Category Archives: Uncategorized

Atypical

Sabem aquelas series que não conseguem parar de ver? Pois, Atypical é uma delas. Eu sempre gostei de ver series sobre famílias, desde sempre. E agora que sou mãe, acho que gosto ainda mais.

Seremos nós os atípicos? É à conclusão que chego depois de ver esta serie. As pessoas no espectro do autismo parece que estão mais bem enquadradas no mundo do que as restantes, pois sentem muito tudo o que as rodeia.

Sam é um adolescente com traços de autismo, que busca romance e independência. A sua decisão colocar sua mãe num caminho de mudança de vida própria.

Eu tenho uma coisa em comum com Sam, também eu adoro pinguins, e dava tudo para poder fazer como Sam e viajar ate à Antártida, com o Louis e o Rui. 🙂 O frio não me assusta, muito pelo contrario. Detesto calor, por isso se ha sitio onde me iria sentir mesmo bem, era no polo sul do nosso planeta. 🙂

Ja viram esta serie?

About Matilde Ferreira

Alerta Vermelho!

O planeta chegou ao limite! E mesmo assim existem pessoas a rirem-se… Será que essas pessoas só vai acreditar quando a desgraça lhes bater à porta? Ja a minha mãe dizia que é sempre assim que as pessoas aprendem e mesmo assim. É ver pelos casos dos negacionistas e anti-vaxxes que apanham covid… 🙁 Lamentável. Temos o melhor dos planetas, o mais belo e mesmo assim nao o sabemos aproveitar. Vivem a pensar que quando morrermos vamos ter o paraíso e mal sabem eles que o Paraiso é este Planeta Terra, o nosso Home Sweet Home como o meu filho de 5 anos lhe chama. Se ele ate ele ja da valor, nao entendo o que custa a essa gente perceber isso.

Estou para aqui a falar mas para essa gente eu sou tão maluquinha como a Greta… Ai vidas, quantas mais desgraças vai ser precisam acontecer para as pessoas cairem em si e tomarem consciência da realidade?… 🙁

Um pouco por todo o cenário é apocalíptico… É como se o que eu li no livro Apocaplise da Bíblia estivesse tudo a acontecer… Por muito que custe a acreditar parece que o que foi escrito há milhares de anos atrás está mesmo a acontecer… Incêndios, inundações são das coisas que eu mais tenho medo que me aconteçam, a mim e aos meus, desde pequenina… 🙁 Não consigo imaginar o sofrimento de quem passa por estas situações… 🙁

E eu ja ando a falar nisto desde que me lembro de ser gente… e quanto mais o tempo passa mais triste me sinto porque constato que em vez das coisas melhorarem com planeta só pioraram porque as pessoas simplesmente nao querem saber… e isso é muito frustrante 🙁

Resta-me continuar a agir conforme a minha consciência não só por mim mas pelo meu filho que nao tem culpa das atrocidades que os outros humanos cometem contra o nosso Planeta-Casa.

Continuo a dizer: se cada um de nos fizer um pouco, todos juntos acabamos por fazer muito!

Até quando a Humanidade vai continuar a fazer o papel da avestruz?… 🙁

About Matilde Ferreira

Gente sem juízo

Este fim-de-semana cá em Londres fizeram duas grandes manifestações anti-confinamento e anti-vacinas como podem ver nestas imagens e videos…

Como resposta a estas manifestações deixo-vos a mensagem do Dr. Ranj

Mensagem do Dr. Ranj

Para as pessoas que protestam em Londres hoje ... eu entendo. Vocês estão fartos. Todos nós estamos. Mas: 
1) COVID é real. É um insulto às pessoas que perderam suas vidas / meios de subsistência e aqueles que cuidaram deles, para dizer o contrário. 
2) Ninguém quer restrições ou confinamento. Mas se não tomarmos cuidado vamos acabar noutro (temos uma nova variante que já está a começar  a espalhar-se). 
3) Devemos usar cada linha extra de defesa que temos agora - todas as pequenas coisas - incluindo máscaras, lavar as mãos, distanciamento e vacinação. 
A menos que vocês tenham outra solução para esta pandemia global que todos nós não conhecemos?

E só para esclarecer: 
1) Não sou pró-confinamentos. Eles causaram enormes danos. Devemos diminuir as restrições o quanto antes, mas também dar a nós mesmos uma mudança de luta.
 2) Tantas pessoas sofreram pessoal e financeiramente por causa do  Covid - elas precisam de um melhor apoio. "Nós" votamos neste governo (eu não votei). Agora, responsabilizem-os.
 3) Eu não sou pago por minhas visualizações. Elas são minhas. Como profissional médico que tratou do Covid na primeira pessoa.
 Eu quero que todos nós possamos viver nossas vidas novamente … tão feliz e saudável quanto possível. E isso significa assumir nossa responsabilidade coletiva e tentar manter o máximo de pessoas seguras possível. Não se trata apenas de você e eu. É sobre nós. Todos nós.

