Category Archives: Desafios

Desafio Escrita dos Pássaros| Tema 6

Escreve uma historia romântica baseada no clássico “O Amor, uma cabana e um frigorifico”

Como assim amor e uma cabana? Tem de ter um frigorifico porque o Amor não se alimenta de ar e vento, disse ela com determinação na voz. E ele ficou calado, pensativo a admira-la. É por estas e por outras que eu gosto tanto dela. Por ser tao simples e pratica. Pelo sim pelo não, disse ela, vou levar uma cesta de piquenique, não vá o diabo tece-las. Afinal de contas vamos passar um fim-de-semana romântico nas montanhas escocesas, para celebrar os nossos 15 anos de relação e não podemos correr riscos de passar fome. 😀 Preparei então uma cesta com queijos, tostas, vinho e fruta.

E la fomos nós, deixando o pequenote aos cuidados do meu irmão mais novo que veio ca passar uns dias.

A viagem de comboio correu bem, e quando chegamos ao nosso destino, fomos logo para a nossa cabana sem frigorífico e como estava muito frio aproveitamos logo para acender a lareira. O ambiente ficou quentinho e enroscamo-nos um no outro, no meio das mantas quentinhas, e deixamo-nos envolver como se não houvesse amanha. Tao bom. Soube mesmo bom, acordar nos braços um do outro. Cheios de fome fomos “atacar” a cesta do piquenique. E de seguida fomos dar um passeio pela redondezas. Aproveitamos também para descer à vila para comprar alguns mantimentos onde aproveitamos para almoçar.

De volta à nossa cabana, aproveitamos para ir ver o por-do-sol nas montanhas e de seguida fomos petiscar alguma coisa, antes de nos deitar pois no dia seguinte tínhamos de regressar ao nosso lar doce lar. 🙂

Imagem da minha autoria

E afinal o amor e uma cabana pode existir mesmo, nem que seja num pequeno fim de semana… basta querermos 🙂

About Matilde Ferreira

Storyteller Dices d’As Gavetas| Troca de Correspondência

Imagem da minha autoria – uma das cartinhas que a minha amiga me enviou, precisamente dia do meu aniversario 🙂

A minha paixão pela escrita começou muito cedo, devo dizer mesmo, que foi mesmo quando comecei a escrever. Desde pequena que eu andava sempre com lapis e papelinhos na mão sempre a fazer os meus rabiscos, ao contrario do meu filhote que adora números. E desde então, a minha relação com a escrita intensificou-se, crescendo de dia para dia. No inicio do secundário, eu e a minha melhor amiga da altura decidimos correspondermos para contarmos as nossas aventuras. Foi uma experiencia mesmo muito gira. Mesmo depois dela ter regressado de ferias do Algarve, não deixou de se corresponder comigo, apesar de morarmos a 15 minutos de distancia. Ela chegava a passar por minha casa e colocar ela mesma as suas cartas na minha caixa do correio. E eu contava as minhas moedas para comprar selos, pois fazia questão que as minhas cartas para ela fossem com o carimbo dos CTT. Por falar em CTT, sabiam que em pequenina adorava esperar pelo carteiro? É daquelas profissões pelas quais sempre tive um enorme fascínio e respeito. Vibrava de excitação quando ele colocava cartas na caixa magica do correio como na minha inocência lhe chamava.

Imagem da minha autoria

Recentemente aderi ao Postcrossing, mais precisamente ha 2 anos, como vos referi aqui. Trocar postais com pessoas de todas as partes do mundo é recompensador. E também gosto muito de trocar cartas com pessoas muito queridas da blogosfera como é o caso da criadora deste desafio inspirador, a Andreia Morais, d’As Gavetas da Minha Casa Encantada.

E o meu gosto e fascínio pela escrita desenvolveu-se com a serie Murder, She Wrote, em português: Crime, disse ela, protagonizada pela maravilhosa Angela Lansbury, que interpretava a escritora de policiais, Jessica Fletcher, que fazia também uma perninha como detective. Eu não perdia um episódio 🙂 Esta serie deu-me inspiração para continuar a escrever muito e ainda tenho o sonho de escrever um livro, um dia 🙂

Lembram-se desta serie? Julgo que a podem acompanhar na RTP Memoria 🙂

Quem tem por habito escrever cartas e postais? 🙂

Este desafio foi criado pelo blog AS GAVETAS DA MINHA CASA ENCANTADA.

