Da minha janela…

Agora que penso, sou uma privilegiada como ja falei aqui, cresci a ver o mar da janela do meu quarto. Foram mais de 30 anos com a mesma vista. Talvez por isso não sinta assim tanta falta dele. Claro que faz falta, mas vivo bem na mesma. Depois de sair de casa dos meus pais, fui morar com o Rui para o centro de Gaia a 5 minutos da Ponte Luis I ou seja a 5 minutos do Rio Douro e que bem que me sabia sair de casa e ir ate à beira-rio. Aquele vista de cortar a respiração era do outro mundo. 🙂

Quem vem e atravessa o rio… 

Hoje em dia, nem preciso de sair de casa para ver agua e sentir esta paz de espirito. 🙂 Não é um rio mas quase… é simplesmente o maior Canal do Reino Unido, que liga Londres a Birmingham. Aqui sinto-me em paz no meu Porto Seguro e vou ter saudades quando sairmos desta casa. 

Acreditem, esta vista deixa-me zen e relaxante e agradeço todos os dias por a ter 🙂

E voces, o que vos dá paz de espirito? 🙂

About Matilde Ferreira

Preocupante…

Estou mesmo muito preocupada com o que se está a passar no nosso país… quem é consegue viver sem água?… Precisamos dela para tudo, tomar banho, lavar roupa, lavar louça, bebe-la… Ja passei uma semana sem luz como vos contei aqui e não foi fácil mas sobrevivemos, valeu-me anos de experiencia e valores que os meus pais nos transmitiram. O instinto nestas alturas fala-nos mais alto. Vá lá que não nos faltou agua. Nos tempos que correm não estou a ver a maioria das pessoas viver sem eletricidade pois sem electricidade não ha… internet.

Mas voltemos ao assunto do post, ver estas imagens do Rio Dão e saber que a nascente do Rio Douro secou… temporariamente mas secou, leva-me a pensar que as pessoas só se lembram de dar o valor às coisas quando sentem falta, é incrível não? Durante anos, desde os tempos da escola, sempre vivi preocupada com a escassez de bens essenciais à vida mas também sempre vi as pessoas à minha volta sem quererem saber. O simples acto de deitar uma chiclete ou um papel para o chão mexe comigo. Não sou capaz, simplesmente, não sou! Não consigo! E tenho… não digo nojo, mas quase. Porque me lembro que este planeta não é so a minha nossa casa como a de todos os outros seres vivos que a humanidade teima em destruir.

Ja se imaginaram a viver sem agua? Impossível não? Nos precisamos da agua para tudo, para lavar a roupa, para lavar a louça, para tomar banho, para comer, para beber… é a minha bebida preferida! Como é possível não lhe darmos a devida importância? Parem de se queixar quando chove e passem a agradecer pela dadiva da Natureza!

E voces, o que fariam se de um dia para o outro tivessem de viver sem agua ou sem electricidade?

About Matilde Ferreira