Deixem-se de coisas…

Confesso que estou um pouco farta de ouvir falar destes conflitos nas tvs portuguesas. Não gosto de guerras muito menos de audiências. Deixei de seguir a Cristina Ferreira e a Rita Pereira porque não me identifico com este tipo de mulheres. Sou mulher mas acima de tudo sou real e natural sem quaisquer tipo de adições. Mas respeito quem as segue. Acho que ja cansa tanta imposição. Por um mundo com mais pessoas reais e menos influencers da treta.

Imagens retiradas da internet

Tenho saudades do Goucha na Praça da Alegria. Que senhor. E continua a se-lo. Gosto de o ver com a Maria Cerqueira Gomes. Esta sim uma Mulher com M grande. Sabe estar. Tem presença. Não precisa de levantar a voz para se fazer ouvir.

Quanto à Cristina acho que ela se está a esquecer de uma coisa: Reconhecimento e Gratidão. Se não fosse o Manuel Luis Goucha ela hoje não era ninguém. Devo relembrar que estes conflitos começaram por causa das polemicas que ela escreveu no livro. Lembro-me bem que estive com esse livro na mão ha 2 anos no Continente Bom Dia da Prelada a desfolha-lo e não me convenceu… e o meu feeling estava certo. Eu ja sofri de assedio sexual no trabalho e não infância e não tive este tipo de reação… tão descabido. Desculpem. Eu sei que não somos todas iguais mas eu não fui educada a ter o tipo de palavreado que a Sra Dona Cristina utilizou no livro para explicar a situação em que se viu envolvida. Menos… muito menos… acho que não havia necessidade para tanto. Eu não preciso que falem por mim. Eu sei defender-me muito bem, assim como me defendi ao longo destes anos de familiares, de patrões. Acreditem que passei muito. Mas hoje sinto orgulho de ter conseguido dar a volta por cima sem ter recorrido a psicólogos nem me ter feito de vitima. Nem senti a necessidade de ser o centro das atenções. Não precisei de usar situações menos boas para ganhar protagonismo.

imagem retirada da internet

Pela minha experiencia profissional, no meu entender, a Cristina foi convidada a sair da TVI, podem acreditar no que quiserem e quanto ao seu ordenado na SIC desenganem-se que seja mais do o do patrão… é tudo para inglês ver, e criar polemicas para dar audiências, vão por mim que não nasci ontem e ja vi de tudo 🙂

Atenção que não quero dizer com isto que estes casos não devam ser denunciados! Devem ser sim, nos lugares de direito e jamais devem ser usados para beneficio próprio como eu acho que foi o caso.

E Manuel Luis Goucha parece que me ouviu ao dizer isto ao minuto 1:09:

So mais uma coisinha tipo recado para Cristina Ferreira: em vez de escrever livros “para aprender inglês” mais uma vez para inglês ver, acho que agora deveria apostar num curso de jornalismo à seria 😉 Fica a dica!

E ate Herman Jose ja comentou quanto à falta de originalidade do novo programa de CF:


Este post não pretende ferir susceptibilidades e serve apenas para dar a minha opinião 😉 Amigos amigos…opiniões à parte, mas sempre com respeito 🙂

Nota-se muito que sou #teamgoucha #mariamanel 😛 😀

About Matilde Ferreira

8 thoughts on “Deixem-se de coisas…

  1. Vera Benavente

    Fui por curiosidade ver e não acho que seja assim tão mau…Até porque ela disse e passo a citar «O Manel é das pessoas mais importantes da minha vida para sempre. Ponto. Mas acho que temos de respeitar as fases do processo e esta é uma fase em que os dois precisamos deste silêncio de parte a parte.» 
     
    De resto eu também nunca lhe achei piada nem a seguia porque é muito histérica para o meu gosto mas alguma coisa ela terá de ter para ter tantos fãs…

  2. Andreia Morais

    A minha perceção sobre a Cristina Ferreira está, como sabes, no extremo oposto. Não sinto que lhe falte gratidão, muito pelo contrário. Acho que ela continua a saber de onde veio, mas tem ainda mais certezas para onde vai. E tem traçado um percurso de sucesso, porque tem trabalhado para isso, sem se deixar deslumbrar.
    Estou longe da polémica, portanto, em relação a essa questão não me pronuncio
    Quanto ao livro que escreveu, tenho-o na minha estante e adorei lê-lo, porque gosto da forma como se expressa. O novo que publicou não li e talvez não o venha a fazer, mas deixo essa possibilidade em aberto. Em relação ao programa, tenho conseguido ver pequenas partes e acho que está fantástico

    r: É um livro maravilhoso, recomendo 🙂
    Beijinho grande, minha querida

    1. Matilde Post author

      Pois eu tambem tenho um livro dela, o de receitas, confesso que foi uma compra por impulso e que nao acrescentou nada à minha vida… com o tempo aprendemos a mudar de opinião 😉 Alarga os nossos horizontes 🙂 Aplica-se a tudo 🙂
      Beijinhos*

Leave a Reply