Nao somos nada…

Não e preciso acontecerem estas coisas, como ataque do dia 22 cá em Londres, para eu dar o valor ao que tenho, mas so de imaginar perder quem mais amo, fico sem ar… acreditem! Que o digam os meus primeiros vizinhos portugueses aqui no Reino Unido… E uma historia muito triste, eles viveram ca em Londres quase 5 anos, se nao estou em erro, decidiram regressar a Portugal no ano passado, e passados 2 ou 3 meses o marido da minha vizinha vai para o hospital de repente com problemas cardíacos e acabou por falecer, tinha 35 anos e deixa 2 filhos, um com 7 e o outro com 2… Lamentável nao? Eu nao lhe conhecia vícios, nem era uma pessoa de excessos, saudável… expliquem-me como e que e possível? Stress, so pode… Chego a conclusão que nao somos nada por isso o melhor que temos a fazer e viver um dia de cada ve e tirar o máximo partido disto, porque tudo pode acontecer… vem um maluquinho pela estrada fora e desata a atropelar pessoas!

Deixo-vos com esta imagem, acreditem que me revi nesta situação… pois podia ser eu ou qualquer um de nos, da que pensar nao da?… Esta vida e mesmo um sopro!

About Matilde Ferreira

8 thoughts on “Nao somos nada…

    1. Matilde Post author

      Verdades, minha querida… e por estas e por outras que dou valor e agradeco pelas mais pequenas coisas, nao devemos ter nada como garantido nesta vida.
      Bjinhosss e bom fim de semana*

  1. Cris Loureiro

    é chocando quando se houve falar de pessoas novas que morrem de cancro ou de ataque cardiaco, desse tipo de doenças que não avisam e não perdoam. Se no caso do que aconteceu em Londres é uma dura coincidencia, estar no lugar errado à hora errada… no caso destas doenças é algo sem explicação, pura injustiça da vida, custa a entender e aceitar.

    A verdade é que para se morrer basta estar vivo e é com isso em mente que temos de lutar pelos nossos sonhos, temos de aproveitar o agora da melhor maneira possível e temos de dizer aos nossos o quanto eles são importantes para nós… porque amanhã já pode ser tarde demais…

    Beijinhos

    1. Matilde Post author

      Concordo plenamente ctg, minha querida, e por estas e por outras que vivo um dia de cada vez e dou valor as pequenas coisas.
      Bjinhosss

Leave a Reply