Um pequeno passo…

Acordar com boas noticias sabem tão bem 🙂 A ciência descobriu a causa da minha doença. Agora fica mais fácil descobrir a cura. Sei que ainda ha um longo caminho a percorrer mas isto da-me esperanças para continuar a acreditar. Não é fácil viver um dia de cada vez. Escrevo este post com a perna esquerda toda dorida, um dos sintomas da doença, e com o ovário direito a provocar-me dores de rins… mas não posso deixar que a doença me controle, tenho de ser eu a fazê-lo, contrariar o corpo para que ele ganhe resistências! Caminhadas fazem-me bem, apesar de me deixarem de rastos, tiram-me as dores. e são noticias como esta que me fazem continuar a acreditar. A ciência descobriu a causa da SOP Síndrome de Ovários Policisticos, o que significa que ja falta só um danoninho assim  para a cura. Sei que ainda muito tem de ser feito. Não podemos descuidar dos nossos hábitos saudáveis. Tem sido uma luta muito dura ao longo destes últimos anos mas tem valido a pena!

Infelizmente ainda muitas mulheres sofrem desta doença sem saberem por isso nao me canso de vos alertar, falem com o vosso medico, informem-se (eu não tinha internet quando me foi diagnosticada a doença mas não foi por isso que não deixei de perguntar e pesquisar) e façam exames de rotina para saberem como está o vosso organismo.

5 Factores que causam a doença: 

9 alimentos ruins a evitar para controlar a doença: ( eu deixei de consumir açúcar branco, e diminui o consumo de lacticínios, assim como carnes de vermelhas, tendo deixado de consumir carne de vaca; Tambem deixei de consumir pao branco, salvo raras excepções) 

Uma alimentação equilibrada rica em frutas e vegetais e a ingestão de muita agua varias vezes ao dia, sao meio caminho andado para um organismo regulado, tenho sentido muitas diferenças nos últimos anos.

Infelizmente em 5 anos passamos de 1 em 10 para 5 em 10… fora aquelas mulheres que sofrem da doença sem serem diagnosticadas… Este doença se nao for diagnosticada a tempo pode levar ao Cancro do Colo do Utero

Ja fizeram o vosso papanicolau? Do que estão a espera para o fazer? 😉

 

About Matilde Ferreira

4 meses de recuperação…

E o balanço é positivo e… lento muito lento. O meu corpo está a habituar-se a voltar ao normal e para isso precisa de tempo. Não está fácil mas eu dou a volta pois o que não nos mata torna-nos mais forte. Às vezes mal tenho forças para sair da cama mas o meu maior estimulo é o meu filhote que precisa de mim.Como sabem fui operada no dia 1 de Fevereiro para remover um cisto de 9 cms do ovário esquerdo e colocar o DIU. As primeiras semanas custaram bastante, principalmente a mudar a fralda ao Lu, sempre a desviar-me das pernitas irrequietas dele 🙂 Por vezes parece que ainda tenho o cisto, pois ainda sinto as fisgadas como se tivesse uma pedra a apertar-me o estômago. A recuperação de 3 a 6 meses pois o organismo tem de se habituar a um corpo estranho nele como diz e bem esta blogger britânica muito conhecida por estas paragens que também colocou o aparelho por motivo de sofrer de endometriose.  Neste post  ela conta a sua experiência com o aparelho intra-uterino e da excelentes conselhos para quem quiser experimentar. É um método contraceptivo 99% seguro e quem me dera te-lo colocado quando me foi diagnosticada a doença. Porque aos 40 anos infelizmente o organismo não é o mesmo que aos 20 pois esta muito mais lento…mas eu consigo, um dia de cada vez e devagar devagarinho isto vai ao sitio, tem de ir. Agora tenho de marcar uma consulta de rotina para ver se esta tudo bem pois quero aproveitar o Verão ao máximo sem muitas dores (as minhas hormonas não se dão muito bem com o calor, vamos a ver como isto corre, pois o aparelho também serve para as regular). 

Ao contrario do que tenho lido por estas bandas acerca deste assunto, o DIU não e abortivo, se assim fosse a pílula e o implante hormonal também o eram. 😉 

Infelizmente isto nao me vai curar a doença uma vez que ela é crônica mas acredito que me vai devolver anos de vida e de saúde.

About Matilde Ferreira

Melhor presente de Natal de sempre…

…Saúde! 🙂

Com o alto patrocinio do NHS, vou ser operada dia 1 de Fevereiro para remover o cisto de 9 cms do meu ovário direito (se pegarem numa régua, verão que as dimensões são idênticas a uma maça ou bola de tênis, por esse motivo ja mexe com o meu bem-estar)  🙂 Brevemente falarei com mais detalhes desta operação.

A partir de agora os posts aqui no Cantinho não serão diários por razoes obvias, desde ja apresento as minhas desculpas mas é por uma boa causa, pois o mes de Janeiro vai ser preenchido por visitas ao hospital de preparação para a operação.

Feliz dia de Natal 🙂

Espero que tenham recebido muitas prendinhas no sapatinho 🙂

About Matilde Ferreira

Setembro, Mês da Consciencialização da SOP

Ja vos tenho falado neste assunto aqui, aqui e mais recentemente aqui. Como disse anteontem a minha GP, esta doença vai fazer parte da minha vida até ao fim. Olha a novidade. Parece que não mando no meu próprio corpo. Tenho saudades de estar grávida e dos primeiros 9 meses do meu Lu onde mal senti sintomas da doença. Mas infelizmente isto é mesmo assim, ate que os médicos estejam dispostos a tirarem-me o sistema reprodutor todo, uma vez que ja concretizei o desejo de ser mãe e neste momento, com esta idade só quero ter forças para criar o meu filho.

Mas deixemos de falar de mim. Como anda a vossa saúde feminina? Têm feito exames de rotina? Aproveitem este mês de sensibilização para saberem como vocês andam por dentro. Acreditem, poupam muitas preocupações. 

Quem está comigo? 😉

 

About Matilde Ferreira

A dor de perder um filho… Beda17

Farias agora 6 aninhos… estarias a entrar para a escolinha, serias o exemplo do teu maninho Lu. Es a estrelinha que o guia!

No final de Setembro de 2010 sofri um aborto espontâneo as 5 semanas. Podia estar de pouco tempo mas acreditem que era muito desejado pois como sabem sempre quis ser mãe. Foi muito dura recuperação, apesar de ter tento dar a volta da melhor forma possível.

Sobre o apoio que tive na Maternidade Julio Dinis no Porto dou nota 0. Disseram para ir trabalhar, pois ajudava. Que o tempo curava tudo. Isso nao e verdade. So piorou. Estes ultimos anos foram de muita luta como vos tenho contado por aqui. Nao foi facil. Nao foi facil de todo. Nao sei se teria conseguido sem o apoio da pessoa que tenho ao meu lado.

Esta era a minha carinha no Natal de 2010.

Esta era a minha carinha no final do Verão de 2014, poucos meses antes de fazer a minha laparoscopia, bastante diferentes, não acham? 

A luta foi dura e difícil mas com isto tudo aprendi que…

e…

Lembrem-se sempre disto, um dia de cada vez, acreditem!

About Matilde Ferreira