Category Archives: Songs

A minha musica preferida…

do Festival da Canção 2019 🙂 Este homem tem uma voz brutal! E ao contrario de outros merece mais destaque por parte dos media.

Nem de propósito realiza-se esta noite a Final deste evento.

Seu eu puder juntar
Tudo que há no mundo de mais belo
E somar inevitavelmente o fim
És tu ter-te a meus braços
É tudo p’ra mim

[Refrão]
Estou grato ao destino
Sim eu agradeço
Por me ter oferecido
Bem mais do que mereço
Mesmo que eu pudesse
Eu não mudava nada
Porque a teu lado
Tudo é perfeito

[Verso 2]
Se eu puder sonhar
Com tudo que no mundo há de bom
Vou-te encontrar
Porque não há ninguem igual a ti
Ter-te a meus braços é um sinal divino
Tudo o que importa é este amor

[Refrão]
Estou grato ao destino
Sim eu agradeço
Em ti encontrei um novo começo
Mesmo que eu pudesse
Eu não mudava nada
Porque a teu lado eu sou perfeito

Também gostei muito desta pois a Soraia tem um voz mesmo muito bonita mas infelizmente não passou à Final…

Sonho com o dia em que vai acontecer
O diálogo em que nos vamos entender
Para sempre
O dia em que o nosso amor vai-se fortalecer
E a feridas do passado desaparecer
Num abraço
Sonho caminhar confiante num mundo real
Em que igualdade e amor é algo natural
Sem mais preconceitos e sem mãos a medir
Ao afeto e ajuda que podemos dar
Cegamente

Não
Não posso mais assistir
A notícias que podiam ser
De alegrias e conquistas a cada dia
Prova viva de um mundo melhor
Quero exaltar
A magia da união
Amizade que traz o alento
E a força para continuar
Sonho
Cantar uma canção
Para agradecer as maravilhas
Que no mundo estão a acontecer
Não
Não posso mais assistir
A notícias que podiam ser
De alegrias e conquistas a cada dia
Prova viva de um mundo melhor
Quero exaltar
A magia da união
Amizade que traz o alento
E a força para continuar

Espero muito sinceramente que o Matay represente Portugal em Israel.

E voces, gostam da musica do Matay?

About Matilde Ferreira

Um dueto…

… espectacular. Eu adoro estes dois. Ja tive o prazer de os ver ao vivo. Vi Ana Bacalhau duas vezes, a primeira em 2006 na Queima das Fitas, juntamente com os Deolinda e adorei. E a segunda, em 2011, bem próximo da minha casa de Gaia, na Serra do Pilar e vibrei ainda mais. Adorei ver a Ana a rockalhar vestida com uma blusa de couro vermelho. Quanto ao Miguel Araujo tive o privilegio de o ver no espetáculo “Como desenhar Mulheres, Motas e Cavalos” juntamente com Nuno Markl, em meados de 2012. Maravilha! Tenho tantas fotos para recordar esses momentos preciosos.

Mais que uma rosa
Mais que um perfume
Dou-te uma cena de Ciúme
Faço prova aparatosa
Do meu amor por tiDe peito aberto
Cabeça ao lume
Mostro-te as minhas feridas de guerra
Gentileza que o peito descerra
Aceita o meu ciúmeÀ vista de todos por cortesia
Salta-me a tampa
Vou ao teto
Como quem cede um afeto
Em plena luz do diaCiúme que não sai do peito
É espinho que corta a direito
E queima como sal
A ferida onde fermenta todo o malPodes soltar aos quatro ventos
Podes não contar a ninguém
Mas toma conta dos meus tormentos
Como um presente de quem te quer bemGuarda esta birra de menina
Aceita a minha gentileza
Guarda com uma certeza
De haver quem te queira assim

About Matilde Ferreira

Queen!

