Category Archives: Books

Trevor Noah| Born A Crime

Ja vem tarde este post mas mais vale tarde do que nunca 🙂

O Trevor é fantástico e deu um espetáculo no Madison Square Garden há 3 anos atras. Sortuda da Bumba na Fofinha que foi assistir a um Daily Show. 🙂

Eu adoro o Trevor. E passei a admira-lo ainda mais de “ouvi-lo” contar o seu livro “Nasci Um Crime“, na primeira pessoa. 🙂 Os audibooks são a minha companhia seja ca em casa ou na rua. Mais ca em casa, que é onde passo a maior parte do tempo, seja a trabalhar no meu negocio ou a fazer as lides domésticas.

Ler e ouvir são das actividades mais polivalentes que podemos fazer 🙂 Para alem de podermos fazer outras coisas, é, ao mesmo tempo relaxante.

O livro do Trevor leva-nos numa viagem pela vida do famoso comediante desde a sua infância e adolescência na África do Sul, o país que viu nascer.

O tema principal deste livro é a experiência do racismo, especificamente no contexto do apartheid, o sistema segregado de governo que permitiu aos sul-africanos brancos oprimir e subjugar legalmente os outros grupos raciais do país entre as décadas de 1940 e 1990.

Sabiam que este livro está a ter uma adaptação cinematográfica pela Paramount? Mal posso esperar para ver 🙂

Deixo-vos com uma curiosidade: o significado do titulo do livro tem a ver com o facto de o pai do Trevor ser branco e a sua mãe ser negra pois durante muitos anos era ilegal duas pessoas de raças diferentes terem uma relação e casarem…

Têm por habito ouvir audiobooks?

About Matilde Ferreira

Desafio: Catathon| Readathon

Vi este desafio de leitura no Instagram da Melanie Moreira e não resisti a participar. Não so porque adoro gatos mas também porque tenho o que é preciso para responder ao Desafio 😀

O desafio é muito simples, durante este fim de semana às 3.30 da tarde de sábado e domingo, vão decorrer maratonas de leitura online. Podem ficar a saber de tudo nos instagram das hosts e do twitter do evento.

As hosts sao:

Abigail: @abigailscupoftea

Sara:@sarasreadingnook 

Christin:@christin_rene_

Melanie:@thatgirl_blogue

Aqui podem ver no que o Desafio consiste:

E a minha participação é esta:

Descobri estes livros do autor Tom Cox quando vim para Londres. Talvez para matar saudades da minha gata pois na altura sentia muito falta dela.

I discovered these books by author Tom Cox when I came to London. Maybe to miss my cat because I missed her a lot at the time.

Tom Cox é um escritor extraordinário que escreve sobre tudo um pouco, sobre a vida em geral e sobre os seus gatos, sempre com muito sentido de humor à mistura 🙂

Tom Cox is an extraordinary writer who writes about a little bit of everything, about life in general and about his cats, always with a great sense of humor in the mix :)

Good Bad Furry Meet THE BEAR – a cat who carries the weight of the world on his furry shoulders, and whose wise, owl-like eyes seem to ask, Can you tell me why I am a cat, please? Like many intellectuals, The Bear would prefer a life of quiet solitude with plenty of time to gaze forlornly into space and contemplate society’s ills. Unfortunately he is destined to spend his days surrounded by felines of a significantly lower IQ . . .

RALPH: handsome, self-satisfied tabby, terrified of the clothes horse.

SHIPLEY: mouthy hooligan and champion mouser, rendered insensible by being turned upside-down.

ROSCOE: fiercely independent kitten, tormented by her doppelganger in the mirror.

And then there’s Tom, writing with his usual wit and charm about the unexpected adventures that go hand in hand with a life at the beck and call of four cats . . . or three cats and a sensitive poet who just happens to be a foot high and covered in fur.

Talk to the Tail Following on from Tom’s life with six cats in ‘Under The Paw’, he now picks up the story in ‘Talk To The Tail’, updating readers on what has happened with his feline friends as well as looking back for more confessions about his animal-loving past.

Quem participou ou vai participar neste desafio? 🙂

Gatos e Livros são sempre uma excelente combinação 🙂

About Matilde Ferreira

World Book Day 2022

Ontem celebrou-se o Dia Mundial do Livro aqui no Reino Unido, como é tradição todos os anos na primeira quinta-feira do mês de Março. E porque livros nunca são demais, por aqui não podíamos deixar de celebrar esta data. 🙂 Ja por aqui falei o quanto gostamos de ler e não dispensamos as leituras nas nossas rotinas. 🙂

A escola do Louis festejou hoje a data, julgo que deve ter havido algum engano no calendário pois devem ter mantido a mesma do ano passado mas nao faz mal pois hoje ate é sexta-feira e até calha bem.

O Louis foi todo contente com o seu fato de dinossauro combinado com a gravata e cachecol do Harry Potter, tudo escolhas dele 🙂 Diz ele que era um Doctor Dinossaur 🙂 Fomos pesquisar e essa personagem existe mesmo e pertence aos Marretas 🙂 O que importa é que ele seja feliz 🙂

As fotografias falam por si 🙂

E claro, que eu não podia deixar de adquirir algumas pechinchas como tento fazer todos os anos. Encontrei livros a 50 centavos e a 1£ no WHSmith e no supermercado ASDA 🙂 O Louis quis oferecer um ao seu melhor amigo que adora dinossauros. Conseguem adivinhar qual é?

