Tag Archives: hope

1+3: Palavra(s) Chave(s): Esperança| Amizade

A Esperança é a ultima a morrer ou enquanto há Vida há esperança. Eu acredito muito nisto. Quem espera sempre alcança. Tenho aprendido que a Esperança é a força da Vida. Podem ser frases feitas mas que fazem bastante sentido. Sinto que só vou perder a minha esperança quando morrer. Aprendi a não desistir. E estes últimos anos foram prova disso. É nas minhas fraquezas que vou buscar forças e esperança para seguir em frente. É nos maus momentos que encontro a esperança para continuar a acreditar que tudo vale a pena.

2018 foi também o ano que restaurei a fé nas Amizades. Aprendi a não dar importância com quem nao se importa comigo. Não vale mesmo a pena. Foi um ano cheio de emoções. Foi um ano inspirador para continuar esta caminhada maravilhosa que é a Vida.

Continuo a seguir a minha velha maxima: Poucos mas Bons, e cada vez faz mais sentido pois devemos preservar quem é essencial.

Imagem da minha autoria – melhores momentos de 2018 – os meus melhores amigos, marido e filho 🙂

About Matilde Ferreira

Esperança| Hope *Palavras [quase] Perfeitas 5#

Dizem que a esperança e a ultima a morrer e acreditem que eu tenho muitos motivos para acreditar nisto 🙂

E a palavra deste mes do desafio do blog da Cris Loureiro descreve na perfeição os últimos anos da minha vida! Sim, eu acreditei e o meu sonho tornou-se realidade 🙂 Nao foi fácil, acreditem… Tive momentos em que pensei que nao fosse ser capaz, mas também e nesses precisos momentos que a nossa esperança parece que renasce. Desde que vim ca para a ilha, ha precisamente 4 anos que tive de deixar de trabalhar por motivos de saude. A minha doença agravou-se, para quem nao sabe ja falei dela aqui e aqui… acho que vou continuar a falar mais dela, porque infelizmente e um mal silencioso que tem vindo a aumentar em todo o mundo.

Nestes ultimos 4 anos ca na lha, os hospitais teem sido a minha segunda casa, no fim de 2014 (como refiro no meu testemunho num dos posts acima) fiz uma laparoscopia na véspera da véspera de Natal); fizeram me 3 furinhos na barriga para encolherem um cisto de 5 cms no ovario direito. Mas o malandro nao se ficou e aumentou para 8 cms… O inicio de 2015 foi complicado com a morte do meu pai… Tive que ir a Portugal, o que contribuiu para atrasar os tratamentos e agravar o meu estado. Mas la consegui dar a volta a situação. Tomei uma pilula durante o Verão todo que ajudou a encolher o cisto e em Setembro estava apta para iniciar os tratamentos da FIV. Foi um longo percurso, mas que valeu bem a pena! Acreditar e a melhor forma de fazer com que a esperança nao morra!

 

 

About Matilde Ferreira