Category Archives: Artigo

Desafio Alma Lusitana d’As Gavetas

Para hoje trago-vos uma iniciativa muito interessante, criada pela Andreia Morais do blog As Gavetas da Minha Casa Encantada, chamada Alma Lusitana 2.0, que visa assinalar o Dia do Autor Português, a realizar em Maio.

Da minha parte vou fazer os possíveis sempre que me surgir conteúdo para participar. Com emigrante a lingua portuguesa tem ainda mais significado para mim e este ano quero muito gerir o meu tempo para conseguir ler mais livros de escritores portugueses. A começar pelos livros de Miguel Esteves Cardoso:

*Como é linda a puta da vida

*O Amor é Fodido

*A Causa das Coisas

*A Vida Inteira

*Os meus problemas

*As minhas Aventuras na Republica Portuguesa

*Amores e saudades de Um Português Arreliado

*Comes e Bebes: do que estavam à espera

Ja agora como estou quase a fazer em anos, no dia 19 de Março podem começar por me oferecer qualquer um dos 4 primeiros 😀 Estejam à vontade 😉 🙂

Deixo-vos com os temas do Desafio, e se tiverem duvidas entrem em contacto com a Andreia através do email que está no link do post que destaquei acima.

Imagem retirada do blog As gavetas da minha casa encantada

About Matilde Ferreira

Desafio Alma Lusitana| Dia do Autor Português

A Andreia do blog As Gavetas da Minha Casa Encantada teve a ideia e eu fiquei cheia de vontade de responder, pois a causa é muito nobre a fim de comemorar o Dia do Autor Portugues.

Mas desde já peço desculpas por não conseguir ler a maior parte dos livros da minha lista. Não só por falta de tempo mas também estar fora de Portugal e ser-me mais difícil obter as obras que pretendo ler. Mas acredito que hei-de conseguir, ate porque agora tenho a ajuda de um kindle, oferta do maridão, e assim fica mais facil ler obras portuguesas. Mais tarde falarei sobre esta nova aquisição.

=CATEGORIAS=

PORTO – Um autor que nunca tenhas lido, mas que está na tua lista: Miguel Esteves Cardoso: quero muito ler esta coleção do autor. 🙂 Miguel Esteves Cardoso não tem papas na lingua e escreve com alma e talvez por isso me desperta tanto o interesse. Espero que nunca se canse de escrever e que a inspiração jamais lhe falhe ate ao ultimo suspiro, e que este seja daqui a muitos e muitos anos.

Imagens retiradas do site da Wook

AVEIRO – Um livro para morar: O Nosso Reino de Valter Hugo Mãe: Enquanto lia esta historia, dei por mim na minha infância em casa dos pais e avós. Voltei atrás no tempo. E foi bom e engraçado. As personagens lembraram-me as minhas avós e tias, que sempre que passavam pela cruz de Cristo benziam-se. 🙂

Podem ler o review deste livro aqui.

Imagem da minha autoria

COIMBRA – Um livro do teu autor preferido: A Formula de Deus de Jose Rodrigues dos Santos: gosto de livros que me façam pensar, e este esclareceu-me tanto mas tanto. Não me canso de o recomendar.

Imagem retirada do Google – o meu está em Portugal

ERICEIRA – Um livro que te transporta para uma zona do país que gostas: A Formula de Deus que nos transporta para a beleza de Coimbra

GUIMARÃES – Um livro que deveria ter uma adaptação cinematográfica: Indecisa entre O Nosso Reino de Valter Hugo Mãe e A Formula de Deus de Jose Rodrigues dos Santos. Porque me “tele-transportaram” para as suas historias, foi como se eu fizesse parte delas, por isso acho que dariam bons filmes.

SINTRA – Um livro de poesia: Sonetos de Luis Vaz de Camões. O maior poeta português. Sempre me inspirou para a poesia e continua a inspirar. Este poema continua a fazer muito sentido nos tempos que correm.

Mudam-se os tempos, mudam-se as vontades

Mudam-se os tempos, mudam-se as vontades,
Muda-se o ser, muda-se a confiança;
Todo o mundo é composto de mudança,
Tomando sempre novas qualidades.

Continuamente vemos novidades,
Diferentes em tudo da esperança;
Do mal ficam as mágoas na lembrança,
E do bem, se algum houve, as saudades.

O tempo cobre o chão de verde manto,
Que já coberto foi de neve fria,
E em mim converte em choro o doce canto.

E, afora este mudar-se cada dia,
Outra mudança faz de mor espanto:
Que não se muda já como soía.

BRAGANÇA – O primeiro autor que leste: Sophia de Mello Breyner Andersen: A Menina do Mar, A Fada Oriana, O Cavaleiro da Dinamarca são livros que me marcaram muito pois ensinaram-me a ler, a sonhar ainda mais e a dar asas à minha imaginação. Ja leram algum destes?

Imagem da minha autoria

GAIA – Um livro infanto-juvenil: Colecção Uma Aventura de Ana Maria Magalhães e Isabel Alçada: Li a coleção toda num Verão da minha adolescência, gostei tanto de viajar com as 5 personagens e os dois cães através do nosso belo país e aprendi tanto com eles.

