Category Archives: Cançōes

Caixa de Musica| Festival da Canção 2021

E as minhas canções preferidas do Festival da Canção da RTP deste ano, que passaram à Final a realizar no próximo fim de semana, são…

Era capaz de ficar a ouvir estas duas musicas o dia todo, a semana toda… 🙂 Que orgulho, parece que de ano para ano as musicas do Festival da Canção estão cada melhores, desde que Salvador Sobral ganhou o Eurovisão. As musicas que o meu coração escolheu são em inglês mas podiam ser na nossa língua mãe. O meu coração não escolhe línguas 🙂 Tenho muito orgulho no nosso português mas acho muito que os artistas portugueses arrisquem em cantar na língua universal pois nem todos os países têm o dever de entender português ou outra língua qualquer. O meu filho tanto entende e fala em português ou inglês, mas como bilingue escolhe a mais fácil que tambem é a do pais onde ele nasceu, o inglês. Até a Amalia teve muito sucesso alem fronteiras pela sua voz e carisma… infelizmente o publico estrangeiro não percebia metade do que ela cantava 🙁

“Dancing in the Stars” NEEV

I still see you when I close my eyes
I’m not used to being alone at night
Why’d you leave like that?
I’m dying inside

I’d give you all my life
to hold you one last time
Why’d you leave like that?
I’m burning inside

Now you’re dancing in the stars above us
and I’m still here singing for you…
and they tell me I’ll be ok but I don’t know
Cause when the sun shines again
You won’t be home

I’m staring at this empty bed
The pain swallows me and I can’t rest
I dream to have you back
I’m still in love

I remember seeing your eyes closing
feel the air leave your body
for the last time
For the last time

Now you’re dancing in the stars above us
and I’m still here singing for you…
and they tell me I’ll be ok but I don’t know
Cause when the sun shines again
You won’t be home

Now you’re dancing in the stars above us
and I’m still here singing for you…
and they tell me I’ll be ok but I don’t know
Cause when the sun shines again
You won’t be home

“Love on My Side”

Left home when I was only sweet sixteen
Chasing blind love and a bunch of broken dreams
Don’t know how I thought I’d be a queen
I could do anything
But somehow I end up here I don’t know why
I still believe that

Love is on my side
Love is on my side
Love is on my side
Maybe not tonight

I can feel it when it rains
I can feel it still runnin’ in my veins
Ran so fast I couldn’t even grow
Forgot where I belong
Sold my body on a dirty cold floor
Yet I believe that
I believe that

Love is on my side
Love is on my side
Love is on my side
on my side
Maybe not tonight
Love is…
Love is…
Love is…
Love is on my side
Maybe not tonight

Tambem gostei muito destas musicas:

Joana Alegre – Joana do Mar

Desde bem cedo
Trago um segredo
Ser mulher peixe
não tem enfeixe
não cabe o medo

Eu decido
o meu enredo
Por onde sigo
Quando me entrego
eu não me nego

Salto no ar
Peixe a voar
Escama a brilhar
Joana do Mar

Graciela – A Vida Sem Acontecer

A vida sem acontecer
A vida sem saber para onde vamos
Agarra-me o braço, dá-me um abraço
Logo vês

A vida sem control z
A vida sem saber qual o destino
Eu pago-te um fino, traz o teu amigo
Logo vês

Não ligues ao que eu faço
Eu sou um embaraço só por ser
E assim eu sei o que me dá prazer
E assim eu sei o que é viver

A vida sem acontecer
A vida sem saber para onde vamos
Agarra-me o braço, dá-me um abraço

Sara Afonso – Contramão

Não sei por onde andei,
Mas sei que me perdi
Até que me encontrei
De novo junto a ti

Eu levo o acaso às costas
Eu vou por vontade e perco a razão
Se a estrada acabar deixo andar
E mudo de direcção

Se o tempo está a passar
E tudo tem um fim
Eu quero lá chegar
Contigo ao pé de mim

Valéria – Na Mais Profunda Saudade

Trago na Alma este canto 

Este silêncio, quebranto  

Numa constante ansiedade  

Trago na voz a quimera  

Da mais terna primavera  

Na mais profunda saudade  

Trago o tempo das cerejas  

Em cada vez que me beijas  

Numa perfeita ilusão  

E sempre que vejo o mar  

Vejo a cor do teu olhar  

E sinto o teu coração  

IRMA – Livros – infelizmente não passou… 🙁

Não choro mais amor
Escrevo uma carta a contar
Como foi bom morar
Naquele banco de jardim

Onde ia namorar
E agora só viver
A história linda dos meus livros
Que alguém se pôs a escrever

Não quero mais chorar
No banco do jardim
Onde a história sobre nós
Ficou no livro que não li

Costumam ver o Festival da Canção? Qual ou quais são as vossas musicas preferidas?

