Saudade… palavras [quase] perfeitas [BEDAS30]

E a oitava palavra do desafio do blog da Cris Loureiro e muito especial para os portugueses e nao tem tradução em mais nenhuma língua. E uma palavra tão nossa mas tão nossa que só faz mesmo sentido na língua portuguesa. O povo português e conhecido por ter os sentimentos a flor da pele. Vibra com sentimento, com emoção.

Nem a Wikipedia em inglês consegue traduzir a nossa palavra:

Saudade is a deep emotional state of nostalgic or profound melancholic longing for an absent something or someone that one loves. 

Eu nao sinto falta mas tenho saudades… Calma, não me interpretem mal. As boas recordações que tenho, bastam-me.

Tenho saudades da minha cidade, do meu Porto. Conheço a minha cidade como a palma da minha mao. Adoro ser turista na minha cidade. Faço parte dela e ela de mim.

Tenho saudades de quem ja partiu, do meu avo Ilídio, dos avós do Rui, do meu pai.

Tenho saudades da minha mãe e dos meus manos.

Saudade é uma palavra tão relativa quanto bela.

Tudo na vida tem o seu tempo, so temos é de tirar o melhor de tudo e de todos. Só assim ficaremos com boas memórias que nos trazem saudades boas.

Deixo-vos com dois poemas de F. Pessoa que descrevem na perfeição

 

E voces de que é que têm mais saudades?

 

 

 

About Matilde Ferreira

16 thoughts on “Saudade… palavras [quase] perfeitas [BEDAS30]

    1. Matilde Post author

      Mesmo 🙂 Pessoa diz-me mesmo muito, tenho pena de ter aprendido a gostar dele mais tarde, mas acho que ainda fui muito a tempo 🙂
      Este desafio e uma lufada de ar fresco a nossa criatividade na escrita 🙂
      Obrigada eu 🙂
      Bjinhosss

  1. Liliana Silva

    Fernando Pessoa era e sempre será um português de excelência! Estas palavras dele fazem todo o sentido 🙂 Obrigada Matilde por me fazeres relembrá-las…
    Concordo contigo quando dizes “Tudo na vida tem o seu tempo, só temos é de tirar o melhor de tudo e de todos. Só assim ficaremos com boas memórias que nos trazem saudades boas” É mesmo isto, viver da melhor forma que conseguirmos, viver feliz e tirar o melhor partido disso… as saudades são mesmo inevitáveis!

    Um beijo grande, Matilde 🙂 Tens um enorme coração!

    Liliana
    http://thesilverwing.pt/

  2. Andreia Morais

    Todos temos um pouco que seja de saudade cravada na pele. E acredito que a maior parte da saudade tem um lado terno e bom, porque a sentimos, maioritariamente, por momentos e/ou pessoas especiais.

    r: Concordo totalmente, minha querida!
    Aquele bolo é uma delícia, tenho que voltar a comer 😀
    Muito, muito obrigada*

Leave a Reply