Pensamento do dia…

Porque é nós temos de respeitar as opiniões dos outros quando estes não respeitam a nossa e só sabem impor a deles que é contrária à nossa? Vale para qualquer assunto. Porque é não vivem a vida deles sem imposições?… Porque as pessoas têm uma necessidade enorme de se afirmar perante os outros? Porque complicam tanto? Era tudo tão mais simples  se vivessem a vida deles sem se sentirem constantemente ofendidos. Acho uma piada que se concordarmos com eles,  tudo bem, é tudo um mar de rosas… mas a partir do omento em que damos uma opinião contraria à deles… só lhes falta partir para a violência e isto pessoalmente, ja nem falo na internet. Mas isto só serve para eu aprender com quem posso contar. Se não respeitam a minha opinião, o melhor mesmo é eu afastar-me.

Imagem retirada do Google

O mesmo se aplica quando damos a nossa opinião e dizem que estamos a julgar. Mas será que não entendem que apenas estamos, falo por mim, a por-nos na situação em causa? Ja vi e vivi muita coisa, e tenho plena consciência que ainda vou viver muito, não digo desta agua não beberei pois não sei o dia de amanha, mas tento sempre fazer as coisas com bom senso pois ja errei muito nesta vida e agradeço por ter tido muita sorte…ou juízo. Chamem-lhe o que quiserem. Talvez eu pensei demais, talvez. Mas o que é certo é que me deito todas as noites com a consciência leve e tranquila, e isso, meus amores, basta-me. Relembro este post que escrevi no ano passado…

E as vezes a melhor resposta é mesmo esta:

Imagem retirada do Google

Sejam felizes, vivam a vossa vida da forma mais simples possível sem complicar 😉

imagem retirada do Google

About Matilde Ferreira

Desafio 3+1: Uma situação de coragem

Deixar a escola aos 18 anos, após terminar o secundário, foi para o inicio da minha prova de coragem. A partir daí fui perdendo medos que julgava serem impossíveis de dar a volta.

As maiores provas de fogo foram sem duvida emigrar, sair da minha/nossa zona de conforto, e por incrível que pareça foi mesmo muito fácil a adaptação, apesar da idade já tardia. Só nos arrependemos de não o o ter feito mais cedo, mas tudo acontece na altura certa. Aprendi a gostar de mudanças pois estas ajudam-me a crescer interiormente e a amadurecer.

Sempre tive o sonho de ser mãe mas também sempre tive o receio da hora do parto, desde miúda que isso me assustava mesmo muito. Acho que todas as mulheres têm esse receio, umas mais outras menos, talvez por isso muitas abdiquem de serem mães. Mais uma vez o meu espirito positivo superou esse medo e tornou tudo muito mais facil: o Lu demorou apenas 3 horas a vir ao mundo 🙂

É nos nossos medos que vamos encontrar a nossa coragem. 

E voces, são pessoas corajosas? 😉

About Matilde Ferreira

Desafio Gratidão| Semana 32: O Perfume

Ja por aqui tenho falado bastante sobre o perfume da minha vida, por muito anos que passem, eu so consigo usar o LightBlue de D&G e agradeço de coração cheio por o meu homem me conhecer tao bem. Dizem que namorados nao devem oferecer perfumes pois correm o risco de a relação nao durar muito…parece que somos excepção  à regra, ou então não somos supersticiosos hehe.

Gosto dos perfumes da Natureza, do cheiro das flores, do cheiro da terra molhada, do cheiro do mar, do cheiro do meu bebe.

Gosto de acordar com o cheiro a terra molhada depois de uma noite de chuva. Gosto de sentir essa frescura no ar.

Imagem da minha autoria

Podem  acompanhar este desafio da Gratidão criado pela Liliana Silva do blog Silver Wing aqui .

Quais sao os vossos perfumes/ cheiros preferidos? 🙂

About Matilde Ferreira

Imagem do dia

Imagem polemica nao? Atenção o meu filho tem um tablet mas é o meu velhinho com 5 anos, que ele usa apenas para apps didáticas. Não o usa o tempo inteiro, pois prefiro brincar com ele e a grande parte do tempo ele esta entretido com os seus legos e carrinhos. Quando comprei o tablet foi a pensar num futuro próximo, e ponderei bastante antes de o comprar, pedindo varias vezes a opinião do meu Rui. Foi a pensar no meu descendente. Infelizmente esta imagem diz muito mesmo. Não damos o valor devido as coisas. Quer dizer a maioria dos humanos não da o devido valor as coisas. Esta semana, por exemplo, por distração estraguei o ecrã do meu portátil. Fiquei possessa. Não pelo bem material mas porque preciso dele para escrever. Por mais cuidado que temos com estas coisas, infelizmente ninguém esta livrados acidentes acontecerem…

Sobre a imagem, desde miúda que a minha mãe sempre me fez ter consciência de que ha meninos que não têm nada. E eu cresci com esse pensamento. Aprendi que para eu ter algo que eu queira muito tenho de trabalhar para a obter. Foi essa a mensagem que a minha mãe me transmitiu.

Em miúda sonhava ser rica para poder judar estes meninos. Sonhava ter muito dinheiro para poder fazer com estes meninos tivessem, cama, comida e roupa lavada. Pelo menos isso… Coisas básicas da vida. Hoje à minha maneira sempre que posso, ajudo. Quase todas as semanas levo sacas de roupa para as lojas de caridade. À minha maneira, à maneira que a minha mãe me ensinou e transmitiu vou ajudando. E independentemente disso o meu filho vai brincado com o meu tablet velhinho e com os brinquedos preferidos dele, porque para tudo tem de haver um meio termo.

About Matilde Ferreira

Desafio Gratidão| Semana 31: A Cidade

Costumo dizer que tenho as minhas duas cidades sao irmãs por serem tao parecidas e por encontrar ca em Londres detalhes e pormenores que me relembram o meu Porto.

Amo tanto o Porto, a cidade que me viu nascer, como Londres, a cidade que me adoptou. Falei delas aqui e aqui no cantinho da Cris Loureiro. Falo delas de coração cheio. E recomendo a toda a gente que queira visita-las. Vão ver que não se vão arrepender.

Foto da minha autoria Rotunda da Boavista, Dezembro de 2016

Do Porto guardo recordações muito boas, desde a minha infância ate à idade adulta. O meu sitio preferido da cidade são os Jardins do Palácio de Cristal. Sempre que regresso à minha cidade sinto-me de coracao cheio.

Fotografia da minha autoria Picadilly Circus, Setembro de 2014

De Londres continuo a ter tanto para descobrir que cada vez fico mais fascinada por esta cidade. Sempre que saio desta cidade, fico cheia de vontade de voltar.

 

Podem  acompanhar este desafio da Gratidão criado pela Liliana Silva do blog Silver Wing aqui .

Qual ou quais são as vossas cidades preferidas? 😉

About Matilde Ferreira