Open Box: Kawai Panda

Tão bom quando nos encontramos algo que nos gostamos e ainda por cima somos bem atendidos ao ponto e ficarmos de coração cheio. Descobri esta loja online através da menina do blog Naipes Heart  e tive curiosidade de ir ao site da loja. A Kawai Panda tem imensos artigos super fofos inspirados no Japão. 🙂 Desde stationery ate snacks a variedade é enorme.

Imagem da minha autoria

Para começar mandei vir esta box pequenina de snacks e recomendo. O envio foi super rápido, tudo muito bem acondicionado e muito bonito. Uma experiencia a repetir sem sombra de duvidas. 🙂 A minha caixa trazia 10 guloseimas muito saborosas e ainda um pin muito amorosa com esta bonequinha. Adorei tudo!

Eu fiquei fã e decertada que vou voltar a comprar nesta loja cheia descosias fofas e ideias super giras para oferecer 🙂

Ja conheciam? 😉

About Matilde Ferreira

Conversas às quartas com a … Marta Carvalho

E hoje a minha convidada desta rubrica é a  Marta Carvalho 🙂  A Marta tem  25 anos e, atualmente, vive em Coimbra. É estudante a tempo inteiro e blogger nos tempos livres. Desde sempre, que gosta, particularmente, de ler e escrever e, em 2015, decidiu criar “A Marca da Marta“, um blogue “colecionador” de marcadores de livros espalhados pelo mundo!

1-Para acompanhar esta conversa, chá de…

Frutos vermelhos (o único que gosto!).

2- Com bolo ou bolachas?

Bolo, de preferência, de chocolate (sou bem gulosa!).

3-O que te levou a criar o blog?

Tal como mencionei anteriormente, criei “A Marca da Marta” em janeiro de 2015 com o objetivo de apresentar a minha (longa) coleção de marcadores de livros. No entanto, este blogue “vai muito além disso”, pois aborda diversas temáticas, nomeadamente,literatura. Além disso, também, tem publicações de cariz pessoal onde me dou a conhecer melhor, seja os meus gostos ou desgostos. Aquilo que me faz feliz e o que me deixa menos contente.

4- Qual o teu marcador preferido?

Uma pergunta difícil! Confesso que, não tenho “um eleito”, pois existem muitos que vão de encontro aos meus gostos e preferências. No entanto, prefiro sempre aqueles que são mais coloridos, animados e, por vezes, infantis (com muita “bonecada”!).

5- O que mais gostas neste mundo dos blogs?

Gosto especialmente da partilha de experiências, do contacto e da interação com outros bloggers.

6- Qual o teu passatempo preferido?

Ler, escrever e “bloggar” estarão sempre no topo da lista.

7- Como te imaginas daqui a 10 anos?

Espero estar estável, tanto a nível pessoal como profissional, ou seja, casada, com 2 filhos, a fazer o que mais gosto, rodeada das “minhas” pessoas e cheia de sáude!

8- O que gostarias de dizer aos teus seguidores, a quem te lê?

Inicialmente, quero agradecer por estarem sempre desse lado, por acompanharem diariamente “A Marca da Marta“. É uma alegria constante perceber que existem pessoas que “fazem questão” de tirar um pouco do seu tempo para lerem e comentarem o que partilho. Em segundo lugar, quero dizer-vos para acreditarem e lutarem sempre por aquilo que ambicionam, arrisquem, “façam por acontecer” e, claro, sejam muito felizes!

Desde agradeço de coração à Marta por esta conversa tão boa e por todo o carinho que tem tido comigo aqui no Cantinho 🙂 Que continuemos assim por muitos e muitos anos, um de cada vez 😉 

 

About Matilde Ferreira

Assunto do dia…

Kathryn Mayorga foi aconselhada, pelo seu advogado, a aceitar o dinheiro na altura pois a influencia do jogador na altura ja era bastante grande… e o que levou a  reabertura  do processo de investigação passados 8 anos depois foi uma entrevista com o jornal alemão DER SPIEGEL

O que mais me revolta nesta historia de Cristiano Ronaldo e de Kathryn Mayorga, para alem da situação em si, é a quantidade de mulheres a julga-la. Como é que é possível tanta falta de bom senso? Ja pararam para se colocar no lugar dela? Ja pararam para pensar que ela estava iludida no calor da diversão? E o mais grave é que o Cristiano ao pagar e a pedir desculpas ja esta a assumir o que fez. Por isso so lhe resta a condenação. Mas em que mundo vivemos em que pouca gente consegue ver o obvio? A rapariga devia ter feito o mesmo que eu fiz ao meu ex quando ele também se enganou. Dei-lhe um  murro no meio das pernas que ele ate guinchou! Sabem porque me ponho no lugar dela? Porque a única coisa que me arrependo na vida é de não ter denunciado o meu padrinho e o meu ex-chefe por assedio sexual. No caso do meu padrinho eu tinha 13 anos e ele so nao me violou porque eu tive uma mãe atenta. No caso do meu ex-chefe acreditem que tive muito sangue frio para nao deixar as coisas se descontrolarem. Eu dava-lhe cada empurrão que ele ate andava de lado. Sempre com o meu Rui no meu pensamento. Foi isso que me deu forcas. E so nao o denunciei porque na altura o emprego me fazia falta e era a minha palavra contra a dele…