About Matilde Ferreira

Uma musica para dizer…

… que te amo 🙂

Esta musica ficou conhecida como o tema principal do Fantasma da Ópera de Andrew Lloyd Webber, que eu quero muito ir ver um dia. Uma das interpretações mais famosas é a de Antonio Banderas & Sarah Brightman.

Uma curiosidade: esta era a musica preferida da Princesa Diana e consta-se que que esta fez uma gravação para dar de presente de aniversário ao Prince Charles e este foi contar à Camilla sobre isto em jeito de gozo, esta ultima parte referida na serie… (peço desculpas pelo spoiler da 4a temporada da serie A Coroa).

No more talk of darkness,
Forget these wide-eyed fears;
I’m here, nothing can harm you,
My words will warm and calm you.Let me be your freedom,
Let daylight dry your tears;
I’m here, with you, beside you,
To guard you and to guide you.Say you love me every waking moment,
Turn my head with talk of summertime.
Say you need me with you now and always;
Promise me that all you say is true,
That’s all I ask of you.Let me be your shelter,
Let me be your light;
You’re safe, no one will find you,
Your fears are far behind you.All I want is freedom,
A world with no more night;
And you, always beside me,
To hold me and to hide me.Then say you’ll share with me one love, one lifetime;
Let me lead you from your solitude.
Say you need me with you, here beside you,
Anywhere you go, let me go too,
Christine, that’s all I ask of youSay you’ll share with me one love, one lifetime;
Say the word and I will follow you.Share each day with me,
Each night, each morning.Say you love me!
RAOUL
You know I do.Love me, that’s all I ask of you

Conheciam? 🙂

About Matilde Ferreira

GNR, Grupo Novo Rock

Para mim a melhor banda portuguesa não são os Xutos & Pontapes, alias deixei de gostar de ouvir desde a morte do querido Zé Pedro. Os GNR dizem-me tanto pois foram um marco da minha adolescência. 🙂 Grupo Novo Rock. Lembro-me que em criança confundia as siglas com a GNR da policia 😀

*Sangue Oculto… Quando ouço esta musica, instintivamente começo logo a canta-la sem parar, sabendo a letra de cor 🙂 E a parte que mais curto é quando é cantada a duas vozes em português e castelhano 🙂 Que malha!

Há luz na artéria principal
Ardem as chamas de dois sóis
Há luta na arena artificial
Corre o sangue, mato-me primeiro e a ti depois
Al huir de una investida
Es como saltar una hoguera
La barrera de fuego una frontera
Ao fugir da própria vida
Sem correr e sem saltar
Oculto o sangue que tenho para dar
Flores como la sangre
Correrán entre mis venas
Arden como el deseo
Tu prision y mis cadenas
Ao fugir da própria vida
Sem correr e sem saltar
Oculto o sangue que tenho para dar
Al huir de una investida
Es como saltar una hoguera
La barrera de fuego una frontera
Ao fugir de uma investida
Como saltar a fogueira
A barragem de fogo, uma fronteira
Al dejar la propria vida
Sin volver la pista atrás
Guardaré la sangre que tengo para dar
Al huir de una investida
Es como saltar una…

*Efectivamente… primeiro estranha-se, depois entranha-se 😀 Divirto-me tanto com a letra desta musica 🙂

Adoro o campo as árvores e as flores
Jarros e perpétuos amores
Que fiquem perto da esplanada de um bar
Pássaros estúpidos a esvoaçar
Adoro as pulgas dos cães
Todos os bichos do mato
O riso das crianças dos outros
Cágados de pernas para o ar
Efectivamente escuto as conversas
Importantes ou ambíguas
Aparentemente sem moralizar
Adoro as pêgas e os padrastos que passam
Finjo nem reparar
Na atitude tão clara e tão óbvia
De quem anda a engan (t) ar
Adoro esses ratos de esgoto
Que disfarçam ao pilar
Como se fossem mafiosos convictos
Habituados a controlar
Efectivamente gosto de aparência
Imponente ou inequívoca
Aparentemente sem moralizar
Efectivamente gosto de aparência
Aparentemente sem moralizar
Aparentemente escuto as conversas
Efectivamente sem moralizar
Efectivamente, sem moralizar
Aparentemente, sem moralizar
Efectivamente

