de ser criança aproveitei todos os momentos. Quando cheguei à idade adulta enfrentei uma Depressão por ter querido viver muita coisa ao mesmo tempo… nao foi fácil mas consegui dar a volta, e aprendi a gostar de mim.

Para tudo é preciso dar tempo ao tempo.

E é mesmo isso que estou a fazer com o meu filho. Deixa-lo ser criança. Porque passa tão rapido. Quero que ele aproveite bem. Quero que ele tenha uma infância como a minha. Explorar. Observar. Ler. Escrever. Pintar.

Imagem retirada da internet

E voces, tiveram ou têm pressa de crescer? 🙂

About Matilde Ferreira

Podia ficar aqui para sempre…

Cresci junto ao mar. Vivi trinta anos a acordar a ver o mar pela janela do meu quarto. O mesmo mar de Sophia e de Eça. Saudades da Praia da Granja.

Esta é a minha terapia. A paz da minha alma.

Podes tirar a pessoa do mar mas não tiras o mar da pessoa.

fotografia da minha autoria

Aqui estou a quase duas horas de distancia, de carro, do mar. Tenho saudades de sair de casa a pe e so parar à beira-mar. Só demorava meia-hora. Chegava lá e sentava-me nas escadarias e ficava ali a olhar para o infinito. Melhor estado de alma. 🙂

Por aqui a praia mais próxima fica do lado sudeste de Inglaterra e é banhada pelas aguas gélidas do Mar do Norte, faltando aquele cheirinho a iodo das praias do norte de Portugal, que nos faz tao bem, mas não nos podemos queixar pois também temos praia banhadas pelo Oceano Atlantico no sul e sudoeste do país. Nos costumamos ir a Isle of Sheppey , mais precisamente Sheerness ou Leyston. mas também gostamos muito de Hastings, Brighton e as praias da Cornualha.

E vocês, o que sentem quando estão perto do mar? 🙂

Imagem da minha autoria

About Matilde Ferreira