Parem para pensar um bocadinho comigo: que idade tinha a rapariga na altura do sucedido? Este testemunho conta tudo. Ela era uma miúda no começo da sua vida que trabalhava numa discoteca para pagar os estudos como fazem muitas raparigas da idade dela, bem ou mal, quem somos nos para a julgar. E porque demorou tanto tempo para divulgar o que aconteceu, perguntam vocês? Porque amadureceu. Cresceu. Está cansada. Esgotada. Sabem o que isso é? O dinheiro acabou porque possivelmente o gastou em tratamentos psiquiátricos e psicológicos para apagar o que lhe aconteceu. E como ela acreditem que devem existir mais. Ja para nao falar nas mães dos filhos dele feitos através de inseminação artificial… Sim, Cristiano, o dinheiro compra tudo mas nao compra moral e dignidade. E a consciência desta mulher falou mais alto.

Deixo-vos com estas analises sobre o assunto:

Ja chega! Agora deixem a justiça tratar do assunto!

About Matilde Ferreira

Desafio Gratidão| Semana 41: A Tecnologia

Foto da minha autoria – Lu a falar ao telefone – Jan.2018

A tecnologia é um bem necessário que a maioria dos humanos nao sabe usar. Para tudo tem de haver um meio termo, como ja falei aqui e a tecnologia não é excepção. Para escrever este post eu preciso dela. Para o partilhar tambem. A tecnologia faz parte do ganha-pão do meu marido. Se formos razoáveis com tudo, nada pode falhar.

Sou da geração da caixinha magica. Passava a manha entretida a ver os meus desenhos animados preferidos. Cresci e aprendi muito com a tv. Mas tinha tempo para tudo. Para ler. Para brincar. Para ajudar a minha mãe. E o meu filhote apesar de ser da geração touch-screen parece ser da nossa…temos o bom senso de esconder telemóveis e tablets para ele assim poder ficar entretido ou com a tv ou  com os seus carrinhos, livros e legos.

Foto da minha autoria – Lu a ver uma das suas series preferidas – Agosto 2018

O que me entristece nos nossos dias é ver pessoas a fazerem figurinhas tristes por estas bandas sem ter a mínima noção de como se utiliza a internet. Quando comecei a usa-la existiam regras básicas de educação online… que se formos a ver são as mesmas da vida real. Ha um código de ética na internet, sabiam? Coisas simples como não ligar o caps lock pois significa que estamos a gritar com a outra pessoa, entre outras coisas. Outra das coisas que me faz muita confusão é que as pessoas por trás do ecrã ou do teclado parece que se transformam e desligam o cérebro… escrevem sem pensar e sem lógica nenhuma… e isto da-me uma vontade muito grande de chamar os meus amigos extraterrestres e ir embora daqui para fora com a minha família… E pronto, peço desculpas pois ja estou a divagar…

 

Fiquem com uma das primeiras vezes em que o Lu mexeu num teclado 🙂 Acho que ainda não andava… só gatinhava 🙂

 

Podem  acompanhar este desafio da Gratidão criado pela Liliana Silva do blog Silver Wing aqui .

Qual é valor que a tecnologia tem para vocês?

About Matilde Ferreira

Desafio Gratidão| Semana 39: O Desporto

O meu desporto preferido é… caminhar. Desde miúda que adoro caminhar 🙂 Sempre gostei muito de andar a pé e ao meu Lu vai pelo mesmo caminho, pois acha mais piada andar pelo seu próprio pé do que no seu carrinho. É claro que gosta muito de andar de carro e de comboio mas quando se apanha a andar ninguém o para hehe.

Na escola eu detestava educação física pelo simples facto de ter de correr… eu dizia para mim mesma que não era nenhuma Rosa Mota, e aquela dor de burro que eu sentia por baixo do estômago também não ajudava nada. Talvez ja fosse um sinal de que os meus ovários não estavam bem 🙁 O único desporto que eu adorava jogar era mesmo o basquetebol. Isso sim, eu curtia.! Tinha até um colega meu que pegava em mim para eu encestar hehe 😀

O nosso corpo, o nosso organismo precisa de movimento pois ajuda-o a funcionar melhor. 🙂

Foto da minha autoria

E vocês, gostam ou praticam algum tipo de desporto?

About Matilde Ferreira