Uma dor que nenhuma mãe devia sentir…

Richard Okogheye tinha 19 anos e sofria de anemia falciforme, uma forma hereditária grave de anemia na qual uma forma mutada de hemoglobina distorce os glóbulos vermelhos em uma forma crescente em baixos níveis de oxigênio. É mais comum entre os afrodescendentes. Na noite de 22 de Março saiu de sua casa em Ladbroke Grove, aqui na zona Oeste de Londres, apanhou um taxi para Loughton, Essex, e depois caminhou ate em direção à floresta de Epping… e nunca mais foi visto 🙁 A mãe de Richard disse que ele saiu de casa sem tomar a sua medicação e sem dinheiro. Acrescentou ainda que ele estava com dificuldades em lidar com o seu negocio e a sua licenciatura em IT.

Espero que Richard tenha conseguido a paz que tanto precisava, ja nao posso dizer o mesmo da sua mãe 🙁

Imagem retirada do Instagram – a mãe de Richard a caminho de reconhecer o corpo do filho na floresta de Epping

About Matilde Ferreira

2 thoughts on “Uma dor que nenhuma mãe devia sentir…

Leave a Reply