Category Archives: Escrita Criativa

Pegadas no Parque| Desafio Storyteller d’As Gavetas

Imagem da minha autoria

Acordei cedo. Estava uma manhã fria, mesmo assim decidi fazer uma caminhada pelo parque. Tomei um cafe para acordar e aquecer e saí. Estava mesmo muito frio mas quanto mais andava menos frio sentia. Deixei-me levar. Até que, ja a meio do parque, vi umas pequenas pegadas no meu caminho e curiosa como sou, resolvi segui-las. de repente ouço um miar no meio dos arbustos, onde o rasto das pequenas pegadas terminava, e dei de caras com um gatinho preto de olhos verdes muito meiguinho e esfomeado. O meu instinto levou-me a pegar nele e leva-lo para casa. Caminhei em passo acelerado rumo a casa como gatinho ao colo, que tremia como varas verdes. Tinha parado de miar, talvez por se sentir confortável no meu colo.

Chegada a casa, fui recebida pelo meu filhote que entretanto ja tinha acordado e estava a tomar o pequeno almoço com o meu marido. Ao ver o gatinho, o nosso pequenote ficou excitadíssimo e não coube em si de contente. Ja o meu marido, prontificou-se logo a dar leite ao gatinho para de seguida o levarmos ao veterinário.

Parece um sonho tornado realidade, não parece? 🙂

Deixo-vos com uma foto da nossa gata maria que esta em Portugal aos cuidados dos meus manos e mãe. A nossa gata foi resgatada da rua juntamente com os seus irmãos e fomos busca-la a uma loja de animais na Senhora da Hora ha 10 anos.

Foto da minha autoria

Este desafio foi criado pelo blog AS GAVETAS DA MINHA CASA ENCANTADA.

About Matilde Ferreira

Vejo o mundo…

…como se de um filme se tratasse. Na minha cabeça tenho uma câmara que grava tudo à minha volta, ou pelo menos tenta. Quando vou de carro gosto de olhar para as janelas das casas e imaginar quem vive la e o que se passa no seu interior. Quando viajo de transportes dou por mim a a imaginar a vida das pessoas que viajam comigo. Sem querer escuto as conversas, não por ser cusca mas por achar os diálogos engraçados ou interessantes, dependendo dos casos.

Imagem da minha autoria – Estação de Metro de Earl’s Court

E assim vejo o mundo… e vocês, como vêem o mundo? 🙂

About Matilde Ferreira

Desafio Escrita dos Pássaros| Tema 7

A Constança precisa de uma mascara capilar mas o teu patrão so quer vender compotas de abóbora com amêndoa. Convence-a a escolher a compota para usar.

Adormeci e não ouvi o alarme. Levantei-me num ápice, vesti-me à pressa, passei agua pelo rosto e bebi um cafe frio, feito de vespera. “O Sr. Manel vai me matar” era só este o meu pensamento. Chego ao supermercado, a voar e dou um encontrão ao… Sr. Manel, que por acaso ate esta bem disposto começa logo por me dar ordens:

-Ola bons dias, rapariga, chegaste em boa hora, tenho aqui esta remessa de compotas de abóbora e amêndoa que tem de ser toda vendida hoje, sem falta! – disse com um sorriso de orelha a orelha.

“Compotas de abóbora com amêndoa?!… Mas eu nem sequer tomei o pequeno-almoço…” – pensei eu para os meu botões.

Nisto entra a Constança, toda sorridente, na loja e vem ter comigo.

-Ola, querida, tudo bem? Preciso de uma mascara capilar para o meu cabelo que está uma desgraça e esta semana tenho uma festa super importante!!

Antes que eu falasse, ela olhou para as compotas e ficou iluminada como se tivesse ganho a lotaria!!

-Compotas de abóbora com amêndoa?! Eu adoro compotas de abóbora com amêndoa, são as minhas preferidas, e para alem disso li numa revista que lavar o cabelo com estas compotas o deixam super macio. Ah e ja agora aproveito e compro o stock todo e assim ja tenho presentes de Natal para toda a familia e amigos. Quem é amiga, quem é? 🙂

E foi assim que a Constança me salvou o dia no emprego 🙂

Imagem retirada do Google

Descobri este desafio através do blog Sorriso Incógnito e podem acompanhar os vários temas aqui.

