Category Archives: Saude

O que voces fariam…

Se vos oferecessem uma cirurgia no privado enquanto estavam em à espera de uma no serviço publico?…

Em Novembro fui contactada pela TVI, por motivo de ser administradora do grupo Mulheres Portuguesas com SOP e Endometriose pois estavam a procura de um testemunho de alguém que fosse fazer uma cirurgia brevemente. Eu não poderia ser uma vez que não estou em Portugal. Fiz um post no grupo e houve logo alguém que se disponibilizou, informei a jornalista que disse que ja tinham encontrado uma pessoa… pessoa essa que também fazia parte do meu grupo.

https://tviplayer.iol.pt/programa/a-tarde-e-sua/53c6b3883004dc006243ce59/video/5c1bebf00cf25417c35bc658

E eis que dias após o programa ser transmitido, por sorte ou azar, ao percorrer o meu feed do facebook, encontro este post… Cada um sabe de si mas fiquei um pouco chocada com este post. Fiz um post no meu grupo e logo veio esta senhora dizer “para não atirarem pedras pois no lugar dela tínhamos feito a mesma coisa”. Como não gosto de peixaradas tratei logo de remover e bloquear esta pessoa do grupo.

Confesso que no meio de tanto azar tive sorte ao emigrar. Estive mais de dez anos para ser operada. Tive um medico muito conceituado de Paços de Ferreira que me disse na cara que nem que eu lhe pusesse um lingote de ouro à frente ele me operava. Triste, não? E entretanto eu que vivesse com dores. Precisei de emigrar para ser operada… duas vezes, e sinto que não vou ficar por aqui. Cada um sabe de si… mas estando à espera de uma operação, não acham estranho esta recusa? Acreditem a operação, chamada laparoscopia, é muito simples e não precisamos de ter medo. Vale tudo para nos tirarem as dores.

A serio que não entendo o que vai na cabeça destas pessoas…e o que mais me deixa triste é que a pessoa que entrou em contacto comigo precisa mesmo de fazer a operação…

About Matilde Ferreira

Esta Youtuber valeu a pena conhecer…

Falo-vos de Claire Wineland

Tive pena de ter conhecido esta rapariga tarde de mais. Mas guardo a mensagem que nos deixou para sempre. É nos piores momentos da vida que ganhamos forças para continuar. E ela fez isso. Sempre com um sorriso nos lábios. Por muitas dores que tenha sentido, por muito que os tratamentos a tenham deixado de rastos, ela fez por aproveitar a sua curta vida ao máximo. Destas mensagens no YouTube eu já gosto. Isto vale mesmo a pena.Estes grandes humanos fazem-me sentir pequenina, pois fazem-me ver que eu não tenho problemas e só tenho a agradecer por tudo de bom q a Vida me dá.

Ja tinham ouvido falar?

Concordam comigo? 🙂

Bom Domingo*

About Matilde Ferreira

D.I.E.T.A.

Este post da Teresa deixou-me a pensar, pois tal como ela também eu tenho um ovario deficitário devido à minha doença, como ja tenho falado por aqui. Eu tenho um ovário doente, o direito, enquanto o esquerdo está muito subido foi por essa razão que tive de fazer tratamentos de fertilidade, uma vez que por vias naturais era muito difícil mesmo… Também sofri muito co pílulas. Hoje não tomo nenhuma, tenho aparelho e aguardo que o meu organismos se adapte a ele… Às vezes tenho vontade de tirar o sistema reprodutor mas nem todas somos Angelinas Jolie… Se o temos é para regularizar as nossas hormonal e a nossa saude mental feminina. Cabe-nos a nos saber ouvir e controlar o nosso organismo. Eu consegui, como uma alimentação equilibrada e exercício fisico moderado.

D- deve

I- incluir

E- equilibradamente

T- todos os 

A- alimentos

Fiquem com este programa que ando a ver no Youtube que me levou a constatar o que ja penso ha muito tempo: o meio termo e o equilíbrio são definitivamente a melhor escolha.

Sabiam que nos EUA ja se fazem caixões XXXL e ja ha pessoas a morrerem aos 45 anos por complicações ligadas à obesidade? Aqui no Reino Unido estão a ir pelo mesmo caminho… A situação é muito preocupante. 🙁

E voces, fazem uma alimentação equilibrada ou nem por isso?

