Imagens da semana

Tic tac tic tac… pouco mais de 11 anos é quanto nos resta para reverter a situação do nosso planeta. Aqueles que se riem da jovem Greta preocupem-se antes em fazer alguma coisa. Preocupem-se e ajam.Pois se não fizerem nada agora, serão os primeiros a entrarem em pânico quando já não houver nada a fazer.

Imagem retirada do Facebook

Imagem retirada do Facebook

No meio disto tudo fico feliz por existirem chefes de estado, como Angela Merkel, com bom senso que ouvem a jovem e estão a tomar medidas para reverter a situação do planeta.

Imagem retirada do instagram de Angela Merkel

Tenho dado por mim a pensar por onde anda o bom senso da humanidade… 🙁 Confesso que estou cansada de radicalismos e extremismos. Sou apologista do meio termo, sem excessos. Por exemplo, eu diminui o consumo de carne, não posso comer carne de vaca por motivos de saude (os meus cistos nos ovários adoram a proteína da carne de vaca 🙁 ) mas não consigo deixar de comer por completo ca em casa. O pequenote anda numa fase de carboidratos e alguns legumes, adora pepino e tomate, e salsichas frescas tipo polacas, e evita peixe e carne mas eu corto-lhe as voltas e coloco carne ou peixe na sopa. A minha consciência de mãe diz-me para o fazer. Corta-me o coração saber que existem crianças a ficarem doentes por causa dos pais terem preferencias vegans 🙁 Acho isso de uma irresponsabilidade horrível.

De resto continuo a ser consciente com o nosso planeta. Chego a ir ao parque e dar por mim a apanhar lixo. Em casa fazemos reciclagem e temos diminuído o consumo do plástico. Gostava que fosse como no tempo dos nossos pais, usar mais garrafas de vidro e guardanapos de pano. Por falar nisso, voltei a compra-los. Sao pequenas coisas que fazem toda a diferença, entre muitas outras. Como por exemplo, usar sabonete em vez de liquido das mãos, etc etc etc.

Quero muito acreditar que ainda vamos a tempo de reverter a situação, apesar de so termos uma década…

About Matilde Ferreira

6 thoughts on “Imagens da semana

  1. Andreia Morais

    Estamos a melhorar, mas precisamos de ser muito mais conscientes em relação às questões ambientais, até porque sofremos todos com tanta irresponsabilidade

  2. Vera Benavente

    Voltei aos sabonetes há muitos meses, carne de vaca comemos muito pouco, de porco então raramente. Ando de bicicleta, a pé, de transportes o máximo possível, como dizes temos de ser equilibrados…
    em relação aos vegan o problema, fora serem crianças em crescimento, é que muita gente se tornou vegan sem ter ido a um nutricionista aconselhar-se! O pediatra em Portugal sempre disse que a Bia podia beber o leite que eu bebo que é de aveia ou amêndoa ou arroz porque de resto ela come derivados, e carne e peixe. Optei por até aos 2 anos dar leite de vaca e depois logo vejo. Na escola da Bia metade das refeições de almoço são vegetarianas e ao jantar (pelas 17h) dão sopa e pão com alguma coisa (manteiga, queijo, manteiga de amendoim) mas comem iogurte ao lanche e afins…
    Equilíbrio e bom senso (nem sempre abunda para muita gente)

    1. Matilde Post author

      Ora nem mais 😉 Foste de encontro a tudo o que a minha amiga nutricionista costuma dizer, para ela e para nos o equilíbrio é o que faz mais sentido 🙂 Tudo com muito bom sensos e noção, sempre.
      Se todos nos fizermos um pouco, juntos acabamos por fazer muito, é o que eu costumo dizer 🙂

Leave a Reply