Este fim de semana, fomos a Windsor comer um gelado e ver os cisnes da Rainha, e aproveitamos para ir a uma das lojas preferidas do Louis, Daniel Windsor, e encontramos um livro ilustrado por Axel Scheffler, o conhecido ilustrador dos livros da Julia Donaldson, e o que nos chamou a atenção é que a personagem principal deste livro faz parte das nossas brincadeiras cá em casa ha bastante tempo, falamos do Tickle Monster ( O Monstro das Cócegas)… ele há coincidências mesmo engraçadas 😀

Deixo-vos com duas sugestões minhas, Voices of Chernobyl de Svetlana Alexievich e When Hitler Stole Pink Rabbit de Judith Kerr, na minha opinião muito actuais, por toda esta situação que se está a viver sobre a Guerra da Russia e Ucrânia, e que nos provam que a Historia existe para não se repetir… por este motivo é que livros como estes sao tao necessários para nos mantermos bem informados. 🙂

Não percam o Dia do Livro Português no proximo dia 26 de Março.

About Matilde Ferreira

Sobre…

Ler. Ler faz bem. Quanto mais lemos mais informados ficamos. Ler alimenta a alma. Ler acalma. Ler abre horizontes. A melhor altura do dia é a hora da historia. Desde sempre. Agora, ora leio eu, ora lê ele. E é tão bom criar estas memórias.

Quando vim para Londres fiquei contente por haver mais pessoas como eu a ler nos transportes públicos. Em Portugal, cheguei a sentir-me um alien chegando até a ser olhada de lado e gozada por andar sempre com um livro na mão. Sim, acreditem, havia um motorista que me gozava quando eu entrava na camioneta com um livro na mão. Qual é o problema? Eu não ligava pois a minha realidade era muito melhor 🙂 Era e continua a ser assim que me sinto bem.

Não importa a quantidade que se lê, o importante é que se o faça. Pôr o telemóvel de lado e relaxar, é tão bom, sabe muito bem. Quanto mais não seja para parar um pouco, já basta o stress diário dos dias que correm. Deixem-se levar pelas paginas de um livro, deixem-se levar pelas historias que nos transportam para outras realidades. Quanto mais lemos, menos hipóteses existem de a História se repetir porque ficamos mais atentos. Aprendemos tanto.

Outra das coisas pelas quais fiquei muito contente quando cheguei a Londres foi de ver que os preços dos livros são mesmo muito acessíveis. Tenho comprado muitos livros para o Louis a preços da chuva 🙂 Ainda na semana passada comprei 10 livros de historias por… 10£, ou seja ficaram a 1£ cada 🙂 Maravilha!

E quando ele ja não precisa deles, doamos a caridades para fazer outras crianças felizes.

Quanto mais lemos mais vontade temos de escrever e registar o que sentimos e pensamos. Ler ajuda tanto na imaginação e criatividade.

Fico triste quando vejo as pessoas dizerem que os livros são caros e não gostam de termas depois compram telemóveis topos de gama e de ultima geração… Prioridades!

Meus queridos, sabiam que existem sítios onde podem ler de forma gratuita, que se chama bibliotecas? Só precisam de pousar o telemóvel e deixarem de ser alienados, ou então podem ser aliens por entre as historias que os livros contam 🙂 Tão bom!

Os benefícios de ler são tantos que chegam a ser ilimitados 🙂 Para além de ser um bom exercício mental pois não deixa que a nossa mente estagne, dá-nos a possibilidade de criar através da escrita.

Ah e se não quiserem ler, podem sempre “ouvir” através de audibooks, eu sou fã e acho muito pratico porque nos dá a possibilidades de fazer varias coisas ao mesmo tempo, como por exemplo as tarefas domesticas, é perfeito para a vida de mãe pois ganhamos mais autonomia e ficamos mais polivalentes 🙂

Portanto, não há desculpas para não se querer ler, há é falta de vontade e de estimulo…

Tirem as vossas conclusões sobre estas duas imagens/ artigos.

About Matilde Ferreira

Os Livros da minha Infância e Adolescência

Aprendi a ler com os livros da Anita, andava sempre com eles debaixo do braço a fazer de conta que era a professora dos meus bonecos. Mais tarde li a coleção de Uma Aventura toda num só Verão. A coleção era da minha melhor amiga na altura. E eu devorava os livros com uma tremenda satisfação. Eu envolvia-me tanto nas historias que era como se eu também fizesse parte delas. 🙂 Haverá coisa melhor? E aprendi tanto com eles. Cheguei até a escrever para as autoras Ana Maria Magalhães e Isabel Alçada. 🙂

Como disse com os livros da Anita aprendi a ler e com os livros de Uma Aventura viajei por todos os sítios onde se passavam as aventuras dos cinco amigos. 🙂

Enquanto isso aqui o Louis começou a ler com a ajuda dos livros da Julia Donaldson, a celebre escritora do nosso amigo Grufalo, e tenho a certeza que mais tarde, ele vai se deixar encantar pelos livros de Harry Potter, e eu ja disse que vou ler com ele 🙂

Quais foram os primeiros livros que se lembram de ler? Quais os vossos preferidos?

About Matilde Ferreira