*Dunas… musica de Verão! Um hino ao Verão, à praia, ao mar, às esplanadas ao pé das Dunas 🙂

Dunas, são como divãs
Biombos indiscretos de alcatrão sujo
Rasgados por cactos e hortelãs
Deitados nas dunas, alheios a tudo
Olhos penetrantes
Pensamentos lavados
Bebemos dos lábios, refrescos gelados
Selamos segredos
Saltamos rochedos
Em camara lenta como na TV
Palavras a mais na idade dos: porque
Dunas, como que são divãs
Quem nos visse deitados
De cabelos molhados, bastante enrolados
Sacos camas salgados
Nas dunas, roendo maçãs
A ver…

*Mais Vale Nunca…sempre que ouzo esta musica apetece-me saltar como uma criança 🙂

Há um lixo novo pra limpar ao nascer
Um grito surdo que tentam calar
Vais ouvir e ver
Mais vale nunca
Nunca mais saber
Mais vale nada
Nunca mais querer
Mais vale nunca mais crescer
É tê e vê cérebro em fuga a dominar
Gene preguiçoso e letal
Olha pró que eu faço
Mais vale nunca
Nunca aprender
Mais vale nada
Nunca mais querer
Mais vale nunca mais crescer
Ficas a aprender
Mais vale nunca
Nunca mais saber
Mais…

*Ana Lee… quando o Louis era bebe eu costumava cantar-lhe esta musica de forma personalizada: Bebe Lu, bebe Lu meu lotus azul…

Eu bebi, sem cerimónia o chá
À sombra uma banheira decorada
Num lago de jambu
E dormi, como uma pedra que mata
Senti as nossas vidas separadas
Aquario de ostras cru
Ana Lee, Ana Lee
Meu lótus azul
Ópio do povo
Jaguar perfumado
Tigre de papel
Ana Lee, Ana Lee
No lótus azul
Nada de novo
Poente queimado
Triângulo dourado
Se ela se põe de vestidinha
Parece logo uma princesinha
Num trono de jasmim
E ao vir-me
Embora em verde tônico
No pais onde fumam as cigarras
Deixei-a a sonhar por mim
Ana Lee, Ana Lee
Meu lótus azul
Ópio do povo
Jaguar perfumado
Tigre de papel
Ana Lee, Ana Lee
No lótus azul
Nada de novo
Poente deitado…

*Asas… esta faz-me sonhar 🙂

Asas servem pra voar
Para sonhar, ou pra planar
Visitar, espreitar, espiar
Mil casas do ar
As asas não se vão cortar
Asas são para combater
Num lugar infinito no vacuo
Pra respirar o ar
As asas são
Para proteger, te pintar
Não te esquecer
Visitar, te olhar, espreitar-te
Bem alto do ar
E só quando quiseres pousar
Da paixão que te roer
É um amor que vês nascer
Sem prazo, idade de acabar
Não há leis para te prender
Aconteça o que acontecer
Mas só quando quiseres pousar
Da paixão que te roer
É um amor que vês nascer
Sem prazo, idade de acabar
Mas só quando quiseres pousar
Da paixão que te roer
É um amor que vês nascer
Sem prazo, idade de acabar
Não há leis para te prender
Aconteça o que acontecer
Não vejo leis para te prender
Acontença o que acontecer
Não há leis para te prender
Aconteça o que acontecer

E por ultimo, mas não a menos importante…

*Pronuncia do Norte… dedicada à minha cidade do Porto 🙂

Há um prenúncio de morte
Lá do fundo de onde eu venho
Os antigos chamam-lhe renho
Novos ricos são má sorte
É a pronúncia do norte
Os tontos chamam-lhe torpe
Hemisfério fraco, outro forte
Meio-dia não sejas triste
A bússula não sei se existe
E o plano talvez aborte
Nem guerra em bairro ou corte
É a pronúncia do norte
É um prenúncio de morte
Corre um rio para o mar
Não tenho barqueiro nem hei de remar
Procuro caminhos novos para andar
Tolheste os ramos onde pousavam
Da geada as pérolas, as fontes secaram
Corre um rio para o mar
E há um prenúncio de morte
E as teias que vidram nas janelas
Esperam um barco parecido com elas
Não tenho barqueiro nem hei de remar
Procuro caminhos novos para andar
E é a pronúncia do norte
Corre um rio para o mar
E as teias que vibram nas janelas
Esperam um barco parecido com elas
Não tenho barqueiro nem hei de remar
Procuro caminhos novos para andar
É a pronúncia do norte
Corre um rio para o mar

Gostam desta banda? Que recordaçōes têm dos GNR?

