Tem juízo, Tininha…

Também eu já fui chamada de puta pelas minhas vizinhas, e sem motivo mas elas nao tinham nada a ver com isso, e não me orgulho disso, porque apesar dos pesares tenho respeito pelas prostitutas como tenho por qualquer outra profissão, sabes que não sabemos o que as levou a optar por essa vida, nem as devemos julgar por essa decisão… Ninguém está acima de ninguém Tininha, nem mesmo tu…

Diz que neste livro fala sobre o bullying que sentiu aquando da passagem da SIC para a TVI mas esta é esta comparação que ela está a fazer com esta capa do livro que é um autentico bullying às prostitutas… 🙁

É preciso muito para se chegar aos calcanhares de Gabriel Garcia Marquez ou Miguel Esteves Cardoso. Memórias das minhas putas tristes e Como é linda a puta da vida, dois livros que quero muito ler. Já o teu dispenso, assim como dispensei o primeiro. És da minha idade, tens o meu segundo nome e tal como tu ja vivi muito nesta vida, acredita mas nunca precisei de subir na vida às custas de perder a minha dignidade. Sempre ponderei muito bem todas as decisōes que tomei. Não me deslumbro com futilidades… Ao longo da minha vida aprendi que quanto mais se soube maior é a queda por isso devemos ser discretos, humildes e modestos sem ambições desmedidas. Bem sei que a minha opinião não vai de encontro à maioria, mas vai de acordo com a minha consciência. Acreditem que ja me diverti bastante com a Cristina e com o Goucha mas tudo o que é demasiado enjoa… e eu fartei-me. Foram uma companhia nos meus tempos de desempregada mas abri os olhos para a realidade.

E estou sem palavras por ter sido o Valter Hugo Mãe a ter escrito o prefacio do livro, de certeza que a Tininha não o está a confundir com o Pedro Chagas de Freitas?… Porque ate agora ainda não vi o VHM pronunciar-se sobre o assunto…

Deixo-vos com o pensamento da Miss Piggy porque esta sim, é mais sincera 😀

Imagem retirada do Google

About Matilde Ferreira

4 thoughts on “Tem juízo, Tininha…

  1. Vera Benavente

    Eu conheço essa expressão que apenas significa ser muito ofendida, não acho que tenha nada a ver com ela se achar mais que ninguém nem querer ofender nenhuma profissão…
    Apesar de tudo eu não sou fã da Cristina, nunca fui, apesar de lhe reconhecer valor em ter conseguido conquistar tanto…

    1. Matilde Post author

      Como sou do norte, cargo, nao conhecia a expressão mas continuo a dizer que nao faz muito sentido…
      Como mulher da idade dela nao me identifico mesmo nada e acredita que ja vi muita coisa mas mantive sempre os meus princípios 😉

  2. Andreia Morais

    Não me choca nada o título, nem acho que seja com o intuito de se superiorizar. É uma opção como qualquer outra, que acaba por chamar à atenção.
    Mas, por acaso, estive quase a comentar sobre isso no twitter, porque faz-me confusão que não se coloque em causa a opção da palavra em títulos como o do MEC ou do GGM, mas nela sim. O princípio é o mesmo. Se formos falar do conteúdo, aí é diferente. Agora, pelo título, não me faz sentido.
    O mais provável é não comprar o livro, mas gostei muito do primeiro que ela escreveu

Leave a Reply