About Matilde Ferreira

Postcrossing

Um dos meus hobbies desde a adolescência sempre foi escrever cartas. Lembro que na minha adolescência escrevia cartas com a minha colega de carteira nas ferias de Verão. Aderia ao Postcrossing ha 2 anos e nao consigo parar. Faz lembrar os Penpals. O Postcrossing ja existe desde 2005, um ano que me diz muito mesmo pois foi quando conheci o meu melhor amigo. Mas so conheci esta maravilhosa plataforma ha 2 anos através de uma menina que conheci no grupo A Uma Carta de Distancia, que ja falei aqui. Para uma pessoa, como eu, que sempre teve a paixão da escrita, o Postcrossing é um projecto ideal. Faz-me lembrar os Penpals nos anos 90, e foi através deste projecto que consegui fazer a minha primeira viagem pela Europa ate à Alemanha que também ja vos falei aqui. Receber, enviar e trocar postais de todo o mundo é também viajar, das coisas que mais gosto de fazer. Em miúda, ficava ansiosa que o carteiro chegasse para ver se trazia cartas de outras paragens… Acho que foi das primeiras profissões que ambicionei ser. E hoje, o meu filhote adora interagir com os carteiros da nossa rua. 🙂

Incrivel como em menos de 2 anos ja tenho um maço de postais de todo o mundo para mais tarde recordar 🙂

Ja conheciam esta plataforma? Podem seguir o meu perfil aqui.

About Matilde Ferreira

Pegadas no Parque| Desafio Storyteller d’As Gavetas

Imagem da minha autoria

Acordei cedo. Estava uma manhã fria, mesmo assim decidi fazer uma caminhada pelo parque. Tomei um cafe para acordar e aquecer e saí. Estava mesmo muito frio mas quanto mais andava menos frio sentia. Deixei-me levar. Até que, ja a meio do parque, vi umas pequenas pegadas no meu caminho e curiosa como sou, resolvi segui-las. de repente ouço um miar no meio dos arbustos, onde o rasto das pequenas pegadas terminava, e dei de caras com um gatinho preto de olhos verdes muito meiguinho e esfomeado. O meu instinto levou-me a pegar nele e leva-lo para casa. Caminhei em passo acelerado rumo a casa como gatinho ao colo, que tremia como varas verdes. Tinha parado de miar, talvez por se sentir confortável no meu colo.

Chegada a casa, fui recebida pelo meu filhote que entretanto ja tinha acordado e estava a tomar o pequeno almoço com o meu marido. Ao ver o gatinho, o nosso pequenote ficou excitadíssimo e não coube em si de contente. Ja o meu marido, prontificou-se logo a dar leite ao gatinho para de seguida o levarmos ao veterinário.

Parece um sonho tornado realidade, não parece? 🙂

Deixo-vos com uma foto da nossa gata maria que esta em Portugal aos cuidados dos meus manos e mãe. A nossa gata foi resgatada da rua juntamente com os seus irmãos e fomos busca-la a uma loja de animais na Senhora da Hora ha 10 anos.

Foto da minha autoria

Este desafio foi criado pelo blog AS GAVETAS DA MINHA CASA ENCANTADA.

About Matilde Ferreira

Adeus, 2019! Olá, 2020 :)

Imagem retirada do Facebook

Que ano tão intenso! Que alivio por ter chegado ao fim e que 2020 seja muito melhor 🙂

Acreditem 2019 foi mesmo muito estressante, em termos de saude e adaptações. Mas mesmo assim ainda conseguimos fazer muitas memorias boas, conhecendo novos lugares como Bath, Bristol e Cardiff, e ainda fomos ver o mar algumas vezes, que nos soube pela vida. Conhecemos novos lugares e o Lu iniciou uma nova fase da vida dele que esta a correr muito bem. Big boy, como diz ele 🙂

Fotografias da minha autoria – Louis 2019

Mudança, Sucesso e Foco foram as primeiras palavras que encontrei nesta imagem para 2020 🙂 Quais são as vossas? Desejo que as minhas também façam parte do vosso nome ano 🙂

Beijinhos,

Tily*

About Matilde Ferreira