Reflexões actuais…

Podem não acreditar, mas nunca tive muita pressa em crescer. Vivi tudo no momento certo, e só me arrependo daquilo de que não fiz, pois os erros serviram de lições para eu aprender a ser um ser humano melhor, ou pelo menos tentar. Também ja tive as minhas duvidas existenciais. Sim, também ja pensei em mudar de sexo no fim da adolescência, porque não gostava do meu corpo e por pensar que talvez se fosse homem seria tudo mais fácil. Mas amadureci e deixei-me de disparates e ideias parvas. Cada um sabe de si mas se eu nasci assim deve ter algum propósito, certo? Devemos gostar de nos e aceitarmo-nos-nos como se fossemos a primeira pessoa a face da terra. Acreditem que so assim os outros nos vão valorizar. Aprendi muito com isto, depois de ter tido uma depressão aos 20 anos e precisei de cair para poder levantar-me, sozinha.

Acreditem em voces mesmos e vão ver que conseguem, um dia de cada vez. Vão por mim que ja ando por estas bandas ha tempo suficiente para saber um bocadinho destas coisas. Vocês não têm que provar nada a ninguém, só a vocês próprios. Que conseguem.

Deixem-se de coisas e aproveitem a vida, ela vai vos mostrar quais os momentos certos. Sejam pacientes, não tenham pressas, pois tudo acontece no momento certo 🙂 Podem ser frases feitas mas acreditem que fazem todo o sentido agora.

E esta frase fez o meu dia, caramba! Senhores manda-chuva de Portugal, acordem para a vida e preocupem-se com coisas mais importantes, parem de atirar areia para o olhos do povo pois este ja esta cego que chegue!

Mas nem tudo esta perdido quando temos um Presidente como este 🙂

Obrigada, Presidente Marcelo! Bem haja!

 

About Matilde Ferreira

10 thoughts on “Reflexões actuais…

  1. Andreia Morais

    Também nunca tive pressa de crescer. Acho que as coisas têm o seu tempo, e apressá-las só faz pior.
    Sempre tive uma grande admiração pelo professor Marcelo. Não podíamos pedir melhor 🙂

    r: Tão bom!
    Obrigada e igualmente, minha querida. Beijinhos*

    1. Matilde Post author

      E acho que assim e que devemos ser, princesa 🙂
      Nem de proposito, ainda ha pouco em conversa com o meu Rui disse que me perdia em modo automático com os comentarios de domingo a noite do Professor 🙂 Que saudades 🙂 Sempre gostei mesmo dele de uma forma muito natural pois ele tem o dom de cativar 🙂
      Bjinhosss nossos*

  2. Cíntia Alface

    “Sim, também ja pensei em mudar de sexo no fim da adolescência, porque não gostava do meu corpo e por pensar que talvez se fosse homem seria tudo mais fácil. Mas amadureci e deixei-me de disparates e ideias parvas”

    ???? Desculpa, mas achas que querer mudar de sexo só acontece por imaturidade e por não gostar do próprio corpo? Que quando se cresce, essas “ideias parvas” passam? Peço desculpa se interpretei mal, mas soa exactamente a isso. É que mudar de sexo não é apenas um capricho. Na grande maioria das vezes, é porque a pessoa não se sente bem naquele corpo, sente-se mulher ou homem por dentro, aprisionado no corpo errado. Não apenas “porque não gosta do corpo e o sexo contrário facilitava tudo”. É um processo bastante complexo e que mexe muito com o psicológico da pessoa. Não é uma decisão a ser tomada de ânimo leve, mas não é uma mania do momento…

    1. Matilde Post author

      Pois pelos vistos parece que interpretou mal… todas as decisões que tomamos têm de ser muito bem ponderadas, para nao corrermos o risco de quando chegarmos aos 40 ou 50 anos e nao termos de nos arrepender delas 😉 Acredite que hoje em dia vejo muitas manias sem sentido.

Leave a Reply