Aprender ate morrer…

Com o tempo tenho aprendido, por muito difícil que o seja, a ignorar quem não traz nada de novo a minha vida. O silencio muitas das vezes é a melhor resposta. Acreditem que faz muito sentido. Não preciso de pessoas mesquinhas que não trazem nada de novo a minha vida e só sabem lamentar-se e quererem saber da minha vida. A minha mãe sempre me disse: “quem tudo quer saber não tem nada que se lhe diga”. E incrível que essas pessoas normalmente gostam de saber, mas  pouco falam delas.

Cada vez confio mais no meu instinto. Só que ainda apanho surpresas. Acho que faz parte. O que eu não posso nem devo deixar e que a negatividade de certas pessoas perturbe a minha paz interior. Isso nem pensar! Desde que a minha consciência esteja tranquila, não devo satisfações a ninguém. Quem não entendeu a primeira, azarito. Não posso nem tenho paciência para pessoas sem noção. Tenho 40 anos e um filho para criar!

About Matilde Ferreira

8 thoughts on “Aprender ate morrer…

  1. Andreia Morais

    O silêncio também é resposta, e cada vez tenho mais certeza disso!
    Infelizmente, há pessoas capazes de tudo. E por mais atentos que estejamos, conseguem sempre fazer das suas, mas é como tu dizes, não podemos deixar que a sua negatividade interferia com a nossa paz.

    Beijinhos, minha querida*

  2. Marta Carvalho

    Cada vez tenho mais a certeza que o silêncio é a melhor resposta! 😀
    Tal como tu, também confio muito no meu instinto e apanho sempre muitas surpresas mas… aos poucos vamos aprendendo a lidar com isso da melhor forma! 🙂
    beijinhos

    amarcadamarta.blogspot.pt

Leave a Reply