About Matilde Ferreira

Storyteller Dices D’As Gavetas| A Magia da Arvore de Natal

Desde pequenina que adoro a magia da árvore de Natal. E esse sentimento continua agora em adulta. A nossa árvore está “feita” desde meados de Novembro, sou uma pessoa mais feliz segundo as estatísticas. Em criança não descansava enquanto a minha mãe não “fazia” a árvore, eu ficava maravilhada com os efeitos e com as luzes. E entendo perfeitamente o nosso Louis que tambem fica fascinado. E canta musicas de Natal à volta da árvore.

A nossa arvore de natal

Por falar em musicas de Natal, trago-vos esta que aprendi nas aulas de alemão mas que ja ouvia muito em criança apesar de não saber a letra. Acho-a muito semelhante à minha canção de Natal preferida de criança que aprendi na primária, Noite Feliz.

O Tannenbaum, o Tannenbaum,
wie treu sind deine Blätter!
Du grünst nicht nur zur Sommerzeit,
Nein auch im Winter, wenn es schneit.
O Tannenbaum, o Tannenbaum,
wie treu sind deine Blätter!
O Christmas Tree, O Christmas Tree,
How steadfast are your branches!
Your boughs are green in summer’s clime
And through the snows of wintertime.
O Christmas Tree, O Christmas Tree,
How steadfast are your branches!
O Tannenbaum, o Tannenbaum!
Du kannst mir sehr gefallen!
Wie oft hat nicht zur Weihnachtszeit
Ein Baum von dir mich hoch erfreut!
O Tannenbaum, o Tannenbaum!
Du kannst mir sehr gefallen!
O Christmas Tree, O Christmas Tree,
What happiness befalls me when oft
at joyous Christmas-time
Your form inspires my song and rhyme.
O Christmas Tree, O Christmas Tree,
What happiness befalls me
O Tannenbaum, o Tannenbaum!
Dein Kleid will mich was lehren:
Die Hoffnung und Beständigkeit
Gibt Trost und Kraft zu jeder Zeit.
O Tannenbaum, o Tannenbaum!
Das soll dein Kleid mich lehren.
O Christmas Tree, O Christmas Tree,
Your boughs can teach a lesson
That constant faith and hope sublime
Lend strength and comfort through all time.
O Christmas Tree, O Christmas Tree,
Your boughs can teach a lesson.

Noite de paz, noite de amor
Tudo dorme em derredor
Entre os astros que espargem a luz
Proclamando o menino jesus
Brilha a estrela da paz
Brilha a estrela da pazNoite de paz, noite de amor
Nas campinas, ao pastor
Lindos anjos mandados por deus
Anunciam a nova dos céus
Nasce o bom salvador
Nasce o bom salvadorNoite de paz, noite de amor
Oh! que belo resplendor
Ilumina o menino jesus
Ano presépio do mundo, eis a luz
Sol de eterno fulgor
Sol de eterno fulgor

Este desafio foi criado pelo blog AS GAVETAS DA MINHA CASA ENCANTADA.

About Matilde Ferreira

Storyteller Dices d’As Gavetas| O Tempo

O Tempo não espera por ninguém… o Freddie é que tinha razão.E ele mais do que ninguém sabia bem o que isso era. No mes em que lembramos a sua morte, dou por mim a pensar como seria se ele tivesse sobrevivido à maldita doença… O que mais me conforta é que ele continua a ser uma fonte de inspiração. Pelo menos para mim e para o meu filhote que não se cansa de admirar os seus videos e as suas musicas.

É incrível como quanto mais fazemos e mais temos para fazer mas depressa o tempo passa. O tempo voa. Estou constantemente a dizer isto. Principalmente quando fazemos coisas que gostamos. O tempo voa quando passamos momentos bons com quem mais gostamos. Os anos passam cada vez mais rápido. Nem acredito que estamos quase no Natal. Mais um. Vamos fazer para que seja recheado de bons momentos.

Imagem da minha autoria

Deixo-vos com esta ladainha que tanto me diz:

O tempo perguntou ao tempo quanto tempo o tempo tem, e o tempo disse ao tempo que o tempo tem tanto tempo quanto tempo o tempo tem.

Este desafio foi criado pelo blog As Gavetas da Minha Casa Encantada.

About Matilde Ferreira