Das coisas que não vou voltar a fazer…

imagem retirada do Google

Ir ao Notting Hill Carnival  e andar de moto. Vamos por partes, a primeira parece que foi ontem mas foi ha 5 anos, em 2013, no nosso primeiro ano ca na ilha. Sabem aquela sensação de claustrofobia, sufoco e tudo o mais? Pois foi mesmo isso que sentimos. Sentimo-nos encurralados no meio de um mar de gente. Chegamos a conclusão que não fomos feitos para o carnaval do Rio 😛

Nos so queríamos sair dali mas para isso tínhamos de sair daquele circuito fechado e chegar a uma estação de metro em funcionamento, sim porque a mais próxima de Westbourne Park que foi aquela em que saímos, estava fechada por razoes obvias… portanto so nos restava dar a volta e ir ate à de Notting Hill.

Eu nao largava a mão do Rui por nada deste mundo. So queríamos sair dali. E só respiramos fundo quando nos vimos numa rua sem gente.

E tambem nao tenho interesse nenhum em voltar a andar de moto… pois ja me chegou ir de Famalicao ao Porto, em 1999,  na moto do meu namorado da altura… apesar de estar habituada a andar de moto desde miúda (tinha um primo que tinha uma casal na qual eu adorava andar com ele quando tinha 6 ou 7 anos… ate que ele teve um acidente um dia depois de me ter deixado em casa e ficou uma perna partida por ter ficado com esta debaixo da mota…) andar numa moto grande e num dia ventoso e chuvoso deixou-me de pe atras…quase que voava com o vento! 🙁

E voces, o que é que fizeram e não têm a fazer?

 

About Matilde Ferreira

10 thoughts on “Das coisas que não vou voltar a fazer…

  1. Rui Moreira

    O pior do carnaval de Notting Hill ainda e o lixo e a maneira como as pessoas deitam tudo para o chao …. um nojo mesmo !
    Mas por mim desde que esteja contigo e com o Louis …. tass bem em qualquer parte !

  2. Andreia Morais

    Também não sou muito dada a esses eventos em que parece que nem nos conseguimos mexer 😮
    Nunca andei de moto e confesso que é algo que me faz imensa confusão!

    r: Verdade, infelizmente, nem todos têm essa capacidade. O que é uma pena.
    Muito obrigada, minha querida *-*

    Beijinho grande

Leave a Reply