Imagem retirada do Google

LISBOA – Um livro que mencione outras expressões artísticas: Afectivamente – GNR: esta banda traz-me tão boas recordações. Sempre que ouço deixo-me levar ate ao final da minha adolescência. Pronuncia do Norte transporta-me sempre até a cidade do Porto, percorro mentalmente a ponte Dom Luis até à Ribeira, perdendo-me com a bela paisagem da cidade. Sangue Oculto faz-me dançar e cantar como se nao houvesse amanha e Dunas leva-me ate à praia de Sophia de Mello Breyner Andersen e Eça de Queiroz, a Praia da Granja. Tenho mesmo de ler este livro sofre a Historia da primeira banda rock portuguesa.

Imagem retirada do Google

BRAGA – Um livro passado na tua estação do ano preferida: O Tecido do Outono de Alçada Baptista – mais um livro para adicionar às minhas leituras. Nunca li nada deste autor mas a sinopse chamou-me a atenção.

Imagem retirada do Google

Filipe casara ainda jovem com Matilde, mas nunca fora capaz de classificar a relação de ambos. Aos trinta anos encontra Bárbara, uma mulher que partilha com ele a procura incessante pela esfera do divino. Com ela vive uma forte paixão pautada, no entanto, pelo fatalismo. Só então, magoado, redescobre Matilde, também ela agora com algumas cicatrizes…

ÓBIDOS – O livro com a capa mais bonita: O meu 💙 só tem uma cor de Joana Marques – Mais um livro que me diz muito e por ter vivido todas emoções que a Joana fala no livro. Tenho muito orgulho em todas as vitorias e glorias que o meu/nosso F.C. do Porto me deu ao longo destes 30 anos. E nem de propósito, o nosso Louis hoje acordou a cantar o hino todo do nosso clube 🙂

Imagem da minha autoria

Categoria Extra criada por mim conforme pedido pela AndreiaSÃO MIGUEL – AÇORES – Uma personagem: Falei deste livro aqui Gostei tanto da personagem da Guidinha Caderninho, talvez por me ter identificado muito com ela quando eu era pequenina.

O review está aqui.

Desde ja peço mais uma vez desculpas se fui repetitiva nas escolhas, mas tanto a Formula de Deus como O Nosso Reino são livros que me dizem bastante, espero que compreendam assim como o numero de livros lidos ser muito inferior ao livro de livros que quero ler. Desculpa, querida, Andreia. ❤️

E vocês, quais sãos vossos autores portugueses preferidos? Têm muitos livros para ler? 🙂

About Matilde Ferreira

O que voces acham disto?

Depois de falar sobre o período no post de segunda-feira… hoje venho fala-vos doo momento em que as melhores se livram dele…

Novo procedimento para atrasar a menopausa a mulheres que queiram ser mães depois do 50 anos. Acham isto uma coisa positiva? …

Ora bem , na minha humilde opinião, se ja é difícil ser mãe depois dos 40 porque faltam as energias, imaginem aos 50. Cada uma sabe de si mas acho que cada coisa tem o seu tempo. O amor não escolhe idade, é certo, mas acho a desculpa destas mulheres estarem à espera da pessoa certa para ter um filho um pouco descabida… 🙁

Acho que é tudo uma questão de bom senso, será que estas mulheres j pararam para pensarem que idade vai ter quando os filhos atingirem a idade adulta? Isto se conseguirem vê-los crescer 🙁 Eu não costumo ser pessimista mas talvez por ter querido tanto um filho antes dos 40 é que dou o valor. E só eu sei onde vou buscar forças a cada dia que passa… Quem me dera ter as energias dos meus 20 e dos meus 30…

Imagem retirada do Google

About Matilde Ferreira

Storyteller Dice| Mushrooms for Dinner

Hoje trago-vos mais uma pequena historia inspirada pelos dados contadores de historias. Espero que gostem 😉

Today I bring You another little story inspired by storytelling dices.

Hope you all enjoy it 😉

Imagem da minha autoria

Certo dia fui dar um passeio pelo campo e deixei-me levar pelo som das pegas. Elas levaram-me ate um sitio magico, cheio de cogumelos coloridos mas venenosos. Inconsciente, colhi alguns, pois decidi que seria esse o meu jantar. Cheguei a casa, salteei os cogumelos com espinafres, misturei ovos e fiz uma omelete. Abri uma garrafa de vinho e deliciei-me com o meu jantar. A dada altura comecei a sentir alucinações, seria do vinho ou dos cogumelos?… Adormeci e no dia seguinte despertei do sonho, como se nada tivesse acontecido com uma sensação de satisfação boa mas com um gosto estranho na boca…

One day I went for a walk in the countryside and I was carried away by the sound of the magpies. They took me to a magical place, full of colorful but poisonous mushrooms. Unconsciously, I picked some because I decided that this would be my dinner. I got home, stir-fry the mushrooms with spinach, mixed eggs and made an omelet. I opened a bottle of wine and delighted my dinner. At one point I started to feel allucinations, would it be the wine or the mushrooms? … I fell asleep and the next day I woke up from the dream, as if nothing had happened with a feeling of good satisfaction but with a strange taste in my mouth …

O que acham que me aconteceu? Deixo ao vosso critério o desenlace desta historia.

What do you think that have happened with me? I leave up to you the end of this story. 😉

About Matilde Ferreira