A propósito…BEDA 7#

Quem nunca? Acreditem que em miúda eu adorava fazer recados, sentir a responsabilidade de levar uma nota de 20 ou 50 escudos e nao a perder, coisa que aconteceu somente uma vez e eu tremi como varas verdes. Mas a medida que vamos crescendo fazer recados deixa de ser uma coisa importante e passa a ser uma obrigação.

Um certo dia tinha eu ja 18 anos e estava a preparar-me pra os exames nacionais do 12o ano, coisa importante, julgo eu, e a minha madrinha cismou que precisava de um medicamento e insistiu para eu ir a farmácia. pela primeira disse-lhe que nao podia ir pois tinha de me preparar para os exames. Ui, foi como se eu tivesse anunciado a 3a Grande Guerra, caiu o carmo e a trindade e quando o meu padrinho chegou a casa com os copos instalou-se a discussão. Porque eu era uma menina mal-mandada, porque eu isto, porque eu aquilo. o que e certo e que deixaram de me falar ate ao fim dos seus dias.  A sorte e que os meus pais me entenderam e ficaram do meu lado. Felizmente. Ao menos isso. Depois disso o meu padrinho ainda fez umas quantas maldades a minha familia apos a morte da minha madrinha vitima de leucemia. Mas sobre isso falar-vos-ei noutro post.

E voces eram meninos de recados ou nem por isso? 😛

About Matilde Ferreira

4 thoughts on “A propósito…BEDA 7#

  1. Andreia Morais

    Ri-me tanto quando vi esta imagem :p
    Bem, que situação! E tudo perfeitamente evitável, se tivessem compreendido que não estavas a recusar porque te apetecia, mas porque estavas a estudar.

    r: Como te compreendo 😀

    Beijinhos, minha querida*

    1. Matilde Post author

      Hehe esta mesmo engraçada e cheia de significado 🙂
      Realmmente e tudo uma questão de bom senso e ainda bem que os meus pais me entenderam 🙂
      Bjinhosss

Leave a Reply