Desafio Gratidão| Semana 4: Saúde

E nem de proposito, dentro de uma semana vou… ser operada. Por isso o tema desta semana é mais que apropriado. Desde os meus 18 anos em que me foi diagnosticada esta doença de seu nome SOP (Síndrome de Ovários Policísticos) que tenho lutado pela minha saúde. No meu ultimo emprego eu estava sempre a dizer que sem saude não havia trabalho. E é tão verdade… sem saúde não somos nada, e eu mesmo sem ela ou com pouca, não desisti, e dou muitas graças por tudo o que consegui ate agora. É nos piores momentos que encontramos forças para seguir em frente. Parece que finalmente ao fim de 20 anos vou encontrar a paz que tanto preciso em termos de saude. Ja perdi a conta as vezes que fui ao ginecologista, ja perdi a conta as vezes que olhei para a app do período para confirmar que este estava atrasado… Estes 5 anos foram decisivos mas também muito stressantes. Por isso tive de parar contra todas as mas línguas que adoram falar sem saber do que se passa. Perdi a conta aos testes de gravidez falhados por causa desta vontade de ser mãe. Mas valeu a pena a espera. Ja aqui agradeci muito a todas as equipas do NHS que me ajudaram a concretizar o meu sonho. E ao meu Rui, por nunca ter desistido de mim e ter sido o meu pilar. Obrigada, meu amor 🙂 Obrigada por me teres ajudado tanto. Sem ti seria impossível. Porque és a minha força. A minha inspiração. Da mesma forma que eu acredito em ti, espero estar sempre à tua altura e quero continuar a fazer de tudo para nao te falhar.

Sem saude não somos nada. Disse tantas vezes esta frase no meu ultimo ano (2012)  de trabalho em Portugal. E acreditem que faz tanto sentido. Podemos ter tudo na vida mas se nao tivermos saude… nada adianta.

Num mes so tenho uma semana de qualidade, o resto são dores de estômago com se tivesse uma pedra no lugar dele, dores de rins, afrontamentos, azias, dores de garganta, picos de sinusite, dores nas pernas desde as virilhas ate la embaixo, ja para não falar nas dores de cabeça que só acalmam com o paracetamol tomado com regra. Aos poucos tenho aprendido a controlar o meu organismo. Pois eu posso ter esta doença mas ela não me tem a mim, nem pode. Contrario o corpo. E tem resultado.

Há 20 anos que vivo com receio de ter o maldito Cancro (pois para quem nao sabe as possibilidades dos cistos nos ovários se tornarem malignos ainda sao grandes com o passar dos tempos… aprendi isto quando me foi diagnosticada a doença, ainda sem ter acesso a internet). Por isso sempre fui tão cautelosa com a minha saude e com as consultas de rotina… apesar de ter tomado a pílula tempo demais por recomendação medica, mas agora o mal esta feito e não ha volta a dar. Conseguem imaginar a ansiedade de cada vez que eu tinha de ir a uma consulta de ginecologia? Pois, também não desejo a ninguém. Valia-me o meu espirito positivo e a sensação de alivio ao saber que estava tudo bem no fim de cada consulta. 

Podem participar aqui neste desafio do blog The Silver Wing da Liliana Silva.

E a vossa saude como anda? 😉

About Matilde Ferreira

16 thoughts on “Desafio Gratidão| Semana 4: Saúde

  1. Liliana Silva

    Querida Matilde, quero-te desejar o melhor deste Mundo, porque mereces, és forte e sem dúvida que és uma guerreira. Vais ver que tudo correrá da melhor forma e verás o fim dessa guerra injusta com a saúde.
    Obrigada, mais uma vez pelas tuas palavras de resposta ao desafio 🙂
    Um beijinho grande

    Liliana

    1. Matilde Post author

      Muito muito obrigada pelo apoio e pela força, querida Liliana 🙂 E tambem agradeço pela ideia deste fantástico desafio que tem tudo para ter sucesso 🙂
      Muitos bjinhosss nossos*

  2. Mena Almeida

    E mais uma vez tens toda a razão lindona <3 a saúde o bem mais precioso que temos, sem dúvida.
    Mas diz-me linda, se tivesses já feito essa operação não terias o Lu, sofreste e sofres, mas vai passar minha querida. Já sabes que te desejo o melhor do mundo e estou a apoiar-te mesmo longe, o meu pensamento está contigo.
    Beijinho e tudo de bom <3

  3. Andreia Morais

    A saúde é imprescindível! Não nos adianta ter dinheiro, bens materiais e uma infinidade de coisas, se nos falhar o motor que nos permite desfrutar de tudo isso.
    Estou deste lado a mandar toda a força. E muita energia positiva. Vai correr tudo bem, minha querida <3

    r: Oh, que bom que é ler isso *.*

    Beijinho grande

  4. Cris Loureiro

    Só falta um passinho e tudo vai ficar bem… ♥
    Ainda tens muitos anos de vida pela frente para viveres com toda a qualidade que mereces 😉
    Amanhã o meu pensamento vai estar em ti :*, depois dá notícias 🙂

    Beijinhos e abraço apertado
    Cris

    1. Matilde Post author

      Muito muito obrigada pelo apoio, querida Cris, se calhar ando a falar demais no assunto mas acho que da ansiedade e tenho de deitar ca para fora… desde ja peço desculpas por isso.
      So quero ter e ganhar saude para continuar a apoiar o meu marido e a ver o meu filho crescer para tonar-lo numa boa pessoa 🙂
      Muitos bjinhosss nossos*
      Ps: Mal esteja despachada darei noticias 🙂

Leave a Reply