Ca em casa andamos com as musicas dos Queen sempre na cabeça e na boca 😀 O Lu volta e meia acorda a cantar “Mammaaaa…” ou com o “tutututu…” do We Will Rock You” so visto ou gravado… tal como o meu pai andava sempre de gravador em punho para gravar as minhas cantilenas 😀

Semana passada, mais precisamente, sábado, 24 de Novembro, fez 27 anos que Freddie Mercury morreu… 🙁 após uma grande luta contra o vírus da SIDA mas sobre isso falamos noutra altura. Freddie viverá para sempre entre nós através da sua musica. Foi um ser humano exemplar e eu gostava que mais pessoas seguissem o seu exemplo. Ver estes miúdos e graúdos reagirem às musicas dos Queen fez-me sorrir. 🙂

O meu Lu ja não passa sem as musicas desta banda. Reaje muito naturalmente aos ritmos de todas as musicas, o que me deixa muito admirada. Fico com vontade de ficar a olhar para ele sem querer fazer mais nada de tanto prazer que me dá.

E vocês, como reagem à Musica de uma das das melhores bandas de sempre?

 

About Matilde Ferreira

It’s Xmas Time!

Está aberta a época natalícia e por isso hoje trago-vos uma das minhas musicas preferidas de sempre…

I’m driving home for Christmas
Oh, I can’t wait to see those faces
I’m driving home for Christmas, yea
Well I’m moving down that line
And it’s been so long
But I will be there
I sing this song
To pass the time away
Driving in my car
Driving home for Christmas
It’s gonna take some time
But I’ll get there
Top to toe in tailbacks
Oh, I got red lights on the run
But soon there’ll be a freeway yeah
Get my feet on holy ground
So I sing for you
Though you can’t hear me
When I get trough
And feel you near me
Driving in my car
I’m driving home for Christmas
Driving home for Christmas
With a thousand memories
I take look at the driver next to me
He’s just the same
Just the same
Top to toe in tailbacks
Oh, I got red lights all around
I’m driving home for Christmas, yea
Get my feet on holy ground
So I sing for you
Though you can’t hear me
When I get trough
Oh and feel you near me
Driving in my car
Driving home for Christmas
Driving home for Christmas
With a thousand memories
I take look at the driver next to me
He’s just the same
He driving home, driving home
Driving home for Christmas
Driving home for Christmas
Curiosidade: Eu julgava que fosse mais antiga mas afinal esta musica é do ano de 1999… 🙂
Gostam? 😉
Bom domingo 🙂

About Matilde Ferreira

Um Filme… para ver de novo

A Raiz do Medo, ou no titulo original Primal Fear, que conta com a participação principal de Richard Gere e tem como banda sonora, a musica Canção do Mar, original de Amalia Rodrigues, cantada por Dulce Pontes.

Vi este filme em 2011, um pouco tarde pois este é do ano de 1996. Mas valeu a pena, pois gostei mesmo muito do filme, da sua mensagem e de todo o suspense existente do princípio ao fim dele. Richard Gere representa como um peixe na água.

Em Chicago, a morte de um arcebispo a facadas choca o público, atraindo a atenção da mídia local. Um advogado oportunista em busca de fama se oferece para defender o principal suspeito do crime, um adolescente pobre com problemas mentais.

Uma curiosidade: segundo me lembro de ouvir dizer, a musica foi escolhida pelo próprio Richard Gere que adora fado e tem uma profunda admiração por Dulce Pontes.

Fiquem com o som do filme 😉

Fui bailar no meu batel
Além do mar cruel
E o mar bramindo
Diz que eu fui roubar
A luz sem par
Do teu olhar tão lindo
Vem saber se o mar terá razão
Vem cá ver bailar meu coração
Se eu bailar no meu batel
Nao vou ao mar cruel
E nem lhe digo aonde eu fui cantar
Sorrir, bailar, viver, sonhar contigo
Vem saber se o mar terá razão
Vem cá ver bailar meu coração
Se eu bailar no meu batel
Nao vou ao mar cruel
E nem lhe digo aonde eu fui cantar
Sorrir, bailar, viver, sonhar contigo
Ja viram este filme? Lembram-se desta musica? 🙂

About Matilde Ferreira