About Matilde Ferreira

Há momentos na Historia…

12 de Julho de 1986 e 13 de Julho de 1985

…que deviam de se repetir. Ja falei disto aqui mas quando vejo notificações no Instagram por esta altura, não me canso de voltar a falar. 🙂 Como disse no post mencionado, o nosso Louis nasceu num dia magico para a historia da musica, dia em que os Queen deram um dos concertos mais míticos da sua carreira e da Historia da musica. No dia 12 de Julho de 2016 nasceu a nossa estrelinha, passados 30 anos do concerto fantástico. O Freddie onde estiver deve ser o anjo da musica do nosso filhote 🙂

Sintam e vibrem com a lenda magica que foi Freddie Mercury 🙂 Não há como ficar indiferente à garra de Freddie. 🙂 Ele era único e ainda hoje transmite muito boas energias 🙂 Quando ouço as suas musicas fico logo bem-disposta e cheia de vida 🙂

O Freddie era uma pessoa apaixonada pela Vida que partiu cedo demais mas que nos deixou uma herança eterna. 🙂 Onde ele estiver deve estar orgulhoso do seu legado apesar de ser uma pessoa muito simples e humilde.

As palavras são sempre poucas para falar deste ser humano extraordinário… O mundo precisa de mais exemplos como ele.

Há 35 anos, este homem foi a estrela do Band Aid, deixando o publico em êxtase 🙂

E por mais anos que passem esta musica será sempre a minha canção de Natal preferida, pela sua mensagem e melodia, até o nosso Louis se deixa embalar por ela 🙂

Por mais que os anos passem este concerto foi único por reunir artistas tao bons de uma forma tao simples. 🙂

It’s Christmas time, and there’s no need to be afraid
At Christmas time, we let in light and banish shade
And in our world of plenty, we can spread a smile of joy
Throw your arms around the world
At Christmas timeBut say a prayer and pray for the other ones
At Christmas time, it’s hard but while you’re having fun
There’s a world outside your window, and it’s a world of dread and fear
Where a kiss of love can kill you, and there’s death in every tear
And the Christmas bells that ring there are the clanging chimes of doom
Well tonight we’re reaching out and touching youBring peace and joy this Christmas to West Africa
A song of hope where there’s no hope tonight, ooh
Why is coming first deadly feared?
Why is to touch to be scared?
How can they know it’s Christmas time at all?Here’s to you
Raise a glass to everyone
Here’s to them
And all their years to come
Can they know it’s Christmas time at all?Feed the world, let them know it’s Christmas time again
Feed the world, let them know it’s Christmas time again
Heal the world, let them know it’s Christmas time again
Feed the world, let them know it’s Christmas time again
Heal the world, let them know it’s Christmas time again
Heal the world, let them know it’s Christmas time again
Feed the world, let them know it’s Christmas time again
Heal the world, let them know it’s Christmas time again
Heal the world

Desde ja peço desculpas por me repetir tanto obre este assunto mas falar sobre estes momentos fazem-me mesmo bem ao coração 🙂

Inspirem-se 🙂

About Matilde Ferreira

Uma musica que faz sorrir…

…a alma 🙂

Eu seilá
Em que dia da semana vamos, seilá
Qual é a estação do ano, seilá
Talvez nem sequer a queira saberEu sei lá
Porque dizem que estou louca, seilá
Já não sou quem fui, sou outra, seilá
Pergunta-me amanha, talvez eu saiba responderE eu juro, eu prometo
E eu faço, e eu rezo
Mas no fim o que sobra de mimE tu dizes coisas belas
Histórias de telenovelas
Mas no fim tiras mais um pouco de mimEntão força, leva mais um bocado
Que eu não vou a nenhum lado
Leva tudo bom que há em mimQue eu não fujo, eu prometo
Eu perdou e eu esqueço
Mas no fim o que sobra de mimMas tu sabes lá, das guerras que eu tenho
Tu sabes lá, das canções que eu componho
Tu sabes lá, talvez nem sequer queiras saberMas tu sabes lá, da maneira que te amo
Tu sabes lá, digo a todos que é engano…

Espero que esta musica vos anime tanto quanto me anima a mim 🙂
Bom domingo, gente boa e linda 😉

About Matilde Ferreira