 

About Matilde Ferreira

Uma pergunta…

…no passado sábado, dia 1 de Dezembro, lembrou-se o Dia Mundial contra a SIDA, e na rádio fizeram esta pergunta: eram capazes de abraçar uma pessoa com o vírus da SIDA ou um seropositivo? A minha reposta imediata foi: SIM! Como se eu tivesse voltado atras no tempo, aos anos de 1991, ano da morte de Freddie Mercury, e 1992, ano da estreia do filme Philadelphia… Custa-me a acreditar que nossos dias ainda existam pessoa incapazes de o fazer 🙁

Freddie Mercury faleceu a 24 de Novembro de 1991, um dia depois do aniversario da minha madrinha que era uma fã incondicional dele. 🙁 E uma semana depois, a 1 de Dezembro “lembra-se” o dia da luta contra a SIDA… ele ha coincidências.

Imagem da minha autoria

Deixo-vos com um pequeno extracto do livro The Life, Death and Legacy of Freddie Mercury – Somebody To Love onde podem ler pormenores dos últimos dias do cantor e também como o vírus apareceu no inicio do século passado… 🙁

Novembro de 1991. Londres, 10 de domingo. O clima na capital é tipicamente sombrio. (…) Incapaz de andar sem assistência e com a visão começando a falhar, ele é cuidadosamente levado pelos degraus da aeronave. (…) Pouco mais de uma hora depois, o carro o deixa em sua mansão Kensington, os portões eletrônicos de segurança o fecham para o mundo lá fora.
E o mundo para ele. (…)
(…) Ele passa seu tempo em seu quarto. (…)
(…) Mas os visitantes são menos agora. (…) O gotejamento à direita da cama – ali para permitir transfusões de sangue – trai a doença que agora habita esta casa. (…)
O homem que mora aqui seria irreconhecível agora para a maioria de nós, mas quase todos nós conhecemos sua identidade. (…) E ele é um prisioneiro dentro das paredes de sua casa. (…)
(…) Razão principal, sendo que ele tem AIDS. A esperança de uma cura, uma meia crença em tratamentos que poderiam prolongar a vida, foi para ele. Os médicos especialistas recuaram – eles não têm mais nada a oferecer. (…)
(…) Não há espaço reservado para a esperança, (…) Seu sistema imunológico está tão comprometido que torna o corpo efetivamente desamparado contra a ameaça de infecção. (…)
(…) As drogas que ele tomou nos últimos três anos, um coquetel experimental e, finalmente, letal, pouco fizeram para adiar o inevitável. (…)
(…) A esperança de um milagre não aconteceu. (…) Assim terminou a sua vida. E como sua morte começou.

 

Acerca do virus da SIDA…

 

Tudo tem um começo.
Nosso começo é no Congo Belga, no coração da África. O ano é 1908 e o país está tentando se reconstruir após o regime brutal do rei Leopoldo II. (…)
(…) O nosso caçador vive nas profundezas da selva congolesa como parte do pequeno grupo étnico Banthu (…) Os dentes do chimpanzé afundam na sua mão esquerda (…) Ele examina a mão ferida. (…)
(…) Desconhecido, o chimpanzé que ele caçou e matou está portando um vírus. (…) O vírus imediatamente começa a se replicar de forma agressiva. (…)
(…) Depois de três dias no rio, nosso caçador chega a Leopoldville. (…) As carcaças que ele transportou, incluindo o chimpazee que o mordeu, são cortadas para serem vendidas, cozidas ou fumadas. (…)
(…) Neste ou em visitas subseqüentes, o caçador passará o vírus para iniciar sua velocidade em toda a humanidade. A transmissão do vírus do chimpanzé para o caçador foi provavelmente a única vez em que essa única linhagem do HIV atravessou a fronteira da espécie, do chimpanzé ao humano, e depois se estabeleceu com sucesso para se tornar a pandemia que ainda enfrentamos hoje. (…)

 

Tinham conhecimento desta historia?

O que fariam nesta situação?

Nota: Ainda não vi o filme Bohemian Rhapsody pois estou a espera que saia na Apple TV para o ver com o mini Freddie ca de casa que ja é viciado nas musicas da banda e nos trailers do filme. Depois contar com o nosso review 😉

About Matilde Ferreira

Voces usavam?

Foto da minha autoria

Comprei o copo menstrual e ainda não usei pois tenho um fluxo muito abundante mesmo.  Estou a ganhar coragem mas sou muito picuinhas com estas coisas de higiene intima. Ainda por cima usar uma coisa nessa zona super sensível durante muito tempo, fico com a sensação incomoda de que estou suja. Ainda por cima penso em todas as bactérias que aquele sangue tem… se o nosso corpo esta a expelir não pode ser bom de certeza e nao convém ficar ali muito tempo, certo?… Pode ser defeito meu mas o que é certo é que nao me sinto bem. Prefiro usar as toalhas como a minha mãe usava. E acreditem que ja usei muitas vezes para compensar o uso dos pensos higiênicos, principalmente à noite.

 

About Matilde Ferreira