Mudar… por Cris Loureiro

Alô, alô! Sou a Cris e hoje regresso ao Cantinho da Tily. Se quiserem ver o que a Matilde tem a dizer sobre Londres deem um pulinho ao meu blog, ela está por lá.

A forma como cada um encara a mudança é muito pessoal, há quem tenha medo, há quem a ache excitante, há quem a evite a todo o custo, há quem a encare com naturalidade, há quem nunca a ponha sequer em causa, há quem esteja sempre a pensar nela… No meu caso eu não nego, não vou dizer que não tenho algum receio em mudar e não pondere e seja cautelosa em especial porque já não sou só eu, elas, as minhas filhas, têm um enorme peso em qualquer resolução e são elas que me levam muitas vezes a não arriscar.

Desde a idade adulto que encaro a mudança de forma bastante positiva, na minha perspetiva se decido mudar é porque não estou bem como estou e portanto irei contra uma insatisfação qualquer pelo que a ideia de mudança por si só gera esperança, contentamento e positividade. Mudei de Lisboa para o Porto e fui mais feliz, mudei do Porto para Londres para ser mais feliz e neste mudar realizei um grande sonho, por esse sonho mudei-me para Rochester e por outro sonho irei voltar a mudar mas ainda não é hora porque desta vez não sou apenas eu, sou eu (ele) e elas.

Mas mudar nem sempre envolve mudar de casa, de país ou cidade. Mudar de emprego é igualmente uma mudança que normalmente nos deixa ansiosos e receosos. Para mim mudar o meu ramo de atividade, mentalizar-me dessa mudança e render-me a ela foi um processo lento que me levou a onde estou hoje mas foi uma mudança que não envolveu apenas a parte prática de deixar de fazer uma coisa para fazer outra. Neste caso foi uma mudança interior acima de tudo e uma aceitação disso mesmo. Pensar que iria colocar um curso de cinco anos, muitos euros, desgaste, stress e muito, muito sacrifício de lado não foi tarefa fácil, foi uma grande luta interior. Aqui valeu-me a minha capacidade de análise, de entender o que era verdadeiramente importante para mim e de aceitar que nós próprios mudamos e o que um dia foi importante para nós, também pode mudar. As minhas prioridades passaram a ser outras e eu acabei por mudar para aquilo que ia mais de encontro à minha realidade atual onde o tempo e disponibilidade para a minha família assumiam o topo das prioridades.

Mudar é sempre um desafio mas a mudança traz crescimento e se a colocamos em perspetiva significa que algo não está a funcionar plenamente pelo que a mudança tem apenas de ser encarada com esperança e otimismo. Boas mudanças!

Foto da Cris Loureiro

Muito muito obrigada, querida Cris, por esta interação tão boa entre os nossos blogues 🙂

Espero que gostem tanto quanto eu estou a gostar desta troca de posts 🙂

About Matilde Ferreira

Desafio 1+3: Um objetivo que já está a ser cumprido

Tive de parar para não voltar a cair no fundo. Ao fim de quase 15 anos de muita luta, tive de parar. Aos poucos, estou a voltar a recuperar a minha saude. O ano de 2015 foi fulcral para a minha recuperação. Passei mal, muito mal, por esta altura. Olho para trás, e as memórias que tenho desse ano foram menos boas, mas o final dele valeu bem a pena.  Foi mesmo tudo por um bom motivo! Engravidei 🙂 A concretização de um sonho. Tive uma pequena ajuda da ciência e foi maravilhoso. Depois disso gradualmente com alguns altos e baixos e uma operação para extrair um cisto de 8 cms fui recuperando a minha saude. Devagar devagarinho, vivendo um dia de cada vez isto vai ao sitio. Pois agora  objectivo é ajudar o meu filho a crescer saudável e tornar-se num ser humano bom e feliz. 

About Matilde Ferreira

Desafio Gratidão| Semana 18: A oportunidade

Agradeço a oportunidade de acordar a cada dia que passa 🙂 Estar viva é a melhor oportunidade que a Vida nos da 🙂 Por mais difícil que as vezes seja… Mas saber que o meu Rui e o nosso filhote estão ao meu lado da-me forças para continuar a acreditar. 🙂 É muito saber que eles estão junto a mim. Antes de conhecer o Rui tive uma grande desilusão com o meu ex. Precisei de estar sozinha dois anos. Fez-me muito bem. Eu dizia que não queria mais homens na minha vida mas também acreditava numa nova oportunidade que iria acontecer quando fosse o momento certo, quando eu menos esperasse. 🙂 A Vida ensina-nos tanto, só precisamos de estar atentos e confiar. 🙂 Tudo acontece por um motivo… e no meu caso aconteceu 🙂 Porque todos nos merecemos segundas oportunidades se fizermos por merecer 🙂

A nós 🙂 À nossa oportunidade 😉

Uma das nossas primeiras fotos tirada em Amarante

E voces, sao pessoas de segundas oportunidades ou nem por isso? 😉

About Matilde Ferreira

Desafio Gratidão| Semana 1: Um Propósito

Tanto pedi um desafio para este ano e a Liliana Silva do The Silver Wing fez-me a vontade ja que eu tanto pensei mas a minha imaginação não me fez a vontade. Menos mal porque o desafio que a Liliana vem de encontro a tudo o que venho a pensar nestes últimos tempos e só me tem feito bem. Durante as 52 semanas do ano, às sextas-feiras um tema novo tendo como base a Gratidão 🙂

E o primeiro tema é:

Um Propósito

Fazer a minha familia feliz. 🙂 Fazer o meu marido e filhote felizes. Poder fazer tudo para que não lhes falte nada. Saber que eles estão bem, faz-me bem. Ja não me vejo sem estes dois. Agradeço todos os dias por os ter na minha vida. Sinto muito orgulho neles.

Ainda bem que nao desisti de nós. Ainda bem que esperei por ti meu amor. A nossa relação não é perfeita. É como todas as outras com os seus altos e baixos. Mas nos damos sempre a volta. Com muitos miminhos e muitas conversas. E como eu gosto de conversar contigo. Desde sempre. Se sou chatinha é porque me preocupo contigo, convosco. Quero ficar contigo ate ser bem velhinha, um ano de cada vez, não me imagino com mais ninguém. Só com o nosso companheiro de vida, o nosso Lu.

O que acharam deste desafio? 🙂 Vamos encher a blogosfera de Gratidão 😉

About Matilde Ferreira