Conversas às Quartas com Ana Rita Correia| “Tudo O Que Eu Sempre Quis” Review

 

Foto da minha autoria – livro da Ana Rita Correia “Tudo o que eu sempre quis”

Conhecem aquele sentimento de quando estamos a ler um livro e não queremos termina-lo porque estamos a ter muito carinho pelas personagens? Pois foi mesmo isso que me aconteceu ao ler o livro da Ana Rita Correia. Tudo o que sempre quis é uma lufada de ar fresco que conta a historia de 5 jovens: Salvador, Lucas, Helena, Sara e Martim. O meu personagem preferido é mesmo o primeiro pela sua coragem ao encarar as situações…

A autora: Ana Rita Correia

“Ana Rita Correia nasceu no coração do Ribatejo, Santarém, a 13 de maio de 1993. Aos 14 anos descobriu que a leitura lhe proporcionava um escape para uma dimensão diferente, fazendo-a esquecer o que a rodeava. Fã incondicional de Nicholas Sparks, depressa decidiu que queria contar historias. Queria escrever livros. Dez anos depois os cadernos de capa preta com as pequenas historias que escrevia,  deram lugar a livros impressos. Continua a mesma leitora compulsiva, sobretudo para escapar ao stress do dia-a-dia da sua profissão como designer de interiores e exteriores. ” retirado do livro da Rita “Tudo o que sempre quis”

Imagem da minha autoria

1- Para acompanhar esta conversa… chá de…?

Não sou fã de chá mas opto por qualquer saber fora do normal. Talvez morango ?

2- Bolo ou biscoitos? 

Ambos, é uma escolha difícil ehehe

3- Como surgiu a ideia de escrever este livro?

A ideia surgiu assim do nada, depois de já ter largado um outro livro a meio. Ao início era para ser apenas uma pequena história e nunca pensei que chegasse onde chegou. Dava por mim a querer completá-la um pouco mais a cada página que escrevia. Achava que as personagens tinham muito para contar.

4- Onde foste buscar inspiração?

Inspirei-me nas pessoas que passaram pela minha vida, nas que partiram e nas que ficaram. A história em si é ficção mas as personagens são baseadas em pessoas reais, tal como os locais. Para quem já leu, a Sra Dª Rosário é uma versão de uma senhora nazarena que me é muito querida que eu chamo de avó. A pizzaria onde o Martim trabalha é uma versão melhorada do Mr Pizza da Nazaré. O avô dos irmãos (Salvador, Lucas e Helena) faleceu da mesma forma que o meu avô… A essência da história é ficção, mas tem pequenos pormenores tão meus que só quem me conhece bem dá por eles. As personagens são ficção, mas têm sempre algo em comum com as pessoas que cruzaram a minha vida. De certa forma sinto que este livro os está a homenagear, a imortalizar. Daí ser tão especial para mim, não só por ser o primeiro.

5- Qual ou quais é/são a/s tua/s personagens preferidas?

Adoro todos mas sem dúvida que o Lucas é o meu preferido, apesar de não ter explorado muito a sua história, é uma personagem que nos dá esperança. A mim dá. E faz-me acreditar que tudo é possível.

6- Para quando um próximo livro?

Se tudo correr bem, Abril do próximo ano.

7- Como te imaginas daqui a 10 anos?

Parece clichê mas imagino-me com a minha própria família e uns quantos livros escritos, algumas viagens feitas e feliz pela pessoa que espero vir a tornar-me junto das pessoas que mais amo.

8- O que mais gostas de fazer nos teus tempos livres? 

Para além do óbvio (escrever) adoro ler. Ouvir música, fotografar, pintar, conhecer locais e pessoas novas…

9- O que é ser blogger para ti?

Para mim ser blogger é partilhar um pouco de mim com as pessoas que me acompanham e que por vezes tanto carinho me dão mesmo de tão longe.

10- O que gostarias de dizer aos teus seguidores e leitores? 

Nunca desistam dos vossos sonhos. Pode nem sempre ser fácil – nunca é. – Pode nem sempre se calhar valer a pena mas arrisquem, experimentem, não tenham arrependimentos por não terem tentado. Valem mais arrependerem-se por terem tentado e não ter resultado. Vivam a vossa vida, esqueçam o ruído de fundo e sejam felizes à vossa maneira, a fazer aquilo que mais prazer vos dá. Vivam, sorriam e sejam felizes, todos os dias.

Obrigada, querida Rita por teres aceite o convite para esta agradável conversa 🙂 Desejo-te muito sucesso e jamais deixes de sonhar com historias tão bonitas como esta 🙂

Se ainda não leram o livro da Rita, recomendo que o façam pois é uma leitura leve e ao mesmo tempo intensa que vos fazer fazer ficar a pensar… e se fosse eu? 😉 Aproveitem agora o Natal para oferecer um presente a vocês mesmo, e ja agora a outra pessoa especial 😉

 

About Matilde Ferreira

Dia Mundial do Livro

Como vos disse aqui hoje é o dia do Livro em Portugal e para o resto do mundo, pois ca os ingleses gostam de ser os primeiros em tudo hehe 🙂

Aproveitem para comprar aqueles livros que tanto desejam pois a Wook oferece os portes  🙂 Querem melhor maneira de comemorar este dia? 😉

