O Autocarro| 3. Tema StoryTeller Dices D’As Gavetas

Como não tenho carta, este meio de transporte sempre fui, quase, a minha segunda casa. Acho ate que passei grande parte da minha vida dentro das camionetas de carreira da minha terra como forma de me deslocar para os empregos. Tenho tantas historias para contar, seja pelo tempo interminável em que ficava à espera do autocarro, ou então porque eram tao velhas que avariavam a meio do caminho, pelas conversas com os motoristas com quem fiz amizade, alias um dos meus melhores amigos era motorista de autocarro. E o melhor de tudo é que aproveitava as longas horas que passava no autocarro para fazer das coisas que mais gosto na vida: LER. Sim, eu consigo ler em autocarros e comboios, só em aviões é que fica mais difícil, acho que deve ser por causa da turbulência.

Como disse tenho muitas memórias deste meio de transporte que acho que tudo começou na minha infância, quando me sentava no colo do meu avô nos degraus da mercearia da esquina a ver passar as camionetas. E esse bichinho passou para o meu mano mais novo que desde os 3 ou 4 anos que adora autocarros, ate ja quis ser motorista, mas parece que lhe passou esse desejo. Parece que o estou a ver sentado atras do motorista, a imitar as manobras com os brasidos levantados e a rodar. E o mais incrível é que o Lu faz o mesmo sem o mesmo sem nunca ter andado de autocarro, uma coisa que temos de fazer em breve. Sempre que vamos à rua, ele adora ver os famosos red buses (autocarros vermelhos londrinos) a passar quase que em fila indiana, e chegou mesmo a cumprimentar os motoristas.

Imagem da minha autoria – um dos famosos autocarros vermelhos britânicos na nossa rua

Este desafio foi criado pela Andreia do blog As Gavetas da Minha Casa Encantada. Podem saber mais detalhes aqui.

About Matilde Ferreira

6 thoughts on “O Autocarro| 3. Tema StoryTeller Dices D’As Gavetas

    1. Matilde Post author

      Não imaginas o bem que me soube recordar estes momentos 🙂
      Muito muito obrigada por teres criado esta iniciativa 🙂
      Beijinhos*

Leave a Reply