Imagem do dia

Imagem polemica nao? Atenção o meu filho tem um tablet mas é o meu velhinho com 5 anos, que ele usa apenas para apps didáticas. Não o usa o tempo inteiro, pois prefiro brincar com ele e a grande parte do tempo ele esta entretido com os seus legos e carrinhos. Quando comprei o tablet foi a pensar num futuro próximo, e ponderei bastante antes de o comprar, pedindo varias vezes a opinião do meu Rui. Foi a pensar no meu descendente. Infelizmente esta imagem diz muito mesmo. Não damos o valor devido as coisas. Quer dizer a maioria dos humanos não da o devido valor as coisas. Esta semana, por exemplo, por distração estraguei o ecrã do meu portátil. Fiquei possessa. Não pelo bem material mas porque preciso dele para escrever. Por mais cuidado que temos com estas coisas, infelizmente ninguém esta livrados acidentes acontecerem…

Sobre a imagem, desde miúda que a minha mãe sempre me fez ter consciência de que ha meninos que não têm nada. E eu cresci com esse pensamento. Aprendi que para eu ter algo que eu queira muito tenho de trabalhar para a obter. Foi essa a mensagem que a minha mãe me transmitiu.

Em miúda sonhava ser rica para poder judar estes meninos. Sonhava ter muito dinheiro para poder fazer com estes meninos tivessem, cama, comida e roupa lavada. Pelo menos isso… Coisas básicas da vida. Hoje à minha maneira sempre que posso, ajudo. Quase todas as semanas levo sacas de roupa para as lojas de caridade. À minha maneira, à maneira que a minha mãe me ensinou e transmitiu vou ajudando. E independentemente disso o meu filho vai brincado com o meu tablet velhinho e com os brinquedos preferidos dele, porque para tudo tem de haver um meio termo.

About Matilde Ferreira

10 thoughts on “Imagem do dia

  1. Sem dúvida que tem de haver um meio termo… Nós padrinhámos uma criança em Moçambique e garantimos assim escola, algumas refeições e enviamos um extra para o que for preciso (já deu para comprar um colchão, um cobertor, roupa, sapatos, mochila, materiais para as aulas)… É pouco mas se todos fizermos pouco tudo junto torna-se muito!

  2. O mundo é cheio de contrastes, mas se podermos contribuir com algo – por muito pouco que seja -, já estamos a fazer a diferença. Porque se todos tivéssemos esse pensamento, se calhar, muita da pobreza extrema já não existia ou, pelo menos, seria em menor quantidade.

    r: E a vida está cheia de novas oportunidades, temos é que estar dispostos a recebe-las 🙂
    É isso mesmo, minha querida!
    Boa pergunta ahahah

    Beijinho grande*

Leave a Reply