Wook esperas? 🙂

 

About Matilde Ferreira

Boa Páscoa| Happy Easter

Sou sincera, sempre fui mais de Natal do que da Páscoa. A Páscoa em miúda sempre me soou a obrigação. A obrigação de receber o compasso em casa e beijar o crucifixo cheio de impurezas… 😛 Depois que deixei de ir à Igreja a Páscoa passou a ser para mim um período de reflexão. Mas chorar a morte de um homem que morreu ha mais de 2000 anos atras, não faz grande sentido pois não? Foi um homem admirável que deixou uma grande mensagem para a Humanidade, mensagem essa que a maioria não percebeu ou fez que não percebeu. Gosto de acreditar que Jesus foi um homem como tantos outros e ter lido o Código de Da Vinci de Dan Brown ajudou-me a perceber melhor a historia desse grande homem que Jesus foi. Ja leram? Se ainda não, recomendo que o façam 🙂

Ah é verdade este ano a Páscoa calha no dia 1 de Abril… será que quer dizer alguma coisa? 😛

E por aqui o melhor da Páscoa é isto 🙂 deixo-vos com as nossas decorações e DIYs 🙂 Ate o Lu ja quer ajudar hehe 🙂

Beijinhos e tenham uma Páscoa muito docinha 🙂

About Matilde Ferreira

WookAcontece

Vamos trocar as amêndoas por livros na Pascoa? 😉 Hehe 🙂 Eu consigo e vocês? 😉

WOOK - www.wook.pt

Fiquem com uma seleção variada de vários títulos escolhida pela Wook

Infelizmente a Wook está com problemas técnicos em relação as encomendas por motivos de causas naturais que podem ver aqui nesta noticia. Mas como podem ver neste aviso as vossas encomendas estarão disponíveis ja na primeira quinzena e Abril. 😉 Por isso aproveitem 🙂

WookEsperas? 🙂

About Matilde Ferreira

Sacrificar livros…

Olha fui nomeada pela Vera Benavente do Love Adventure Happiness para uma tag no mínimo sui generis e como tem a ver com livros aceitei de imediato hehe 🙂

Podem ver as respostas dela aqui 🙂

 1. Um livro muito falado: Vamos começar com um Apocalipse de zombies! Digamos que estás numa livraria, apenas a ver, quando BAAM! ATAQUE ZOMBIE! Um anúncio é feito através do sistema de som a dizer que o exército descobriu que a única fraqueza dos zombies são livros muito falados. Qual o livro, que todos dizem que é fantástico mas que tu odeias mesmo, começas a mandar aos zombies sabendo que vai contar como um livro muito falado eliminado assim os zombies com sucesso? 

R: Estou com a Vera, nunca li a sequela do Crepúsculo e talvez o único que uso desse fosse mesmo para me defender de um ataque de zombies hehe 😀 Se forem como os filmes, parece que ainda estou a ouvir o meu Rui a grizar-se: “ai olha um vampiro com purpurinas, mulher” 😀 
2. Sequela: Digamos que acabaste de sair do cabeleireiro com um novo corte de cabelo BOMBÁSTICO e BOOOM, chuva torrencial! Que sequela estás disposto a usar como guarda-chuva para te protegeres? 
R: Mais uma vez estou  com a Vera nisto… tambem achei as 50 sombras uma leitura demasiado facil… tao facil que adormeci nas primeiras paginas do primeiro livro nas minhas horas de almoco enquanto trabalhava…e olhem que nessa altura devorava livros do Dan Brown, Dorothy Koomson e Jose Rodrigues dos Santos.
3. Um clássico: Digamos que estás numa aula e o teu professor de português está a falar e a falar de como este clássico mudou o mundo, como revolucionou a literatura e tu cansas-te tanto de ouvir isso que lhe atiras o clássico mesmo à cara. Porque sabem que mais? Este clássico é estúpido e vale a pena seres castigado só para mostrares a todos como te sentes! Que clássico atirarias? 

R: “Os Maias” Perdoem-me os amantes do tio Eça… mas ler um livro desta envergadura não pode nem dever ser lido por obrigação 😛 

4. O livro que menos gostas na vida: Digamos que estás a passar algum tempo na biblioteca quando BAAM o aquecimento global desaparece e o mundo lá fora torna-se um terreno congelado. Estás preso e a tua única hipótese de sobrevivência é queimar um livro. Qual o primeiro livro para o qual corres, o livros que menos gostas na vida, que livro não te arrependerias minimamente de queimar?
R: Ora bem…  temo que me irei repetir ou talvez nao, para alem das 50 sombras e da saga Crepúsculo, queimaria também a Bíblia e o Corão, ah e a Tora… e assim acabavam-se muitos dos males do mundo 😉 So um aparte, o aquecimento global também provoca frio, é precisamente por se chamar aquecimento global que as coisas estão no estado em que estão… completamente descontroladas 🙁 
Obviamente que qualquer um é bem-vindo de responder a esta Book Tag  (não se esqueçam de colocar o link nos comentários para eu depois ir espreitar) mas vou seleccionar 5 blogs por ter imensa curiosidade em saber as respostas que vão dar:

About Matilde Ferreira