Category Archives: Animais

Storyteller Dices d’As Gavetas| Quando o telefone toca…

Acordamos com o telefone a tocar. Era da escola a informarem que a mesma iria permanecer fechada devido à pandemia… Bem ha males que vêem mesmo bem, esta é a altura ideal para passarmos mais tempo em familia.

Levantamos e fomos tomar o pequeno-almoço. O Louis foi o primeiro a dar por falta do seu fiel amigo, o nosso gato Ginger com quem adora brincar logo pela manha. Procuramos por toda a casa, era impossível o Ginger ter saído de casa pois todas as portas e janelas estavam fechadas. Ate que o Louis se lembrou de ir colocar comida na tigela do Ginger e eis que se ouvem umas pisadas de algodão a percorrer a casa, deixando atras de si umas pegadas de terra, pois o Sr. Ginger tinha estado a dormir no vaso do hall.

Ao ver as pegadas o Louis disse: – Oh Ginger, you naughty cat, look at what you have done 🙂

Tomaram o pequeno-almoço juntos e o Louis foi brincar com o seu fiel amigo, Ginger 🙂

Gostaram da nossa historia? 🙂

Este desafio foi criado pelo blog AS GAVETAS DA MINHA CASA ENCANTADA.

About Matilde Ferreira

Black Beauty

Um filme encantador que me levou de volta à minha infância. Em criança eu adorava a serie com o mesmo nome e sonhava um dia montar num cavalo tão bonito com a Beauty.

Lembro-me de não perder um episódio das aventuras de Beauty. Uma historia que conta a amizade verdadeira de Beauty e Jo.

Tal como Jo também Beauty perdeu a sua família, e talvez tenha sido isso que os tenha aproximado de uma forma tão fácil e instintiva… Existem laços que se criam de formas inexplicáveis, e que por muitas voltas que a vida dê, jamais se desunem.

Black Beauty é um drama de 2020 escrito e dirigido por Ashley Avis, baseado no romance de 1877 de mesmo nome de Anna Sewell. Co-produção entre Estados Unidos, Reino Unido, África do Sul e Alemanha, é estrelado por Mackenzie Foy, Kate Winslet, Claire Forlani, Iain Glen e Fern Deacon.

Quem se lembra? Ja viram o filme? 🙂

About Matilde Ferreira

Coisas simples da vida…

…ver a chuva a cair enquanto sinto o ronronar do meu gatinho no meu colo. 🙂

Imagem da minha autoria – Ginger a dormir nos sítios mais insólitos 😀

…Comer pão de queijo com cafe ao pequeno almoço 🙂

Imagem da minha autoria – pão de queijo e maracujás com capuccino para o breakfast

…Lanchar as bolachas da nossa infância 🙂

Imagem da minha autoria – pacotinho de bolachas belgas

…Aquele momento em que vamos à loja portuguesa aqui em Inglaterra e eu não resisto a trazer minha sobremesa portuguesa preferida 🙂

…E por falar em comida, deixo-vos também uma refeição muito simples e bem tuga 🙂

Imagem da minha autoria – alheira com ovo estrelado e espinafres salteados

Ler um livro enquanto a chuva cai lá fora, acordar com os raios de sol a entrar pela janela, cheiro a terra molhada depois de uma noite de chuva e contemplar as cores do céu deixada pelo por-de-sol no final do dia. 🙂

Imagem da minha autoria

E voces, estas comigo ou querem acrescentar mais coisas? 🙂

About Matilde Ferreira

Ginger…

….o nosso novo membro da familia 🙂

Confesso que ja tinha saudades de ter um gatinho. Há 7 anos quando vim para o Reino Unido, acordava todos os dias a chamar pela nossa gata, Maria, que ficou aos cuidados dos meus manos. 🙂

Ao contrario da nossa gata, que é muito tímida, o Ginger esta sempre pronto para a brincadeira e quanto traquinices o nosso Louis lhe faz (típico da idade) mais o gatinho anda atras dele. O Ginger não foi abandonado ao contrario da Maria que foi encontrada, juntamente com os irmãos num contentor do lixo 🙁 O nome do Ginger foi escolhido pela filha mais velha do casal amigo que nos arranjou o gatinho e o nome da Maria foi escolhido pelo sobrinho do Rui quando tinha 8 anos.

Uma das coisas que mais gosto de sentir é o ronronar dele. Sentar no sofa com ele no colo e fazer-lhe festinhas é das coisas mais relaxantes que existem. E acordar com ele a a ronronar junto à nossa cama também é tao bom. 🙂

Conjunto de imagens da minha autoria

Temos a sorte de viver numa urbanização pet-friendly, coisa difícil de encontrar por estas bandas. O Ginger foi adoptado, não o compramos porque somos contra isso, uma vez que existem tantos animais à espera de um lar como falei aqui

Deixo-vos com algumas curiosidades sobre os gatos que na minha opinião fazem todo o sentido.

Imagem retirada do Google
Imagem retirada do Google

Há por aqui amantes de gatos? 🙂

About Matilde Ferreira

O coelho e a raposa 🐰🦊

Estes são os bonecos preferidos do Louis. Lembram-vos de alguma historia em especial? O Louis adora a raposa do Peter Rabbit, por isso escolheu estes dois peluches para serem os seus melhores amigos. Anda sempre com eles de um lado para o outro, seja para contar historias, “tomar chá”, hora da papa ou da naninha. 🙂

Imagem da minha autoria

Entretanto na floresta…

-Onde vais com tanta pressa?- perguntou a Raposa ao Coelho.

-Tenho de me despachar, não posso falar agora- respondeu Coelho.

-Posso te acompanhar? – perguntou novamente a Raposa.

-Não te ponhas com segundas intenções, raposinha – disse o Coelho, desconfiado- olha que eu sou muito rápido, para alem de estar sem paciência para as tuas “brincadeiras”.

-Tem calma, Coelho, eu só quero fazer amigos… Sabes que desde o tempo do Principezinho que me sinto muito sozinha… – disse a Raposa com um ar triste.

-Pois acredito, mas eu tenho imensa pressa pois não tarda nada começa a chover e eu tenho de levar cenouras para casa para alimentar os meus filhotes que devem estar cheio de fome.

-Eu ajudo-te. Assim como assim nao tenho nada para fazer.

-Está bem, mas tens de me prometer que te portas bem.

-Combinado.

O coelho corria muito rápido e a raposa tinha muita dificuldade em o acompanhar até que começou a chover torrencialmente e tiveram de parar.

-Assim nunca mais vou conseguir levar comida para os meus filhotes- disse o Coelho, muito triste.

-Calma, disse a Raposa- vais ver que quando a chuva parar o arco-iria vai-te mostrar o caminho.

E assim foi, depois de algum tempo a chuva deu lugar a um belo arco-íris que mostrou o caminho para uma pequena quinta onde havia uma pequena horta cheia de cenouras.

A Raposa ajudou o Coelho a colherem algumas cenouras sem serem vistos, e nova Minho para casa consolaram-se a comer duas grandes cenouras cada um.

Ao chegarem a casa do Coelho, este disse:

-Muito obrigada por me teres ajudado, Raposa, o que posso fazer te retribuir?

-Seres meu amigo basta-me.

Dito isto a Raposa virou costas e foi-se embora.

De repente o Coelho chamou-a e disse: -Gostava de te convidar para tomares um cha ca em casa e conheceres a minha familia.

A Raposa aceitou muito tímida, e foi assim que deram inicio a uma bela Amizade.

About Matilde Ferreira