Tag Archives: Sobe Sobe Balão Sobe

Storyteller dices d’As Gavetas| O balão sobe no céu estrelado…

O balão do Louis sobe sobe sobe pelo ar… 🙂

Sobe sobe balão sobe vai pedir aquela estrela que me deixe lá morar e sonhar… 🙂

Quando o Louis era bebe costumava cantar-lhe a primeira musica, personalizando com o nome dele, para o adormecer 🙂 E quando era da idade dele adorava e andava sempre a cantar a segunda 🙂

Noite de São João. O céu estava repleto de estrelas. E o Louis corria de um lado para o outro com o seu balão, todo contente. Quando de repente, o vento puxou o balão e fez com que este se soltasse da mãozita do pequenote… Veio ter comigo a choramingar, dei-lhe um abraço e um beijinho, ao qual ele retribuiu com o seu sopro tao característico, a forma dele dar beijinhos. Comecei a cantar-lhe a segunda musica, e o Louis ficou tão encantado que acabou por adormecer no meu colo, a olhar para as estrelas 🙂

Nota: O Louis ainda não teve a oportunidade de viver a festa do Sao Joao mas mal podemos esperar para que isso aconteça 🙂 E nem de propósito este post é publicado, precisamente um mes depois do aniversário do Louis.

Este desafio foi criado pelo blog As Gavetas da Minha Casa Encantada.

About Matilde Ferreira

Musicas da Minha Infancia

Longe vão os tempos em que eu andava com um microfone ligado a um pequeno radio a pilhas pela casa dos meus avos a cantar estas musicas 🙂

Esta primeira era a minha preferida… xobe xobe balão xobe

Sobe, sobe, balão sobe
Vai pedir àquela estrela
Que me deixe lá viver e sonhar
Levo o meu amor comigo
Pois eu sei que encontrei
O lugar ideal para amar

Podes não saber cantar
Nem sequer assobiar
Com certeza que não vais desafinar
Em play-back, em play-back, em play-back
Só precisas de acertar
Não tem nada que enganar
E assim mesmo, sem cantar vais encantar
Em play-back, em play-back, em play-back
Põe o microfone à frente
Muito disfarçadamente
Vai sorrindo, que é pra gente
Lá presente
Não notar!
Em play-back tu és alguém
Mesmo afónico cantas bem
Em play-back
A fazer play-back
E viva o play-back
Hás-de sempre cantar
Em play-back, respirar pra quê?
Quem não sabe também não vê
Em play-back
A fazer play-back
E viva o play-back
Dá pra toda uma soirée
Podes não saber cantar
Nem sequer assobiar
Com certeza que não vais desafinar
Em play-back, em play back, em play-back
Só precisas de acertar
Não tem nada que enganar
E assim

Uma da manhã
Um toque, um brilho no olhar
Duas da manhã
Dois dedos de magia
Às duas por três
Quem sabe onde isto irá parar
Quatro da manhã caindo
Um luar de lua lindo
Uma gota a mais
E o chão ia fugindo
Uma da manhã ei bem bom
Duas da manhã bem bom
Já três da manhã ei bem bom
Quatro da manhã bem bom
Cinco da manhã ei bem bom
Já seis da manhã bem bom
Sete da manhã ei bem bom
Oito da manhã bem bom
Café da manhã pra dois
Sem saber o que virá depois bem bom…

E o Lu também ja vai pelo mesmo caminho, para ja ainda e só o “papa a papa, papa a papa” e também gosta que eu lhe A Machadinha e o Mahna Mahna dos Marretas hehe. 

E voces, que musicas guardam da vossa infância?

About Matilde Ferreira