Eu ja tenho as duas doses da vacina Pfizer e sinto-me muito bem. Se todos fizerem como eu e seguirem o exemplo dos príncipes William e Kate, juntos vamos conseguir voltar à normalidade. 🙂

Ja sabem, mesmo que ja tenham tomado a vacina continuem a seguir as medidas de segurança: Usar mascara, lavar as mãos e manter a distancia. Estamos todos juntos nisto para o bem de todos. Vamos fazer a nossa parte? 😉

About Matilde Ferreira

Sem palavras…

Cresci nos anos 80 e 90 com muito pouco. Não tínhamos agua quente em casa, tínhamos de aquecer no fogo a lenha. O meu pai sempre ganhou o ordenado mínimo. A minha mãe fazia tapetes de arraiolos e limpezas em casas de senhoras sem ter direito a descontos, era paga à hora, a partir dos 500 escudos, so mais tarde passou a ganhar 1000. Os meus pais dentro das suas possibilidades sempre fizeram para não nos faltar nada, sem luxos.

Em pleno século XXI, na era da tecnologia, é inadmissível que os miúdos não tenham internet nem computador em casa.

O governo ingles prometeu laptops para todas as crianças desde Março do ano passado, quando começou o lockdown. O Louis tem amiguinhos que ainda estao à desses computadores. O que lhes vale é o desenrasque dos pais, para que estes possam assistir as aulas online. O melhor amigo usa o telemóvel partido da mãe para ouvir as videochamadas e o laptop para ver. Felizmente nós temos muita sorte e damos graças por tudo o que temos mas temos perfeita consciência de que existem pessoas que não têm a mesma sorte que nos. E acreditem, que penso muito nelas e em formas de as poder ajudar dentro das nossas possibilidades.

Isto a proposito do adiamento das aulas online em Portugal para o dia 8 de Fevereiro. Ferias antecipadas? E entretanto, os pais dão em malucos porque os miúdos nem aprendem nem têm o que fazer, certo? E quando chegar à altura devida das Ferias da Páscoa e Verão, acham mesmo que os miúdos vão querer ir para a escola? Acham mesmo que se ja nao houver confinamento os pais vao deixar de ir de ferias de Verão por causa de os filhos irem para a escola? So eu acho esta ideia descabida?

Volto a frisar em pleno século XXI muito pouca gente não tem internet e computador ou telemóvel. O que eu mais vejo são putos com telemóveis, tanto aqui como em Portugal. Também sei que em Portugal existe muito boa gente que prefere gastar em tabaco ou em cerveja, ou na Sporttv do que ter bens essenciais para os filhos… 🙁 É triste mas é verdade. Não estou a dizer que não hajam excepções à regra, infelizmente existem, mas acreditem que são poucas. Infelizmente existem pessoas para tudo… 🙁

E por este andar…

Imagem retirada do instagram

About Matilde Ferreira

Quando isto tudo passar…

…eu vou continuar a lutar. Mas será que as pessoas se vão lembrar de dar o valor ao que passaram durante esta pandemia?…

Para hoje quero apenas fazer-vos pedido, protejam-se, fiquem em casa se puderem. Pensem nos outros. Pensem que este virus não é uma simples gripe. Pensem que se se protegerem e se resguardarem, esta pandemia não vai durar para sempre e vocês vão puder voltar as vossas vidas normais o mais rápido e depressa possível. Acreditem! Ja falta pouco. Ja existem vacinas por isso é so uma questão de tempo. Pensem no meu filhote de 4 anos que quer ir para a escola conviver com a professora e com os amiguinhos e não pode, por mais que ele goste de estar em casa, ele prefere aprender na escola e não em frente a um monitor de um computador.

Pensem que disto vamos poder voltar a passear, a andar de avião. Eu mal posso esperar para voltar a Paris, ou ao meu Porto, ou ir de ferias ate a um sitio onde nunca estive antes. E ir ver o mar 🙂

Vão por mim que ja vivi alguma coisa e tenho alguma bagagem, as tempestades não duram para sempre e temos sempre o arco-íris no fim delas 🙂

Juntos nós vamos conseguir, acreditem!

Ja disse que quando acabar este confinamento/ lockdown quer ir ver o mar? Mal posso esperar para levarmos o Louis a ver o mar, ele adora 🙂

PS: Agora que olho para calendário, constato que faltam 2 meses para eu fazer 44 anos… espero não passar outro aniversario em confinamento.

About Matilde Ferreira