Desafio Palavras Quase Perfeitas| Fim

E chegou ao fim este maravilhoso Desafio criado pela Cris Loureiro que tanto bem me fez ao longo de 2017.

 

Gratidão foi a palavra escolhida para finalizar o desafio e não podia ter sido melhor.

No blog da Andreia Moita chegou-se a conclusão que tudo faz mais sentido com Gratidão e no blog The Silver Wing falou-se que se formos gratos a vida corre-nos muito melhor e somos mais felizes 🙂

Janeiro – Acreditar| Believe

Fevereiro – Magia| Magic

Março – Melancolia…

Abril – Liberdade| Freedom

Maio – Esperança| Hope

Junho – Resiliência| Resilience

Julho – Solidão| Loneliness 

Agosto – Saudade… 

Setembro – Despertar| Awakeness

Outubro – Felicidade| Happiness

Novembro –  Silêncio| Silence

Dezembro –  Gratidão| Gratitude

Foi um ano muito rico e cheio em palavras tao significativas. espero que vocês tenham gostado tanto quanto eu adorei participar neste desafio 🙂

E nem de proposito a Liliana Silva inspirou-se e criou este desafio para 2018 🙂 Participem 😉

 

 

About Matilde Ferreira

11# Desafio Palavras [quase] perfeitas: Silêncio| Silence

Às vezes, no silêncio da noite…

Com o tempo tenho aprendido que o Silêncio é a melhor resposta. Não é à toa que dizem que ele costuma ser de ouro, e é bem verdade. Já por aqui tenho falado muito dele, aqui e aqui. Esta é a 11a palavra do Desafio das Palavras quase Perfeitas criado pela Cris Loureiro

Desde miúda que sempre preferi o silencio. Quantas vezes dei por mim à noite empoleirada no muro do patamar de casa dos meus pais, a admirar as estrelas e saborear o silencio.

Faz-me bem. Gosto de sentir a casa inundada por um silencio calmo e profundo e ficar a admirar o meu Lu a dormir. Faz-me bem à alma 🙂

E ate na musica podemos encontrar o silencio como podem por estas:

E voces, o que mais apreciam no Silencio? 🙂

 

 

 

About Matilde Ferreira

Felicidade| Happiness [Palavras Quase Perfeitas]

E a décima palavra do desafio do blog da Cris Loureiro é: Felicidade/ Happiness 🙂

Happiness has a face 🙂

 

Descobri a felicidade ha 12 anos, mas primeiro precisei de me reencontrar. Sim, porque para fazer alguém feliz, precisamos de estar bem connosco próprios. A felicidade é um estado de alma. Eu só fico bem a fazer o bem aos outros. Eu fico feliz por ver os outros bem e felizes. Fico de coração cheio e a minha alma sorri. Se os meus nao estiverem bem, eu também não estou bem. O sorriso do meu Lu faz-me sorrir. O abraço do meu Rui conforta-me e faz-me feliz.

E nem de proposito, no inicio do ano disse aqui o que me faz feliz 🙂 Sou feliz com pouco que acaba por ser muito para mim 🙂

Deixo-vos uma pequena playlist com as nossas musicas, aquelas que nos fazem felizes ca em casa 🙂

E voces, sao felizes? O que vos faz o serem? 🙂

About Matilde Ferreira

Despertar| Awakeness

Mais uma palavra que veio na hora certa. A nona palavra do desafio do blog da Cris Loureiro é Despertar| Awareness 🙂 Este desafio esta a fazer-me tao bem, acreditam? Éum estimulo a minha imaginação e criatividade. Bem hajas, querida Cris 🙂

Adoro despertares. Sempre fui uma pessoa de acordar muito cedo, muito por estimulo da minha  mãe que sempre foi uma pessoa madrugadora por natureza. Apesar da casa dos meus pais estar virada para o mar, como ja vos disse aqui,  sempre gostei do nascer do sol e desde que viemos morar para esta casa, ha quase 4 anos que tenho acordado com nascer-de-sois lindos. Os nossos despertares ca em casa são tranquilos, por entre sorrisos e risadas, muitos miminhos cheios de abraços e beijinhos. Sou grata por cada acordar, por cada despertar. Pequenos-almoços preparados com muito amor ao som do CBeebies.  Posso ficar com as musicas na cabeça mas acreditam que não me importo?

Deixo-vos com uma musica da minha infância que me fazia despertar  e pular em cima da cama dos meus pais 🙂

E para voces o que é Despertar? 😉

 

About Matilde Ferreira

Saudade… palavras [quase] perfeitas [BEDAS30]

E a oitava palavra do desafio do blog da Cris Loureiro e muito especial para os portugueses e nao tem tradução em mais nenhuma língua. E uma palavra tão nossa mas tão nossa que só faz mesmo sentido na língua portuguesa. O povo português e conhecido por ter os sentimentos a flor da pele. Vibra com sentimento, com emoção.

Nem a Wikipedia em inglês consegue traduzir a nossa palavra:

Saudade is a deep emotional state of nostalgic or profound melancholic longing for an absent something or someone that one loves. 

Eu nao sinto falta mas tenho saudades… Calma, não me interpretem mal. As boas recordações que tenho, bastam-me.

Tenho saudades da minha cidade, do meu Porto. Conheço a minha cidade como a palma da minha mao. Adoro ser turista na minha cidade. Faço parte dela e ela de mim.

Tenho saudades de quem ja partiu, do meu avo Ilídio, dos avós do Rui, do meu pai.

Tenho saudades da minha mãe e dos meus manos.

Saudade é uma palavra tão relativa quanto bela.

Tudo na vida tem o seu tempo, so temos é de tirar o melhor de tudo e de todos. Só assim ficaremos com boas memórias que nos trazem saudades boas.

Deixo-vos com dois poemas de F. Pessoa que descrevem na perfeição

 

E voces de que é que têm mais saudades?

 

 

 

About Matilde Ferreira